Menu
2019-09-02T13:20:18-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Resseguros

UBS mantém recomendação de compra para ações do IRB e eleva preço-alvo

Perspectiva de alta das receitas locais e no mercado externo devem manter rentabilidade do IRB em alta, segundo analistas do banco suíço

2 de setembro de 2019
12:49 - atualizado às 13:20
Obra de insfraestrutura
IRB assume os riscos de apólices de outras seguradoras Imagem: Shutterstock

A alta acumulada de mais de 85% nos últimos 12 meses – mais que o dobro do Ibovespa – ainda não representa o fim da linha para as ações do IRB Brasil, pelo menos na análise do UBS.

O banco suíço manteve a recomendação de compra para os papéis da empresa de resseguros (IRBR3) – que assume o risco da apólice de outras seguradoras – e elevou o preço-alvo de R$ 113 para R$ 120. No pregão de hoje, as ações eram cotadas a R$ 107,30, em queda de 1,11% por volta das 12h25. Confira também nossa cobertura completa de mercados.

Para os analistas do banco suíço, as ações do IRB se mantêm atrativas em razão da perspectiva de aumento nas receitas no mercado local, além da possibilidade de novos negócios no exterior e da rentabilidade da empresa, que está entre as maiores do mundo no setor.

Nas projeções do UBS, as receitas do IRB devem crescer a uma média anual de 13,5% entre este ano e 2021, puxadas pelo programa de privatizações, subsídios a seguros rurais e projetos de infraestrutura.

"No médio e longo prazo enxergamos oportunidades de crescimento em parcerias com bancos digitais e fintechs e no aumento da penetração do mercado de resseguros", escreveram os analistas em relatório a clientes.

No mercado internacional, o UBS espera um crescimento ainda mais acelerado das receitas do IRB em razão da depreciação do câmbio, reajustes de preços e aumento da participação. A expectativa é que as receitas internacionais atinjam 46% do total em 2020, com foco na América do Sul, onde o mercado de resseguros ainda é pequeno e muito fragmentado.

Tudo isso deve se traduzir em um aumento na rentabilidade sobre o patrimônio (ROE, na sigla em inglês) da resseguradora, que deve atingir os 48%, ainda de acordo com a estimativas do UBS.

Para os analistas, os riscos para o IRB residem em três fatores: uma maior competição no mercado local, o câmbio e um aumento no nível de perdas.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Mundo dos fundos

Está na hora de fazer rotação na bolsa? Saiba o que pensam grandes gestores

Apesar da migração recente para a “velha economia”, ações de tecnologia na bolsa seguem atrativas no longo prazo, segundo as gestoras Brasil Capital, Constellation e Velt

Salto

Crédito imobiliário cresce 7,4% em outubro e soma R$ 13,9 bi, diz Abecip

No comparativo anual, foi visto salto de 84%, conforme dados divulgados pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

de olho no teto de gastos

Governo busca saída legal se tiver de prorrogar pagamento do auxílio

Se o Congresso resolver aprovar a prorrogação, sem ser via crédito extraordinário, os gastos com o pagamento do auxílio vão concorrer com o teto de gastos no espaço orçamentário

Inovação

Petrobras lança plataforma de soluções finaneiras para fornecedores

A Petrobras informa que lançou o Programa Mais Valor, nova ferramenta de soluções financeiras para fornecedores. Segundo a estatal, o piloto começou na semana passada e, a partir do dia 30 deste mês, a ferramenta estará aberta às empresas interessadas em antecipar faturas com taxas mais competitivas. A expectativa da estatal é de que o […]

HOMEM NEGRO ESPANCADO

Carrefour reitera que está tomando medidas após morte de João Alberto de Freitas

Empresa divulga comunicado um dia após perder quase R$ 2 bilhões em valor de mercado por conta do episódio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies