Menu
2019-04-05T10:22:39-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Não deu lucro

Ford vai cortar milhares de empregos e rever estrutura de operação na Europa

Com nova estratégia, empresa quer obter uma margem de lucro de 6%, alcançando um lucro global de US$ 14 bilhões

10 de janeiro de 2019
11:31 - atualizado às 10:22
Ford
Ford - Imagem: shutterstock

A Ford quer começar o ano cortando gastos.

A companhia anunciou nesta quinta-feira, 10, que encerrará operações em países europeus considerados 'não-lucrativos' como parte de um plano de recuperação que tem o intuito de obter uma margem de lucro de 6%.

Com isso, a empresa pretende alcançar um lucro global de US$ 14 bilhões. As informações são da agência de notícias norte-americana "Bloomberg".

No anúncio, a Ford explica que todas suas operações na Europa estão "em revisão". A companhia já anunciou que sairá do segmento de multivans além de rever suas operações na Rússia.

Hoje, a empresa emprega 53 mil pessoas na Europa, em 15 fábricas.

Apesar de não ter especificado em quais países os cortes ocorrerão, números da Associação de Montadoras Europeias de Automóveis (ACEA) mostram que o market share da Ford caiu de 8,1%, em 2010, para 6,6% em territórios da União Europeia e da Associação Europeia de Livre Comércio.

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

pandemia

Covid-19: número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil

Nas últimas 24 horas, foram registradas mais 3.459 mortes no país

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies