Menu
2019-11-02T14:45:07-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
segurança é tudo

De usuário do Nubank ao de bancão: 5 dicas para cuidar do seu dinheiro online

Comportamento online também reflete a maneira como você lida com o próprio dinheiro; aqui vão cinco dicas para você não colocar o seu dinheiro em risco

2 de novembro de 2019
14:21 - atualizado às 14:45
segurança digital dinheiro
Imagem: Shutterstock

Usuários de bancos digitais como Nubank ou Inter tem ao menos uma coisa em comum com quem possui conta num bancão tradicional: precisa tomar cuidado na hora de usar a internet. O comportamento online também reflete a maneira como você lidar com o próprio dinheiro.

A segurança digital é uma preocupação que todo mundo deveria ter. Afinal, um descuido ou falta de informação pode fazer com que alguns valores saiam pelo ralo.

Mas, afinal, o que o você, sendo correntista do Nubank ou de um bancão precisa fazer? Aqui vão algumas dicas de cuidados que você deve tomar ao usar a internet para não perder dinheiro. As informações são do site Business Insider.

1. O cuidado com a senha

Mesmo que seu banco não seja nativamente digital, ele certamente usa tecnologia de segurança digital. Ou seja, fornece conexão segura ao seu navegador usando SSL (Secure Sockets Layer), práticas de segurança fortes em seus datacenters, entre outras ferramentas.

A instituição que te fornece o serviço financeiro tem um certo nível de segurança para cuidar o seu dinheiro. No entanto, de adiantam os sistemas do banco, se você não fornecer, no mínimo, uma senha de qualidade.

Mas o que é, afinal uma senha segurança? Para começar, a combinação de letras e/ou números para acessar a sua conta do Nubank, Bradesco e similares precisa ser exclusiva. É um hábito comum as pessoas adotarem as mesmas combinações de contas em diferentes tipos de serviço, por uma questão de praticidade. Mas é um barato que pode sair caro.

Empresas que não lidam com seu dinheiro são invadidas com certa frequência. Se você usa um serviço online cuja senha é a mesma de suas contas no banco. Isso significa que uma invasão em um site aleatório pode ser o suficiente para ter acesso a determinadas informações financeiras.

A dica é usar um gerenciador de senhas, como LastPass e Dashlane, por exemplo, para criar uma combinação de caracteres forte, aleatória e exclusiva para cada site e aplicativo. Seu dinheiro pode estar mais seguro dessa forma.

2. Sistemas atualizados

Pode ser chato ter de ocupar mais memória no celular ou computador para uma atualização que parece aleatória. Mas, acredite, ela pode ser necessária. Por isso, quando surgir uma notificação do seu telefone ou computador de que há uma atualização disponível, atualize imediatamente.

As atualizações podem trazer novos recursos ou alterar a vida útil da bateria, mas geralmente também vêm com uma série de correções de bugs e melhorias de segurança. A dica também é válida para aplicativos e programas instalados em seu dispositivo.

Um aplicativo ou programa malicioso pode visualizar a tele de seu dispositivo, registrar suas senhas e entrar em suas contas.

É possível tornar o cuidado com seu dinheiro mais fácil nesse sentido: defina as atualizações como automáticas.

3. Antivírus e programa de firewall

Usar um antivírus é um comportamento básico que se ouve como necessário desde os primórdios do uso do computador pessoal. Mas a verdade é que hoje tem muita gente não protegida suficientemente online ou simplesmente desprotegida - o que, é claro, pode impactar no seu dinheiro.

Antivírus e firewalls de marcas reconhecidas ajudam a manter seus dispositivos protegidos contra a maioria das ameaças. Usuários do Windows têm programas internos à disposição para lidar com a verificação de vírus e as necessidades de firewall sem pagar por uma ferramenta extra de terceiros.

Mas há também opções no mercado para quem se sente desprotegido com os programas de configuração padrão, como o McAfee, Norton, Bitdefender ou Kaspersky. Usuários de Mac também precisa de proteção contra vírus. Avast, Sophos e Norton são algumas das marcas reconhecidas no mercado.

Para proteger o próprio smartphone ou tablet, sendo Android ou iOS, vale fazer a mesma busca por ferramentas reconhecidas no mercado. Em geral, aqueles que oferecem proteção aos computadores pessoais, também disponibilizam produtos de proteção para dispositivos móveis.

4. VPN em wi-fi público

Nos últimos anos, estabelecimentos como cafés, aeroportos, bibliotecas tornaram a disponibilização de uma rede wi-fi um serviço básico. Esses espaço afinal hoje são o tipo de lugar que as pessoas usam para trabalhar, estudar, navegar na internet ou fazer coisas práticas, como consultar o aplicativo do Nubank, Bradesco, entre outros.

Mas essa é uma outra praticidade que exige cuidado redobrado. Redes públicas podem colocar você em risco de espionagem digital. Por isso, é preciso manter qualquer ameaça afastada com uma rede virtual privada (VPN) de qualidade no seu dispositivo.

Uma VPN cria um caminho seguro entre o seu computador/telefone e um servidor remoto. Com essa ferramenta, todo o tráfego da internet entre o servidor e o dispositivo é criptografado. Nem mesmo o provedor de serviços de internet pode ler o conteúdo com uma VPN no local.

5.  Olho nos links

Mesmo com excelentes antivírus e os aplicativos anti-malware instalados, o usuário pode por seus dados e seu dinheiro em risco ao clicar em links maliciosos em e-mails. Phishing e spam são uma das principais maneiras pelas quais os hackers obtêm acesso a um computador.

Basta um link equivocado para o um site ter uma chance de instalar um malware sem o conhecimento do usuário. De repente e sem aviso, suas senhas e informações da conta podem cair nas mãos erradas.

A dica básica esse problema é: se você não conhece a pessoa do outro lado do email ou ela parece suspeita, não clique no link. Toda a atenção nunca é demais.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Oportunidade para o investidor

Conselho da Iguatemi aprova emissão de R$ 264 milhões em debêntures

Trata-se da oitava emissão dos títulos pela empresa, que serão negociados em série única e vinculados a uma emissão de CRI

Seu Dinheiro na sua noite

O que mudou e o que não mudou na bolsa

Quando surgiram as primeiras notícias sobre o surto do coronavírus na China, havia poucos elementos para afirmar se estávamos ou não diante de uma crise de saúde de proporções globais. Hoje já não temos mais dúvidas disso. A dolorosa queda de 7% da bolsa na quarta-feira de cinzas marcou a passagem da incerteza que tínhamos […]

É dólar na veia

Na luta para conter o dólar, Banco Central anuncia oferta de US$ 1 bilhão em contratos de swap nesta sexta-feira

Negociação será realizada na bolsa entre 9h30 e 9h40 e deve contemplar até 20 mil contratos

Dados do Banco Central

Reservas internacionais subiram US$ 976 milhões no dia 26 de fevereiro, para US$ 360,578 bilhões

Resultado reflete sobretudo a oscilação do valor de mercado dos ativos que compõem as reservas

Menor nível em quatro meses

Pressionado pelo coronavírus, Ibovespa cai mais 2,59% e fecha na mínima do dia; dólar sobe a R$ 4,47

O mercado até ensaiou um movimento de recuperação no meio da tarde, mas a cautela com o surto de coronavírus prevaleceu, derrubando o Ibovespa — apenas quatro ações do índice fecharam em alta. O dólar cravou mais uma máxima

No radar

Abimaq diz não ter dado que indique desabastecimento por causa do novo coronavírus

Setor de máquinas está promovendo ações preventivas para evitar qualquer risco de desabastecimento

Negócio em aberto

Bayer concorda com nova revisão sobre aquisição da Monsanto

Empresa vai permitir que um especialista independente revise suas regras e examine os seus principais negócios

Enchentes

Chuvas de fevereiro dão prejuízo de R$ 203 milhões ao comércio do sudeste, diz CNC

Mais da metade do rombo foi concentrado no Estado de São Paulo

Não vai dar

Facebook e Microsoft cancelam participação em eventos por temor com coronavírus

Sony, Electronic Arts e Unity Technologies também já tinham informado que não participariam de conferência

Embraer monitorada

S&P mantém rating BBB da Embraer em observação para eventual rebaixamento

Avaliação reflete a aprovação ainda pendente da Comissão Europeia sobre o acordo entre a empresa brasileira e a Boeing, diz agência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements