IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2019-04-13T10:12:36-03:00
Estadão Conteúdo
Não pediram minha opinião

Guedes sugere que não foi informado sobre intervenção em preço do diesel

Ministro da Economia disse não saber nada sobre o assunto pois havia passado a sexta-feira em reuniões em Washington

13 de abril de 2019
10:12
Paulo Guedes
O ex-ministro da Economia, Paulo Guedes - Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, sugeriu nesta sexta-feira que não foi informado sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro de intervir para adiar o reajuste do preço do diesel pela Petrobras.

Questionado ao sair de reuniões no Fundo Monetário Internacional (FMI) se havia sido consultado por Bolsonaro, Guedes afirmou que não sabia "nem" do que se tratava, pois havia passado o dia inteiro em reuniões em Washington.

"Passei o dia inteiro trabalhando, não tenho informação suficiente", disse Guedes. Diante da insistência de jornalistas e da sugestão de que ele não foi informado sobre a interferência nos preços, Guedes respondeu: "É uma inferência razoável aparentemente".

Nesta sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro admitiu que determinou a suspensão do reajuste no diesel. A decisão da Petrobras de adiar o aumento no preço do combustível fez a empresa perder R$ 32,4 bilhões em valor de mercado. A primeira reação do ministro da Economia foi dizer que não iria comentar e disse que teria um "silêncio ensurdecedor" aos jornalistas sobre o assunto.

O porta-voz da presidência informou nesta sexta-feira que Bolsonaro não comentou se fez alguma ligação para o ministro Paulo Guedes.

Depois, a assessoria que acompanha o ministro durante a viagem informou que ele não fará nenhum outro pronunciamento à imprensa.

Mais cedo, também em Washington, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse que não há risco de que o governo Bolsonaro adote uma política de controle de preços - algo pelo qual o governo da ex-presidente Dilma Rousseff foi criticada. Apesar de não comentar especificamente a situação da Petrobras, Campos Neto afirmou que "economistas liberais acreditam na menor intervenção possível".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Mas só se fala em política monetária? Então saiba o que esperar da Super Quarta dos bancos centrais

31 de janeiro de 2023 - 6:43

Os bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos decidem os juros na quarta-feira; na quinta-feira será a vez da zona do euro e da Inglaterra

LOTERIAS

Lotofácil tem 4 ganhadores, sendo 2 em uma mesma lotérica (de novo)

31 de janeiro de 2023 - 5:51

Enquanto a Lotofácil segue fazendo a alegria dos apostadores, Mega-Sena está acumulada desde o sorteio da virada

DIA 30

“Vocês fizeram falta, caro Lula” — a conversa com Olaf Scholz, o ministro alemão, que teve até recado duro para a China

30 de janeiro de 2023 - 20:26

Mercosul, OCDE e guerra na Ucrânia estiveram na pauta do encontro, mas teve um assunto que arrancou aplausos da plateia formada pela delegação da Alemanha: o meio ambiente

NÃO VAI VOLTAR?

Bolsonaro entra com pedido de visto de turista nos EUA — veja quanto tempo ele pode ficar por lá

30 de janeiro de 2023 - 19:05

O pedido foi apresentado na sexta-feira (27), de acordo com o Financial Times. O visto diplomático que ele usou para entrar no país em 30 de dezembro vence hoje.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Agenda cheia prejudica Ibovespa e CVC (CVCB3) tomba mais de 14% — o que derrubou a cotação da empresa de turismo?

30 de janeiro de 2023 - 18:46

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta segunda-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies