Menu
2019-11-17T13:28:17-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Contrato fechado

Embraer recebe seis novos pedidos por aeronaves; encomendas somam US$ 374 milhões

A companhia aérea nigeriana Air Peace e a arrendadora egípcia CIAF Leasing acertaram novos pedidos de aeronaves à Embraer

17 de novembro de 2019
13:28
Embraer
Imagem: Divulgação

A Embraer é uma das participantes do Dubai Airshow 2019, um importante encontro dos principais elos da indústria aeroespacial. O evento, realizado na capital dos Emirados Árabes Unidos, começou neste domingo (17) e vai até a próxima quinta-feira (21) — mas, já no primeiro dia, a empresa brasileira conseguiu fechar dois negócios.

A fabricante de aeronaves recebeu seis encomendas: a companhia aérea nigeriana Air Peace assinou um contrato para três jatos E195-E2, no valor de US$ 212,6 milhões; a arrendadora egípcia CIAF Leasing pediu três aviões E190, avaliados em US$ 161,4 milhões. As ordens serão incluídas na carteira de pedidos da Embraer no quarto trimestre.

A Air Peace já havia feito uma compra de 13 aeronaves E195-E2 em abril. O contrato ainda previa 17 direitos de compra para o mesmo modelo — assim, as encomendas fechadas hoje estão inseridas nessas opções que foram previamente acertadas. A primeira entrega está prevista para o segundo trimestre de 2020.

A Air Peace é a maior companhia aérea da África Ocidental, com voos que conectam a Nigéria aos principais países da região. A empresa possui apenas uma rota transcontinental, conectando Lagos, a capital nigeriana, a Dubai, nos Emirados Árabes.

A CIAF Leasing compra aeronaves e depois faz o arrendamento desses aviões para diversas companhias aéreas no mundo. Atualmente, a empresa possui em sua frota três jatos E170 da Embraer — ainda neste mês, serão entregues dois E195. Os novos E190 solicitados hoje chegarão à empresa entre abril e junho do ano que vem.

Embraer em números

Ao fim do terceiro trimestre deste ano, a Embraer possuía uma carteira firme com 345 pedidos para serem entregues, no montante de US$ 16,2 bilhões. Entre julho e setembro deste ano, a companhia brasileira entregou 44 aviões, sendo 17 aeronaves comerciais e 27 jatos executivos.

Esses dados, no entanto, não ajudaram a dar impulso ao balanço da Embraer no trimestre. A fabricante encerrou o período com um prejuízo de R$ 314,4 milhões — um salto de mais de 500% em relação às perdas de R$ 52,3 milhões contabilizadas há um ano.

A receita líquida ficou praticamente estável na mesma base de comparação, registrando um leve aumento de 1,8%, para R$ 4,692 bilhões.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

polêmica

Governo barra novo cadastro para auxílio

A estratégia do governo já desperta críticas de organizações da sociedade civil, que consideram urgente a abertura de um novo prazo para pedidos de auxílio

Tombo grande

Elon Musk perde US$ 27 bilhões em uma semana após tombo da Tesla

Mesmo com o tompo gigantesco, Musk segue como segundo homem mais rico do mundo, atrás apenas de Jeff Bezos, o fundador da Amazon

Expansão

3R Petroleum fecha parceria com DBO para aquisições de campos offshore

Com a parceria, a DBO se tornará acionista minoritária da OP, que seguirá sob controle da 3R

Boletim médico

Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite deste sábado (6)

ESTRADA DO FUTURO

A mentira envolvendo o Clubhouse e o Tinder que rendeu 400% de valorização

Os mercados estão longe de serem perfeitos, e hoje vou te contar uma história real que envolve duas das empresas mais quentes no setor de mídias sociais: o “Clubhouse” e o “Tinder”.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies