Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-11-27T19:40:15-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

O que os gestores dizem sobre o dólar

27 de novembro de 2019
19:40
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

E esse dólar, hein? Quem me fez a pergunta foi o motorista do Uber que peguei hoje de manhã para ir a um evento com gestores de fundos promovido pelo Santander. As pautas de economia afetam a vida de todo mundo, mas poucas chamam tanto a atenção quanto o câmbio.

Uma boa forma de saber o que fazer nessas horas é descobrir o que os profissionais responsáveis por investir bilhões em recursos estão fazendo. E dois dos mais renomados gestores de fundos brasileiros estão comprados em dólar.

Hoje a moeda norte-americana fechou em novo recorde aos R$ 4,2586, em alta de 0,44%, mesmo com nova atuação do Banco Central. Já a bolsa se recuperou do tombo de ontem e fechou em alta.

A posição de Rogério Xavier, da SPX Capital, já é conhecida do mercado. O gestor disse hoje que vê o chamado câmbio de equilíbrio do país na casa de R$ 4,30. Ou seja, acima da cotação atual.

Ele voltou a dizer que não espera a entrada de recursos estrangeiros para a bolsa ou para a renda fixa no Brasil. E recomendou que todos na plateia tivessem uma parcela da carteira em dólar.

Mas a novidade do dia não veio do gestor da SPX, e sim de Carlos Woelz, da Kapitalo Investimentos. A gestora responsável por R$ 17 bilhões em recursos tinha uma visão mais otimista para o câmbio.

Mas uma mudança recente em um indicador importante fez o gestor também adotar uma posição comprada em dólar. Eu conto para você nesta matéria o que fez ele mudar de ideia.

Devagar, mas andando

Os investidores no mercado estão céticos quanto às chances do governo de aprovar o amplo pacote fiscal enviado no começo do governo. Mas não é que as medidas estão andando? Pelo menos foi essa a conclusão dos analistas da XP Investimentos, que foram conferir o andamento do Plano Mais Brasil. Ainda assim, as votações só devem sair mesmo em 2020, e alguns pontos do programa ganharam mais corpo que outros, como conta o Eduardo Campos.

Mais um round perdido

Itaú sofreu uma derrota na batalha que trava com o Cade, que investiga se o maior banco privado brasileiro se valeu de armas proibidas na chamada guerra das maquininhas de cartão. Os conselheiros do órgão de defesa da concorrência rejeitaram o recurso contra a decisão que suspendeu uma promoção lançada pela Rede, a empresa de maquininhas da instituição. Confira os detalhes da decisão.

Aumentou a pena

Por falar em derrota, o ex-presidente Lula teve a condenação mantida em segunda instância no caso do sítio de Atibaia. Os desembargadores do TRF-4 também decidiram aumentar a pena de 12 anos e 11 meses de prisão para 17 anos e um mês. O pedido de anulação da sentença feito pela defesa do petista foi negado. Lula seguirá em liberdade, mas foi condenado ainda ao pagamento de R$ 870 mil.

Sobre as falas de Guedes

Paulo Guedes fez barulho ontem com duas declarações: a primeira foi a necessidade de nos acostumarmos com um dólar mais alto. E a segunda, ao dizer que “não se assustem se alguém pedir o AI-5”. A primeira fala repercutiu no meio econômico e a segunda, no mundo político. O Felipe Miranda disseca ambas as afirmações do ministro do ponto de vista da economia e dos investimentos na coluna de hoje.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

conteúdo patrocinado

Pequeno investimento, grande passo…

Caro leitor, Você não precisa de muito dinheiro para mudar a sua vida financeira. O que você precisa é começar. Como? Revise seu orçamento. Gaste menos do que ganha e poupe um pouco todo mês. Pronto, você já tem dinheiro para investir. E agora? Você sabe o que fazer com ele? Um investidor despreparado é […]

Carta de Brasília

Bomba fiscal bilionária exigirá coordenação política apurada; saneamento volta ao radar

Acredito que o resultado final dos vetos será positivo para o governo, com a manutenção daqueles que representam maior risco fiscal

perfil

‘Comunicador’ assume Tesouro para ‘virar a chave’

Economista Bruno Funchal segue a cartilha “fiscalista” de Guedes, mas enfrentará o momento de maior pressão desde a aprovação em 2016 do teto de gastos

fique atento

Caixa credita saque emergencial do FGTS para nascidos em março

No total, serão liberados, de acordo com todo o calendário, mais de R$ 37,8 bilhões para aproximadamente 60 milhões de trabalhadores

Planos de expansão

Celulose Irani pode captar mais de R$ 600 mi em follow on e tem planos de migração para o Novo Mercado

Com base no fechamento da última sexta-feira (R$ 4,95), a empresa pode captar R$ 455,5 milhões com a oferta de novas ações e R$155,9 viria da oferta secundária.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu