Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-27T19:40:15-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

O que os gestores dizem sobre o dólar

27 de novembro de 2019
19:40
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

E esse dólar, hein? Quem me fez a pergunta foi o motorista do Uber que peguei hoje de manhã para ir a um evento com gestores de fundos promovido pelo Santander. As pautas de economia afetam a vida de todo mundo, mas poucas chamam tanto a atenção quanto o câmbio.

Uma boa forma de saber o que fazer nessas horas é descobrir o que os profissionais responsáveis por investir bilhões em recursos estão fazendo. E dois dos mais renomados gestores de fundos brasileiros estão comprados em dólar.

Hoje a moeda norte-americana fechou em novo recorde aos R$ 4,2586, em alta de 0,44%, mesmo com nova atuação do Banco Central. Já a bolsa se recuperou do tombo de ontem e fechou em alta.

A posição de Rogério Xavier, da SPX Capital, já é conhecida do mercado. O gestor disse hoje que vê o chamado câmbio de equilíbrio do país na casa de R$ 4,30. Ou seja, acima da cotação atual.

Ele voltou a dizer que não espera a entrada de recursos estrangeiros para a bolsa ou para a renda fixa no Brasil. E recomendou que todos na plateia tivessem uma parcela da carteira em dólar.

Mas a novidade do dia não veio do gestor da SPX, e sim de Carlos Woelz, da Kapitalo Investimentos. A gestora responsável por R$ 17 bilhões em recursos tinha uma visão mais otimista para o câmbio.

Mas uma mudança recente em um indicador importante fez o gestor também adotar uma posição comprada em dólar. Eu conto para você nesta matéria o que fez ele mudar de ideia.

Devagar, mas andando

Os investidores no mercado estão céticos quanto às chances do governo de aprovar o amplo pacote fiscal enviado no começo do governo. Mas não é que as medidas estão andando? Pelo menos foi essa a conclusão dos analistas da XP Investimentos, que foram conferir o andamento do Plano Mais Brasil. Ainda assim, as votações só devem sair mesmo em 2020, e alguns pontos do programa ganharam mais corpo que outros, como conta o Eduardo Campos.

Mais um round perdido

Itaú sofreu uma derrota na batalha que trava com o Cade, que investiga se o maior banco privado brasileiro se valeu de armas proibidas na chamada guerra das maquininhas de cartão. Os conselheiros do órgão de defesa da concorrência rejeitaram o recurso contra a decisão que suspendeu uma promoção lançada pela Rede, a empresa de maquininhas da instituição. Confira os detalhes da decisão.

Aumentou a pena

Por falar em derrota, o ex-presidente Lula teve a condenação mantida em segunda instância no caso do sítio de Atibaia. Os desembargadores do TRF-4 também decidiram aumentar a pena de 12 anos e 11 meses de prisão para 17 anos e um mês. O pedido de anulação da sentença feito pela defesa do petista foi negado. Lula seguirá em liberdade, mas foi condenado ainda ao pagamento de R$ 870 mil.

Sobre as falas de Guedes

Paulo Guedes fez barulho ontem com duas declarações: a primeira foi a necessidade de nos acostumarmos com um dólar mais alto. E a segunda, ao dizer que “não se assustem se alguém pedir o AI-5”. A primeira fala repercutiu no meio econômico e a segunda, no mundo político. O Felipe Miranda disseca ambas as afirmações do ministro do ponto de vista da economia e dos investimentos na coluna de hoje.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Crédito disponível

Com juros salgados, Caixa libera empréstimo de até R$ 1.000 no aplicativo Caixa Tem; veja condições

O crédito ficará disponível para assalariados, autônomos, beneficiários de programas sociais e de políticas públicas de distribuição de renda

Bolsa hoje

Destaques do Ibovespa: frigoríficos e empresas ligadas a commodities lideram altas em dia de recuperação; Locaweb (LWSA3) é maior queda

Confira os destaques do pregão desta segunda-feira (27) e não deixe de acompanhar as principais notícias do dia na nossa cobertura de mercados

Cartões

Santander avança em cisão da Getnet com registro na Nasdaq

A empresa de maquininhas de cartão passará a ser negociada na bolsa de forma separada do Santander e obteve aval em agosto para listar certificados de ações (units) na B3

Em busca de solução

Bolsonaro diz que conversou com ministro sobre como reduzir preço de combustíveis

Na tentativa de se defender sobre a alta dos valores, o presidente citou avanço das cotações também nos Estados Unidos

Bilionário X Bitcoin

“Eu realmente não ligo para o bitcoin (BTC)”, afirma CEO do JP Morgan, que vê potencial de crescimento de até dez vezes para o preço da criptomoeda

Em entrevista ao jornal Times of India, Jamie Dimon mostrou que segue com ceticismo em torno do mercado de criptomoedas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies