Menu
2019-08-30T07:41:37-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
atritos no campo direito

Bolsonaro diz que Doria ‘estava mamando’ no governo do PT

BNDES divulgou uma lista de empresas que contrataram, de maneira legal, financiamento do banco entre 2009 e 2014; entre elas estava uma companhia ligada ao governador de São Paulo

30 de agosto de 2019
7:41
João Doria
João Doria vota em SP - Imagem: Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta quinta-feira, 29, que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), "estava mamando" no governo do PT.

Bolsonaro se referia à compra de aviões com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

"João Doria, comprou também? Explica isso aí. Só peixe, amigão do Lula e da Dilma. Vejo Doria falando 'minha bandeira jamais será vermelha'. É brincadeira. Quando estava mamando a bandeira lá, a bandeira era vermelha foiçasso e um martelo sem problema nenhum, né?", disse Bolsonaro.

O presidente também ironizou o apresentador Luciano Huck. "Já apareceu aquela galerinha da compra do avião com 3% 3,5% (de juros) ao ano. Luciano Huck, que teta hein? Sou o último capitulo do caos?! Não foi ilegal a compra (de Huck), reconheço, mas só pra peixe", disse Bolsonaro.

A lista do BNDES

O BNDES divulgou em 19 de agosto uma lista de 134 empresas que contrataram financiamento do banco no período de 2009 a 2014 para a compra de jatos da Embraer. Entre essas empresas, está a Brisair, do empresário e apresentador de TV Luciano Huck, que obteve empréstimo de R$ 17 milhões em 2010.

Aparecem na lista também empresas ligadas ao governador João Doria - que, via Doria Administração de Bens, financiou R$ 44 milhões em 2010.

Bolsonaro disse que estes dados são parte da "caixa-preta do BNDES".

Em nota, Huck afirmou que usou linha de crédito do banco concebida "para favorecer a indústria nacional, abrindo-lhe condições de competir em pé de igualdade com produtores estrangeiros" e disse que o empréstimo foi "transparente, pago até o fim, sem atraso".

"A compra e o financiamento da aeronave foi feita por meio de um contrato absolutamente legal, sem vício, vantagem ou privilégio", diz a nota do apresentador.

O governo de São Paulo informou em nota que não há irregularidade no financiamento. "A Embraer vendeu dezenas de jatos executivos e comerciais para empresas brasileiras e estrangeiras com financiamento do BNDES, gerando empregos e impostos para o Brasil. Nada errado nisto", diz o comunicado.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Fechando o cerco

Bitcoin cai 6% após Banco da China ameaçar encerrar contas envolvidas com criptomoeda

Além disso, a retirada de mineradores do país está afetando a taxa de mineração, que valida e dá segurança para a rede do bitcoin

Interesse estrangeiro

IPOs de grandes empresas devem trazer mais investidor estrangeiro para a Bolsa

Desde janeiro, o saldo de dinheiro estrangeiro na B3, a bolsa de valores de São Paulo, já chega a R$ 44 bilhões – número que contrasta fortemente com o primeiro semestre do ano passado

De volta no mercado

Brasil ‘reestreia’ no mercado de fabricação de TV

Agora o movimento de volta das nacionais é capitaneado por três indústrias com tradição na fabricação de eletroportáteis e eletrônicos: Mondial, Britânia e Multilaser.

Perspectiva de crescimento

Pandemia reaquece setor de terrenos e total de lotes disponíveis despenca

De 2018 para cá, o total de lotes disponíveis recuou à metade: de 125,4 mil para 67,4 mil. Só no ano passado, a queda foi de 33%, de acordo com a Aelo

segredos da bolsa

Semana deve ser marcada por fim do prazo da MP da Eletrobas e briga entre BCs e inflação

A semana deve ser marcada por cautela, envolvendo temores em relação à inflação e as movimentações dos BCs pelo mundo. No Brasil, ata do Copom e RTI ficam no radar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies