Menu
2019-09-21T09:30:04-03:00
Voando

Startups do Cubo Itaú atraem R$ 480 milhões

Resultado é mais que o dobro em relação ao ano anterior, quando as startups faturaram R$ 230 milhões

21 de setembro de 2019
9:29 - atualizado às 9:30
itau
Itaú - Imagem: Shutterstock

O centro de inovação Cubo Itaú anunciou ontem que suas startups residentes receberam mais de R$ 480 milhões em investimento nos últimos dois anos e faturaram mais de R$ 540 milhões em 2019 - mais que o dobro em relação ao ano anterior, quando as startups faturaram R$ 230 milhões. Os números foram anunciados em evento na sede do Cubo, em São Paulo, em comemoração aos quatro anos do centro de inovação.

"O cenário do ecossistema de startups mudou muito nos últimos anos. O Brasil virou um grande foco de investimentos de capital de risco, e as apostas do grupo japonês SoftBank provam isso", afirmou Pedro Prates, diretor do Cubo. "E isso não vai parar no SoftBank: cada vez mais as startups vão fazer parte dos negócios no País", disse.

Em quatro anos, o Cubo já ocupa sua segunda sede na Vila Olímpia, zona sul da capital paulista. Atualmente, cerca de 250 startups mantêm atividades no Cubo, seja no prédio físico da Vila Olímpia ou por meio de uma plataforma digital - só em 2019, mais de 2 mil startups procuraram o Cubo para serem residentes.

O centro de inovação conecta as startups com outras novatas inovadoras, e também com investidores, universidades e corporações. Nos últimos quatro anos, o Cubo realizou mais de 2,7 mil eventos e, todos os dias, mais de 2 mil pessoas circulam pelo espaço em SP.

Em 2019, as startups do Cubo fecharam mais de 180 negócios com grandes corporações. No centro de inovação, existem startups com soluções para 15 segmentos de mercado.

Para Pedro Prates, as mudanças dos últimos anos, principalmente relacionadas ao acesso de capital, deixou o mercado de startups "mais apetitoso" para quem quer empreender, e também colocou novos desafios para o Cubo: "O crescimento gera necessidades. Precisamos conectar as startups com esses investimentos, além de ligá-las a clientes e talentos", afirma.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Coluna do Mioto

Investir não é para divorciadas?

Uma ouvinte do podcast Empiricus Puro Malte mandou o seguinte email após discutirmos por que os homens investem mais na Bolsa que as mulheres

pandemia no país

Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 135 mil mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, foram registrados 858 óbitos pela covid-19, totalizando 135.793 mortes

seu dinheiro na sua noite

A bolsa consegue se sustentar sem anabolizante?

O canadense Ben Johnson assombrou o mundo ao cruzar a linha de chegada dos 100 metros rasos com a marca de 9 segundos e 79 centésimos nas Olimpíadas de 1988, recorde mundial. A consagração durou pouco. Dias depois ele foi pego no exame antidoping e perdeu a medalha de ouro conquistada nos Jogos de Seul. […]

dinheiro para o acionista

EDP Brasil paga R$ 353,5 milhões em dividendos e juros sobre capital próprio em 23 de setembro

Do total, R$ 236 milhões serão pagos na forma de juros sobre capital próprio e R$ 117,5 milhões em dividendos

follow-on na área

Oferta de ações da Suzano detidas pelo BNDESPar pode movimentar R$ 6,1 bi sem lote adicional

Data estimada da oferta é para 2 de outubro. A princípio, serão oferecidos 125,18 milhões de papéis da Suzano; lote adicional pode levar valor a R$ 7,4 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements