Menu
2019-10-31T15:02:53-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Pensando em gastos

7 coisas comuns e muito caras que você consome e que não fazem seu dinheiro valer a pena

Pensando em investimentos, cada consumo mal feito pode ser uma chance perdida de ampliar seus lucros

31 de outubro de 2019
15:02
Dinheiro gastos
Imagem: Shutterstock

Para muitas pessoas hoje em dia o céu é o limite quando o assunto é gastos. Provavelmente você já ouviu ou até mesmo usou algumas frases como "vou comprar isso porque eu mereço" ou "vou comprar isso porque só vivemos uma vez".

É inegável que exibir itens luxuosos, ostentar roupas de marca ou frequentar aquele restaurante famoso são coisas que fazem bem. Agora, pensando em matéria de investimentos, cada centavo mal aproveitado pode ser uma chance perdida de ampliar seus lucros.

E esse desperdício de oportunidades começa justamente no seu dia-a-dia, com despesas comuns (e muitas vezes caras) que, no fim do dia, em nada agregam ao seu bolso. Se você fazer um pente-fino no seu próprio orçamento, vai encontrar vários itens que ou são plenamente dispensáveis ou são obsoletos.

O site Business Insider fez uma lista de coisas comuns que muita gente consome no dia-a-dia e que não valem o dinheiro investido, de relógios de luxo a rosas de Dias dos Namorados. Separamos sete delas que mais pesam na suas metas de investimentos.

1. Planos e internet ilimitados

Esse e o típico erro de quem consome mais do que realmente necessita. Uma pesquisa da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostra que uma pessoa gasta, em média, 4,6 GB de internet por mês. Logo, se você é um dos adeptos dos planos ilimitados, vale a pena observar a quantidade de dados mensais que você realmente precisa e adaptar seu plano para ele.

Vale lembrar que muitas operadoras, na prática, fornecem pacotes ilimitados mas com velocidades limitadas. Ou seja, a partir de certo volume utilizado, a potência da internet acaba diminuindo.

2. Cafés gourmet

É claro que para uma reunião de negócios ou um encontro com amigos especiais, um café mais elaborado cai bem. Mas isso não significa que ele deva necessariamente fazer parte da sua rotina. Ir à Starbucks uma vez por dia e gastar quase R$ 20 em um café com leite pode custar alguns milhares de reais no final de um ano, que poderiam estar sendo investidos e trazendo uma renda extra.

Se você é daqueles que não se importa sobre a origem do café que toma todos os dias, vale a pena repensar seus hábitos, como por exemplo fazer sua própria bebida.

3. Itens de marca

Uma peça de luxo pode fazer toda a diferença na hora de montar um guarda-roupa, mas isso não significa que todos os itens de lá devam ser de alguma marca famosa. Investir em peças variadas e menos badaladas, além de realçar o valor do artigo de luxo que você já tem, acabará te rendendo um bom dinheiro para os investimentos.

4. Smartphones ultra-modernos

Os "applemaníacos" que nos perdoem, mas é sempre bom avaliar a real necessidade de se ter um smartphone de última geração, sobretudo se o seu atual já é um dos mais avançados. Salvo em casos de real necessidade, como uso para o trabalho e que requer o melhor modelo possível, os smartphones ainda são bens de consumo duráveis. Isso significa que, sempre que for comprar um novo aparelho, analise se o gasto vale a pena e se você realmente precisa dele.

Ah, e não esqueça de sempre pesquisar os produtos disponíveis no mercado antes de comprar. Às vezes os smartphones mais badalados não são necessariamente os melhores.

5. Planos de TV a cabo

Em tempos de guerra dos streamings, uma das coisas que menos valem a pena no orçamento de qualquer pessoa ou família são os planos de TV a cabo. Seja Netflix, HBO Plus ou as novidades Apple TV Plus e Disney Plus, essas sem dúvidas serão melhores alternativas do que os caros e quase obsoletos pacotes de TV.

Nesse tipo específico de gasto, vale a pena observar se você ou sua família de fato fazem bom uso ou se o aparelhinho na estante da sala se tornou um artigo de decoração. Muitas vezes a resposta será negativa e você pode economizar uma boa quantia.

6. Academias de luxo

É claro que todo mundo gosta de fazer exercícios em aparelhos novos e dentro de um ambiente confortável. Mas em muitos casos os gastos com academia acabam sendo muito maiores do que as pessoas realmente necessitam.

Observe sua rotina de treino e compare ela com o plano que você paga. Se nessa lista estiverem itens que você utiliza pouco ou nunca utiliza, talvez seja hora de mudar para um plano mais básico e usar o dinheiro para razões mais vantajosas.

7. Delivery de comida

Eles são práticos? Sim. Economizam tempo na cozinha? Sim. Ajudam pessoas que têm a rotina corrida? Sim. Valem a pena? Depende. Os serviços de delivery são outra armadilha que as pessoas costumam cair em nome do conforto. É só você olhar para as taxas de entrega ou até mesmo as comidas abaixo das expectativas que muitas vezes são entregues e perceber que esse tipo de gasto pode não valer a pena. E olha que, no fim do mês, ele pode chegar a algumas centenas de reais.

Fora que passar um tempo cozinhando algo fresquinho, seja sozinho ou com pessoas próximas, ou até mesmo conversando em um restaurante enquanto espera a comida, acaba sendo algumas das experiências mais prazerosas do dia-a-dia.

*Com informações da Business Insider.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Ministro fala

Medidas contra coronavírus vão injetar R$ 750 bilhões em 3 meses, diz Paulo Guedes

Guedes afirmou que o rumor sobre uma eventual saída do governo é “conversa fiada total” e que a conta das medidas de estímulo não será paga pelas futuras gerações

fala, governo

É errado comparar medidas do governo Bolsonaro com pacote trilionário de Trump, diz secretário do Tesouro

Segundo Mansueto, diferentemente dos Estados Unidos, o Brasil tem uma rede de assistência social bastante robusta e comparável a países europeus com alto grau de bem-estar social

dados oficiais

Brasil tem 111 mortes e 3.904 casos confirmados de coronavírus, diz ministério

Perspectiva para o próximo mês é de que a epidemia aumente no Brasil, uma vez que o país está no início da curva de crescimento

crise do coronavírus

Vamos lidar com a dor econômica para minimizar a dor da doença e da morte, diz Bill Gates

Fundador da Microsoft diz que não dá para pensar em um meio termo entre isolamento e atividade econômica

efeitos da pandemia

Agronegócio registra perdas e descartes de produtos por conta do coronavírus

Segundo documento, exportadores de frutas relatam uma suspensão drástica das vendas por via aérea, já que as exportações eram feitas basicamente em porões de voos de passageiro

do otimismo ao pessimismo

XP prevê queda de quase 2% do PIB brasileiro em 2020

Análise reconhece que existe “um alto grau de incerteza” nas estimativas citadas no documento, dada a complexidade da crise atual

o melhor do seu dinheiro

MAIS LIDAS: Quem ficou na renda fixa também perdeu dinheiro com o coronavírus

Nesses dias de confinamento, tenho feito muitas chamadas telefônicas e em vídeo com amigos e familiares. As conversas vão de dicas do que fazer trancado em casa, preocupações sanitárias, avaliação política e, claro, a situação da economia e da bolsa de valores.  Um amigo me disse estar aliviado porque não investiu em ações. Antes de o […]

entrevista magazine luiza

‘Tenho feito pedidos para que não demitam’, diz Luiza Trajano

Em entrevista, presidente do conselho de administração do Maganize Luiza diz que vê empresários em pânico, mas que acredita no potencial de reinvenção diante da crise

repercussão

OAB leva campanha de Bolsonaro ao TCU e pede suspensão de contrato publicitário

Entidade pede que, durante a apuração, o TCU suspenda o contrato de R$ 4,8 milhões da Secom com uma agência de publicidade, sem licitação, formalizado esta semana

nos bastidores

Contrato suspenso terá porcentual de seguro-desemprego

Governo decidiu assegurar 100% da parcela do seguro-desemprego para os trabalhadores que forem afetados por essa interrupção

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements