Menu
2019-06-03T08:32:24-03:00
Seguindo a tendência

Corretoras investem em assessoria por WhatsApp

Para corretoras que já contam com estrutura de produção de conteúdo, o WhatsApp funciona como um complemento de comunicação, justamente pela agilidade que proporciona

3 de junho de 2019
8:32
Mulher usa Whatsapp
Imagem: Shutterstock

Com estrutura de dar inveja a empresas de marketing, corretoras de investimentos que já produziam conteúdo para redes sociais e plataformas de vídeo agora também atendem clientes via WhatsApp com boletins do mercado financeiro, assessoria de investimentos e alertas de vencimentos de títulos. "A gente tem que procurar o cliente onde ele está. E a maioria das pessoas está hoje no WhatsApp", diz Cristiane Belotti, superintendente de marketing da Órama Investimentos.

A assessoria de investimentos é o serviço mais prestado pelo aplicativo de mensagens entre as empresas do ramo. "É superágil. Tanto para demandas de clientes quanto para enviar notícias, alteração de cadastro. As pessoas respondem melhor que em outros meios de comunicação", conta Bianca Moura, gestora da Terra Investimentos. As corretoras enviam em massa boletins com os acontecimentos mais importantes do dia e análises, além de informativos institucionais, mas a conversa com o assessor pode acontecer na mesma plataforma, para ajudar na tomada de decisões e escolhas de produtos financeiros de maneira individualizada.

Para corretoras que já contam com estrutura de produção de conteúdo, caso da Necton, o WhatsApp funciona como um complemento de comunicação, justamente pela agilidade que proporciona. "No caso de algum vencimento importante, mandamos para o cliente o vídeo explicativo ou o texto pelo app de mensagens", diz Rafael Giovani, diretor da corretora. Em outros casos, a empresa prefere usar redes como o Youtube.

Outras corretoras já se preparam para aderir à ferramenta, como a MyCap, do Rio de Janeiro. "A ideia é que no próximo semestre o WhatsApp seja uma das nossas principais plataformas de atendimento", conta Alexandro Nishimura, gestor da corretora, que montou um estúdio na empresa para produzir conteúdos para o Youtube e para o APP.

Ainda há, no entanto, quem prefira outras maneiras de conversar com o investidor. A Easynvest, por exemplo, acredita que o atendimento aos clientes é mais organizado por meio do chat em sua plataforma própria.

A corretora ainda levanta a preocupação com a segurança. "Se o cliente tem o celular roubado, alguém pode continuar a conversa no app no lugar do investidor e causar danos ao patrimônio dele. Na nossa plataforma, é preciso entrar com login e senha. WhatsApp, por enquanto, a gente só estuda", conta Paiva. A Easynveste também não faz indicações de investimentos em nenhuma das plataformas em que divulga conteúdo.

Interesses

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que acompanha e analisa informações e movimentações envolvendo participantes do mercado de capitais no País, informou em nota que a comunicação que envolve indicação de investimentos deve adotar princípios como "lealdade ao cliente, tratamento de conflitos de interesse, full disclosure (divulgação da informação completa), linguagem serena e moderada e equilíbrio entre pontos, tais como riscos e benefícios, independentemente da mídia utilizada pela corretora".

O professor William Eid, coordenador do Centro de Estudos de Finanças da FGV, recomenda cautela nesse contato. "O investidor tem que saber que, em última análise, está tratando com um vendedor. É preciso avaliar os interesses envolvidos", explica.

Para Eid, as ferramentas digitais podem ajudar a criar uma cultura de poupança e investimentos. E recomenda a busca de informação em plataformas independentes a respeito dos produtos apresentados pelas corretoras. "O assessor pode ajudar a decidir entre uma opção ou outra, contanto que você saiba o que significa cada uma delas." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Número de casos do novo coronavírus no Brasil ultrapassa 510 mil

Com 480 mortes registradas nas últimas 24 horas, o número de óbitos pela covid-19 chega a 29.314

governo diante da crise

Bolsonaro atrasa promessas contra covid-19

Foram 17 compromissos sobre medidas de combate à pandemia entre 17 de março e 21 de abril. Dessas, 41% não foram cumpridas integralmente

crise em debate

Na China, preço do minério de ferro dispara 24%

Negociadores temem que a situação da pandemia por aqui provoque interrupções na cadeia de fornecimento do material

em meio à pandemia

Em Brasília, Bolsonaro vai a manifestação contra STF; São Paulo tem ato pró-democracia

Supremo tem sido alvo de ataques por parte do presidente após a Corte autorizar o cumprimento de mandados de busca e apreensão de aliados

conflito entre poderes

Ministro do STF compara Brasil à Alemanha de Hitler e diz que bolsonaristas querem ditadura

Em mensagem a ministros da corte, Celso de Melo diz que “é preciso resistir à destruição da ordem democrática”, segundo informações obtidas pela Folha de S. Paulo

histórico

SpaceX, de Elon Musk, chega à Estação Espacial; veja vídeo

Empresa finalizou primeira parte da missão espacial com astronautas da Nasa; operação deve abrir caminho para futuras viagens, inclusive turísticas

caos no país

EUA têm quinta noite seguida de protestos; ao menos 20 cidades declaram toque de recolher

Manifestações insurgiram após a morte de um homem negro de 46 anos, asfixiado por um policial branco no último dia 25; total de prisões é de 1,7 mil

DE OLHO NO LONGO PRAZO

Ouro ou imóveis: qual o melhor investimento para defender seu patrimônio?

Na hora da crise, os dois investimentos são considerados capazes de salvar seu dinheiro do derretimento dos mercados no longo prazo.

crise de saúde

Brasil tem 28.834 mortes por covid-19

Foram incluídas nas estatísticas 33.274 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 498.440 casos confirmados

conflito entre poderes

‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro sobre decisões do STF e e TSE

Decisões recentes de Cortes miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements