🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Estadão Conteúdo

‘Petrobras é um problema’, diz Bolsonaro no G20 ao presidente da Turquia

O presidente brasileiro também disse ao colega turco ter um apoio popular muito grande, quando, na verdade, setores de dentro do governo não dão a reeleição como garantida

Petrobras (PETR4) bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro mirando a Petrobras - Imagem: Montagem Andrei Morais. Foto: Marcelo Chello/ Shutterstock

Um dia após a Petrobras perder R$ 23 bilhões em valor de mercado por medo de ingerência política do governo, o presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado, durante a cúpula do G20, em Roma, que a estatal "é um problema". A declaração foi feita em uma conversa informal com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que citou os grandes recursos petrolíferos do Brasil.

"A Petrobras é um problema, mas estamos quebrando monopólios, com reação muito grande. Há pouco tempo, era uma empresa de um partido político. Mudamos isso", disse Bolsonaro a Erdogan, por meio de um intérprete. A gravação do diálogo foi divulgada pelo jornalista Jamil Chade, do UOL.

Em meio à dificuldade de conter a alta dos combustíveis, que afeta a popularidade do governo, o presidente e o ministro da Economia, Paulo Guedes, têm feito uma série de ataques à Petrobras nas últimas semanas. Em transmissão ao vivo nas redes sociais na última quinta-feira, o chefe do Executivo chegou a afirmar que a estatal deveria dar menos lucro, o que fez as ações da empresa tombarem na Bolsa de Valores.

Bolsonaro ainda disse a Erdogan que a economia brasileira está se recuperando da crise da covid-19. "Economia voltando bem forte. A mídia, como sempre, atacando. Estamos resistindo bem. Não é fácil ser chefe de Estado em qualquer lugar do mundo", afirmou, sem citar a disparada da inflação. A escalada de preços levou o Banco Central a subir a taxa básica de juros do País, a Selic, em 1,5 ponto porcentual, a 7,75%, no maior aumento desde 2002.

O presidente brasileiro também disse ao colega turco ter um apoio popular muito grande, quando, na verdade, setores de dentro do governo não dão a reeleição como garantida. Não à toa, o Palácio do Planalto resolveu lançar um Auxílio Brasil turbinado a R$ 400 apenas até o final do ano eleitoral, com o objetivo de vitaminar a popularidade de Bolsonaro.

"E quando é a eleição?", questionou Erdogan ao líder brasileiro durante a conversa. "Daqui a 11 meses", respondeu Bolsonaro. "Significa que o senhor tem muito a fazer coisa ainda para fazer", acrescentou o turco. "Temos boa equipe de ministros. Não aceitei indicação de ninguém. Prestigiei as Forças Armadas. Um terço dos ministros são militares", tentou insistir o presidente.

Bolsonaro está no encontro do G20, em Roma, com os ministros Guedes, João Roma (Cidadania), Walter Braga Netto (Defesa) e Carlos França (Relações Exteriores) e participará, entre hoje e amanhã, além de encontros bilaterais, de painéis sobre economia, meio ambiente e saúde pública. Os três temas são considerados delicados para o governo, em meio às críticas sobre a política ambiental e a postura durante a pandemia.

Na segunda-feira, 1 de novembro, após a cúpula, o presidente segue para a cidade italiana de Anguillara Veneta, onde moravam seus antepassados, para receber o título de cidadão local. O projeto de homenagem ao presidente foi aprovado sob críticas. Na sexta-feira, 29, militantes ambientais chegaram a pichar "Fora, Bolsonaro" na prefeitura da cidade.

Ao cumprir a agenda pessoal em Anguillara Veneta, Bolsonaro deixará de ir à COP-26, evento sobre as mudanças climáticas que contará com a presença dos principais líderes globais. O governo será representado pelo ministro do Meio Ambiente, Joaquim Pereira Leite.

Compartilhe

DESTAQUES DA BOLSA

IRB Re de castigo: por que as ações IRBR3 estão sendo punidas após a reversão do prejuízo em lucro em 2023?

28 de fevereiro de 2024 - 12:36

Os papéis da resseguradora lideram as perdas do Ibovespa nesta quarta-feira (28) e já chegaram a entrar em leilão duas vezes

RISCO OU RECOMPENSA

Troca de comando na Vale: comprar ou vender a ação VALE3 em meio ao processo de sucessão? Esse banco responde pra você

27 de fevereiro de 2024 - 18:02

O mandato do atual presidente, Eduardo Bartolomeo, expira em 26 de maio e um impasse entre os sócios impede que seu sucessor seja escolhido

GAME OVER

Por que as big techs seguem demitindo apesar do boom da inteligência artificial; Sony corta 900 funcionários da PlayStation

27 de fevereiro de 2024 - 16:19

Após anunciar queda nas vendas, Sony vai demitir 8% do quadro de funcionários da divisão do PlayStation e var fechar estúdio em Londres

DESTAQUES DA BOLSA

Pão de Açúcar (PCAR3) dispara quase 10% na B3 após aprovação do plano de reestruturação do Casino pela Justiça francesa 

27 de fevereiro de 2024 - 14:50

A dona do GPA anunciou que o tribunal de comércio de Paris aprovou seu plano de recuperação, que inclui um aporte de capital de 1,2 bilhão de euros

Recuperação em curso

BRF (BRFS3) entrega resultados acima das estimativas e salta na B3; mas é hora de comprar a ação da dona de Sadia e Perdigão?

27 de fevereiro de 2024 - 14:07

Papéis do frigorífico sobem quase 10% nesta terça e figuram entre as maiores altas do Ibovespa; mas analistas ainda mantêm cautela

LUZ NA CARTEIRA

Safra eleva Cemig (CMIG4) e Auren (AURE3) para compra, mas outras três ações do setor de energia é que vão brilhar agora

27 de fevereiro de 2024 - 13:26

O banco apagou a luz para outras quatro empresas do segmento — uma delas realmente ficou no escuro com a recomendação de venda dos papéis

INDÚSTRIA EM EXPANSÃO

Como as ações de shoppings podem ser beneficiadas pelo boom dos fundos imobiliários do setor — e qual delas é a favorita do BTG Pactual

27 de fevereiro de 2024 - 12:21

Mesmo com a Selic em alta, os FIIs de shoppings conseguiram atrair novos investidores e levantar capital com operações na bolsa

O FUTURO É AGORA

Sucessor do 5G promete velocidade 30 vezes superior e está a uma atualização de chegar ao Brasil

27 de fevereiro de 2024 - 10:39

Huawei vê movimentação das grandes empresas de telecomunicações para lançar o 5.5G em breve no Brasil

BALANÇO

Lucro da AES Brasil (AESB3) cai no 4T23, mas Ebitda supera projeções e endividamento começa a cair

27 de fevereiro de 2024 - 9:01

Em meio às especulações sobre uma possível mudança no controle, AES Brasil teve lucro líquido de R$ 112,3 milhões no quarto trimestre, queda de 18%

DESTAQUES DA BOLSA

JBS (JBSS3) sobe 4% na B3 e lidera os ganhos do Ibovespa hoje: o que está por trás da alta das ações de frigoríficos?

26 de fevereiro de 2024 - 17:52

O impulso do setor vem na esteira da divulgação dos resultados da Pilgrim’s Pride Corporation, controlada pela JBS

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies