Menu
2019-06-23T16:40:39-03:00
Estadão Conteúdo
Agricultura

Chinês Qu Dongyu é eleito diretor-geral da FAO; Tereza Cristina comemora

O vice-ministro chinês assume o mandato a partir de 1º de agosto, no lugar do brasileiro José Graziano da Silva, que ocupa o cargo desde 2012

23 de junho de 2019
16:40
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina: ela comemorou a eleição do vice-ministro chinês - Imagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Vice-ministro da Agricultura e Assuntos Rurais da China, Qu Dongyu, foi eleito, na manhã deste domingo, 23, diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Dongyu recebeu 108 votos do total 191 votos válidos para comandar a entidade até 31 de julho de 2023. A eleição ocorreu durante a 41ª Conferência da FAO, que está sendo realizada em Roma.

O vice-ministro chinês assume o mandato a partir de 1º de agosto, no lugar do brasileiro José Graziano da Silva, que ocupa o cargo desde 2012. Dongyu é biólogo por formação e exerceu longa carreira como pesquisador na Academia Chinesa de Ciências Agrárias.

Além de Qu Dongyu, Catherine Geslain-Lanéelle, ex-diretora do Departamento de Dese Econômico e Ambiental de Empreendimentos do Ministério da Agricultura da França, e David Kirvalidze, que foi ministro da Agricultura da Geórgia por dois mandatos, também estavam na disputa. Geslain-Lanéelle recebeu 71 votos e Kirvalidze, que contava com apoio dos Estados Unidos, recebeu 12.

Antes da votação, Dongyu disse que pretende se concentrar na erradicação da fome e da pobreza, no desenvolvimento digital das áreas rurais e no melhor uso da terra através da transformação da produção agrícola. "Trabalharei pelo povo e por todos os agricultores. Por uma FAO dinâmica, por um mundo melhor", disse após ser eleito.

O vice-ministro chinês prometeu também que o seu país seguiria os regulamentos da FAO e que seria imparcial e neutro na diretoria da entidade. Na mesma linha, a delegação chinesa afirmou que o novo diretor-geral vai reformar a FAO em pouco tempo e garantiu que a China vai manter seus compromissos de cooperação mundial em favor do desenvolvimento da agricultura.

Comemoração brasileira

A candidatura de Dongyu contava com o apoio oficial do governo brasileiro. A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que está em Roma, comemorou a eleição do vice-ministro chinês, em sua conta oficial no Twitter.

Em nota oficial, o Ministério da Agricultura destacou que a pauta de Dongyu "é voltada para a facilitação da agenda internacional de países em desenvolvimento e inclusão digital no campo".

Antes da viagem à Roma, Tereza Cristina reforçou que a eleição na FAO aumenta a cooperação entre a China e o Brasil.

Segundo a ministra, os dois países têm muitos assuntos para definir dentro da pauta agrícola. Em maio, a ministra liderou missão à China, quando debateu a habilitação de mais frigoríficos brasileiros para exportação de carnes ao mercado chinês.

Orlando Ribeiro, secretário de Relações Internacionais, e Fernando Abreu, representante permanente do Brasil na FAO, acompanharam a comitiva brasileira na cerimônia. Argentina e Uruguai também apoiaram a eleição de Dongyu.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

MERCADOS HOJE

Ibovespa ignora tensão em Brasília e busca romper marca histórica; dólar recua

Exterior positivo traz fôlego aos negócios locais, mas problemas em Brasília persistem

Exile on Wall Street

Bolsa não precisa de motivos para subir e os ganhos acontecerão – mesmo no pior cenário

Do fim de fevereiro até este meio de abril, o Ibovespa retomou os 120 mil pontos rapidamente, e sem qualquer utopia. Isso nos traz uma importante lição enquanto investidores agnósticos: a Bolsa não precisa de motivos para subir. Repita o mantra: não precisa de motivos para subir, não precisa de motivos… assim como você não […]

Taxa zero pra todo o lado

Easynvest zera taxa de corretagem para maioria das operações com ações, BDRs e opções

A corretora digital já não cobrava por investimentos em renda fixa e agora quer expandir essa ideia para ações, BDRs e opções do aplicativo

O melhor do Seu Dinheiro

A magia dos dados da Boa Vista, Arezzo, Hering e outros destaques do dia

No começo do ano, vazaram na internet dados de mais de 220 milhões de brasileiros, incluindo CPF, nome, endereço e renda. O número é maior que o da população brasileira porque o arquivo incluía pessoas que já faleceram. Mas não são apenas criminosos que espalham referências sobre quem somos por aí. Todos os dias nós […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies