Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2019-12-12T09:10:29-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Selic a 4,5%: como ficam seus investimentos?

12 de dezembro de 2019
9:10
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Banco Central derrubou a taxa básica de juros brasileira para 4,5% ao ano, a nova mínima histórica. Isso mexe com a rentabilidade de aplicações da renda fixa e favorece os investimentos em ações, imóveis e fundos imobiliários.

O que você precisa saber hoje:

Mercados

• A taxa básica de juro brasileiro renovou sua mínima histórica ontem. O Banco Central anunciou um corte na Selic de 0,5 ponto e a taxa agora é de 4,5% ao ano. Tão importante quanto a decisão em si é a mensagem do BC no comunicado. O recado é que até há espaço para um novo corte em 2020, mas o ciclo de baixa está perto do fim. 

• Nos Estados Unidos, o ciclo de corte de juros foi interrompido. Após três reduções consecutivas de 0,25 ponto, o Fed manteve a taxa básica na faixa entre 1,50% e 1,75% ao ano.

• O Ibovespa terminou o pregão de ontem com leve alta de 0,26%, aos 110.964,27 pontos. O dólar fechou com baixa de 0,72%, a R$ 4,1190. 

• Como estão os mercados? Na Ásia, a reação à decisão do Federal Reserve foi positiva. Já o Ocidente está de olho no andamento da guerra comercial. Os índices futuros em Nova York e o pregão na Europa amanhecem sem rumo. 

• A agência de risco S&P elevou a perspectiva da classificação de risco brasileira de 'estável' para 'positiva'. É uma sinalização de que a nota pode ser revisada para cima em breve. 

Investimentos

• Como ficam seus investimentos com a Selic a 4,5% ao ano? A Julia Wiltgen fez as contas e mostra nesta matéria a rentabilidade da poupança, dos fundos de renda fixa, do Tesouro Selic e da LCI. 

Ivan Sant’Anna
Ivan Sant’Anna

• As grandes tacadas de Ivan Sant’Anna: o colunista do Seu Dinheiro conta como encontrou tesouros enterrados no mercado financeiro em sua carreira de 60 anos como trader. Esse texto imperdível é um dos benefícios do Seu Dinheiro Premium.

Empresas

• A Notre Dame Intermédica captou R$ 5 bilhões em sua nova oferta de ações, com cada papel valendo R$ 57. A companhia pretende financiar investimentos, liquidar debêntures e pagar a aquisição do grupo Clinipam

• Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos, não descartou a possibilidade de listar as ações da corretora também na bolsa brasileira. Para isso acontecer, a regulação brasileira precisa passar por algumas mudanças.

• A empresa de turismo CVC irá pagar R$ 62,7 milhões em juros sobre capital próprio aos seus acionistas no dia 8 de janeiro. O valor corresponde a R$ 0,417 por ação da companhia

• Estrangeiros injetaram R$ 161 bilhões em aquisições este ano no Brasil. No total, as operações de fusões e aquisições no País atingiram até novembro R$ 275,8 bilhões, um valor recorde, segundo a consultoria TTR.

Política

• O Senado aprovou o projeto anticrime idealizado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro. O texto segue para ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, mas parlamentares já esperam vetos em alguns pontos.

• A Câmara aprovou na noite de ontem a MP que transfere o Coaf para o Banco Central. Além da mudança de casa, o órgão também será reestruturado e passa a se chamar Unidade de Inteligência Financeira (UIF). Agora o texto segue para análise do Senado. 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Cresce a fila

CBA, da Votorantim, registra pedido de IPO na CVM

A empresa, que afirma ser a única companhia integrada de alumínio do Brasil, pretende financiar seu crescimento orgânico e inorgânico com os recursos levantados na oferta

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O quebra-cabeças do mercado e outros destaques

Recentemente, eu fui presenteado com um quebra-cabeças de duas mil peças. “Ah, isso vai ser moleza; é só montar as bordas e depois ir preenchendo aos poucos”, pensei eu. Nem preciso dizer que eu estava redondamente enganado: a mesa da cozinha está tomada por pequenas partes de uma paisagem bucólica. De vez em quando eu […]

FECHAMENTO

Ibovespa tem mais um dia de ‘mais do mesmo’ e fecha em leve alta, contrariando NY

Setores pesos-pesados seguraram o índice no azul. O movimento garantiu uma leve alta de 0,03%, mais uma vez deixando o índice na trave dos 123 mil pontos

Vem oferta por aí

Rede D’Or confirma a avaliação para a realização de um follow on

O anúncio foi feito após o jornal Valor Econômico revelar que a companhia prepara uma oferta de ações que pode chegar a R$ 5 bilhões

Acordo com o Senado

MP da privatização da Eletrobras será votada amanhã (19), confirma presidente da Câmara

Após reclamações de parlamentares, Arthur Lira (PP-AL) também cobrou que o relator debata a proposta com todas as lideranças e bancadas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies