🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Estadão Conteúdo
União com o cofre cheio

OAS fecha leniência de R$ 1,9 bi, terceiro maior acordo da história

A CGU e a AGU já assinaram outros dez acordos de leniência com empresas investigadas pela prática de crimes previstos na Lei Anticorrupção (nº 12.846/2013) e na Lei de Licitações (nº 8.666/1993)

Notas de dinheiro
Imagem: Shutterstock

A empreiteira OAS vai pagar R$ 1,9 bilhão à União até dezembro de 2047, com correção pela taxa Selic, pela prática de crimes investigados no âmbito da Operação Lava Jato. Na manhã desta quinta, 14, a Advocacia-Geral da União e a Controladoria Geral-União anunciaram a celebração de acordo de leniência com a construtora, o terceiro maior da história - atrás apenas dos fechados com a Odebrecht (R$ 2,7 bi) e a Braskem (R$ 2,87 bi).

Segundo a AGU e a CGU, o montante envolve os pagamentos de dano, enriquecimento ilícito e multa, no âmbito de contratos fraudulentos envolvendo recursos públicos federais, sendo que:

Também nesta semana, a AGU e a CGU assinaram um acordo com a dona da Nova Engevix Engenharia e da Nova Engevix Construções, a holding Nova Participações. A empresa se comprometeu a pagar R$ 516,3 milhões à União até janeiro de 2046, com correção pela taxa Selic.

A CGU e a AGU já assinaram outros dez acordos de leniência com empresas investigadas pela prática de crimes previstos na Lei Anticorrupção (nº 12.846/2013) e na Lei de Licitações (nº 8.666/1993). Além desses, cerca de outros 22 acordos estão em andamento.

Com a celebração do acordo com a OAS, o montante de recursos que retornará aos cofres públicos atingiu a marca de R$ 13,58 bilhões.

OAS

"A leniência assinada hoje pelo Grupo OAS, no valor de R$1,9 bilhão, é bastante significativa por tratar-se do terceiro maior acordo firmado pela União Federal com empresas envolvidas em irregularidades apuradas pela operação Lava Jato. Foi um longo processo de negociações, com quase quatro anos de tratativas e intenso trabalho dos envolvidos para se chegar ao melhor termo. Importante destacar a atuação conjunta da CGU e AGU, o que permitiu dar maior segurança jurídica ao acordo, com total transparência e boa-fé nas negociações."

"O acordo de leniência assinado viabiliza a devolução à União de altos valores que haviam sido desviados para o pagamento de propinas. Valores estes que agora, revertidos ao erário, poderão ser aplicados em prol da sociedade. Além disso, o acordo, pela completa transparência adotada nas negociações, propicia uma grande alavancagem investigativa para os órgãos de controle, que poderão sancionar os demais envolvidos e buscar o amplo ressarcimento dos ilícitos reconhecidos."

"A partir de agora, a OAS terá a possibilidade de construir uma nova história. Com a leniência, o Grupo Empresarial se compromete com o Estado em implementar programas efetivos de integridade, para uma atuação ética e íntegra em seus negócios. Por outro lado, reconhece e indeniza o erário pelos erros cometidos no passado, evidenciando a sua intenção de ajustar suas condutas para voltar a participar efetivamente do mercado e, consequentemente, do crescimento do país."

Compartilhe

ADEUS, TRÂNSITO?

Carro voador da Embraer (EMBR3): Eve revela primeiro protótipo de eVTOL que deve chegar ao mercado em 2026

21 de julho de 2024 - 12:30

A companhia espera pilotar o protótipo até o final deste ano ou no início de 2025, de acordo com o CEO Johann Bordais

UMA DÉCADA DEPOIS…

Qualicorp (QUAL3) anuncia acordo de leniência de até R$ 43,5 milhões — e pode exonerar culpa do fundador em investigações de caixa 2 em 2014

20 de julho de 2024 - 16:27

O conselho de administração da empresa aprovou um acordo de leniência para colocar fim às investigações nas Operações Paralelo 23 e Triuno

SEGUNDA CHANCE

Agora vai? Após tentativa frustrada pela B3, Kora Saúde (KRSA3) fará nova assembleia para votar saída do Novo Mercado

19 de julho de 2024 - 19:20

A AGE acontecerá no final este mês depois de ter sido adiada por falta de quórum com acionistas barrados pela dona da bolsa brasileira

RESSARCIMENTO PARA A ESTATAL

Por que a Petrobras (PETR4) vai receber um ‘reembolso’ de R$ 2,2 bilhões de outras empresas do setor de petróleo

19 de julho de 2024 - 18:47

O ressarcimento está ligado a um acordo de quase R$ 20 bilhões fechado com a Receita Federal para encerrar pendências com o Carf

SINAL VERDE

Segue o jogo: Presidente do STF nega pedido do PT e mantém processo de privatização da Sabesp (SBSP3); entenda os argumentos dos partidos

19 de julho de 2024 - 17:56

Para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, supostas ilegalidades no processo dependem de provas

APOIO À EXPORTAÇÃO

“Embraer não existiria sem o BNDES”: Fabricante de aeronaves recebe novo financiamento de R$ 4,5 bilhões — veja o que a empresa quer fazer com o dinheiro

19 de julho de 2024 - 15:56

A operação de crédito será realizada por meio do BNDES Exim Pós-embarque, linha de crédito direto do banco para comercialização de bens nacionais destinados à exportação

Apoio federal

CCR faz emissão bilionária para obras na Dutra e na Rio-Santos garantida por banco estatal; veja qual

19 de julho de 2024 - 15:10

Segundo a companhia, investimento em duas rodovias soma R$ 15,5 bilhões; parte será bancada pelos R$ 9,4 bilhões em debêntures

SD ENTREVISTA

CEO da Techfin, parceria entre Totvs (TOTS4) e Itaú (ITUB4), aposta em conta digital B2B para concorrer com bancos no segmento PME

19 de julho de 2024 - 14:01

Para Eduardo Neubern, existe uma demanda não atendida no dia a dia das pequenas e médias empresas: uma conta digital integrada às necessidades de pagamento e recebimento

RELEMBRE O CASO

Fantasma de investigação de cartel volta para assombrar a Tegma (TGMA3) após cinco anos e banco de investimentos rebaixa recomendação das ações; entenda

19 de julho de 2024 - 11:29

O mercado repercute a notícia de que o Cade instaurou um processo administrativo contra a companhia que é fruto de uma investigação de 2019

Oferta de ações

Eletrobras embolsa R$ 2,185 bilhões com oferta de ações da controlada CTEEP

19 de julho de 2024 - 10:38

Somando o lote inicial e parte do suplementar, foram vendidas 93 milhões de ações PN da CTEEP

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar