Menu
2019-10-14T14:30:55-03:00
Estadão Conteúdo
Evitando processos

CVM fecha acordo em caso envolvendo operações com ações da CSN

Proposta de termo de compromisso entrou no caso para evitar a instauração de um processo administrativo sancionador

13 de agosto de 2019
20:44 - atualizado às 14:30
Instalações da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) na cidade de Volta Redonda
Imagem: Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo

O colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) fechou um acordo com a Taquari Administradora de Carteira de Valores Mobiliários e sua diretora Anna Cristina Machado da Silva, em um caso envolvendo operações com ações da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).

A proposta de termo de compromisso foi enviada à CVM para evitar a instauração de um processo administrativo sancionador. De acordo com a área técnica da autarquia, foram detectadas operações com ações de emissão da CSN realizadas na conta máster da Taquari na Brasil Plural CCTVM S.A., entre 23 de julho de 2015 e 2 de dezembro de 2015. Nelas, o fundo Fibra CSN Invest Plus FIM teria sido sistematicamente favorecido ante o CSN Invest FIA. A Taquari era administradora e gestora dos dois fundos multimercados.

Segundo a CVM, o favorecimento teria ocorrido em duas frentes: o fundo de investimentos multimercado teria recebido o resultado positivo de 34 operações de day trade (índice de acerto de 100%); e teria sido sistematicamente favorecido na alocação dos preços de compra e venda de ações de emissão da CSN.

Ainda segundo a área técnica, o regulamento do Fibra CSN Invest Plus FIM previa uma taxa de performance de 50% do que exceder a remuneração do CDI. Assim, quando o fundo estivesse acima de seu “benchmark”, a estratégia adotada ocasionaria um prejuízo, ou taxação, relevante aos cotistas finais do FIM no montante de 50% do ganho auferido pelo fundo.

Após negociações com o Comitê de Termo de Compromisso (CTC) da CVM, a Taquari e sua diretora aderiram a um contraproposta apresentada pelo órgão regulador do mercado de capitais. Pelo acordo, a Taquari terá que ressarcir a Fibra CSN Invest Plus em R$ 125.077,46, atualizado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), além de pagar o mesmo valor à CVM. Já Anna Cristina Cunha Machado da Silva acordou pagar à CVM o valor de R$ 250 mil.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

expandindo a produção

PetroRio aumenta participação em campo no pré-sal e ações sobe mais de 4%

Empresa passa a deter 64,3% da concessão, que tem potencial para produzir mais de 140 milhões de barris de óleo

no geral, foi bom

MRV fecha 2020 com recorde vendas, mas lucro cai 20,3%

Pandemia prejudica desempenho no primeiro semestre e empresa sente efeito do aumento dos custos com materiais nas margens

Melhora da economia

Desemprego nos EUA cai e número de postos de trabalho vem acima do esperado pelo mercado

Ambos os dados de emprego vieram melhores do que o esperado pelo mercado, o que deve pressionar os títulos norte-americanos

Dados do IBGE

Produção industrial cresce 0,4% em janeiro, mas segue abaixo do nível de 2011

Resultado da indústria divulgado pelo IBGE ficou dentro do esperado pelos analistas, cuja mediana apontava para os mesmos 0,4% de crescimento

Mercados hoje

Ibovespa se firma em alta após payroll surpreender; dólar também avança

O mercado global repercute a velocidade da trajetória de recuperação da economia americana.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies