Menu
2019-09-03T19:53:37-03:00
Estadão Conteúdo
Passou a tesoura

BC do Chile decide cortar taxa básica de juros em 50 pontos-base, a 2%

Dirigentes da instituição apontam para uma piora do cenário externo desde seu último encontro

3 de setembro de 2019
20:48 - atualizado às 19:53
Moedas do Chile
Imagem: Shutterstock

O Banco Central do Chile decidiu hoje reduzir sua taxa básica de juros em 50 pontos-base, a 2,0%. A medida foi adotada por unanimidade entre os dirigentes e o comunicado afirma que a principal notícia desde a reunião anterior havia sido "a piora do cenário externo".

O BC chileno afirma que houve um recrudescimento no conflito comercial entre Estados Unidos e China, com impacto em outras economias integradas nas cadeias de valor e nos mercados financeiros.

Além disso, a economia global continua a desacelerar, com destaque para o enfraquecimento da indústria.

Há ainda riscos geopolíticos, entre eles o complicado processo de saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit, e uma "severa deterioração da situação da Argentina".

Nesse contexto, houve relaxamento monetário em nível global, enquanto os mercados continuam a mostrar alta volatilidade e aversão ao risco.

O mercado financeiro local seguiu os acontecimentos externos, com destaque para a depreciação do peso chileno frente ao dólar e para a queda da bolsa e das taxas de juros de longo prazo, afirma o BC.

O conselho concluiu que o desempenho da economia no segundo trimestre e suas perspectivas apontam para que a convergência da inflação à meta tomará mais tempo, o que tornou necessário um maior estímulo monetário.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

gestão segue independente

Holding do BTG Pactual compra consultoria de energia PSR

Um dos principais objetivos da parceria é propiciar a expansão da companhia no mercado global de energia

recursos contra a doença

Câmara aprova liberação de R$ 1,9 bilhão para compra de vacinas contra Covid-19

Dinheiro vai custear contrato entre a Fiocruz, vinculada ao Ministério da Saúde, e o laboratório AstraZeneca; recursos virão da emissão de títulos públicos

permissão especial

Anvisa divulga regras para autorização emergencial de vacina contra covid-19

Modo simplificado terá menos exigências do que os registros de outros medicamentos e tratamentos, mas a agência declarou que serão garantidos requisitos de segurança

seu dinheiro na sua noite

Uma previsão (conservadora) para a bolsa em 2021

Depois de tudo que passamos em 2020 (e o ano ainda não acabou), eu admiro a coragem de quem se arrisca a fazer previsões para o desempenho dos investimentos. As estimativas podem parecer mero chute — e às vezes são mesmo — mas no geral têm fundamento. Com algum trabalho, é possível calcular o fluxo […]

emissão de dívida em dólar

Tesouro capta US$ 2,5 bilhões no exterior com títulos de 5, 10 e 30 anos

Houve forte demanda pelos títulos de dívida externa, que superou a oferta em mais de 3 vezes, diz instituição; volume emitido com bônus de 10 anos foi o maior, de US$ 1,25 bi

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies