Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-12-03T16:51:59-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores

Dólar teria que subir a R$ 4,50 para inviabilizar corte de juros, diz Itaú Unibanco

3 de dezembro de 2019
14:23 - atualizado às 16:51
Mario Mesquita, economista-chefe do Itaú Unibanco
Mario Mesquita, economista-chefe do Itaú Unibanco - Imagem: Solange Macedo/Itaú

O Banco Central tem espaço para manter o ciclo de corte da taxa básica de juros (Selic) apesar da alta recente do dólar, afirmou hoje o economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita.

Embora o câmbio seja um risco, a moeda norte-americana teria que subir para o patamar de R$ 4,50 para inviabilizar a continuidade da redução dos juros, segundo Mesquita, em entrevista coletiva na sede do Itaú BBA, unidade de atacado do banco.

O Itaú projeta um novo corte de 0,5 ponto percentual da Selic pelo BC, o que levará o juro a encerrar 2019 em 4,5% ao ano. O economista projeta outras duas quedas de 0,25 ponto no começo do ano que vem, o que deve levar a taxa a atingir os 4% no final do atual ciclo de cortes.

PIB acima do esperado

O resultado do PIB do país de 0,6% no terceiro trimestre ficou acima do esperado pelo Itaú, que projetava uma expansão de 0,5%. Mesquita ainda não revisou a estimativa de uma expansão de 1% da economia neste ano, mas disse que se apenas "plugar" o número do terceiro trimestre a projeção do banco para o ano sobe para 1,2%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies