Menu
2019-01-31T16:57:19-02:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Pelo celular

Bradesco espera triplicar número de clientes do banco digital Next

Banco projeta alcançar 1,5 milhão de correntistas no fim deste ano. Em novembro passado, o número de contas abertas pelo Next era de 5 mil por dia

31 de janeiro de 2019
9:17 - atualizado às 16:57
next bradesco
Imagem: Divulgação

O Next, banco digital do Bradesco, alcançou 500 mil correntistas ativos no fim do ano passado. E a expectativa do banco é triplicar esse número e alcançar 1,5 milhão de contas neste ano.

No fim de novembro, o número de contas abertas pelo Next era de 5 mil por dia. Foram 218 mil novos clientes apenas no quarto trimestre do ano passado. Desse total, 77% não eram clientes do Bradesco.

"O número mostra que o Next está atingindo objetivo principal, que é renovar a nossa base de clientes", afirmou o presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, em teleconferência com jornalistas.

A taxa de cancelamento (churn) é desde o lançamento do banco digital, em outubro de 2017, é inferior a 1,5%, ainda segundo o Bradesco.

O número de transações pelo aplicativo do Next atingiu 45 milhões nos últimos três meses do ano, alta de 50% em relação ao trimestre anterior.

"Além de abrirem as contas, nossos clientes estão cada vez mais engajados com a proposta de valor do Next", diz o Bradesco, no relatório que acompanha o balanço anual.

Menos agências

Com o aumento do uso dos canais digitais de atendimento, como o celular, o Bradesco reduziu em 132 o número de agências físicas ao longo do ano passado, para 4.617 pontos.

Lazari atribuiu o fechamento aos ajustes para reduzir a sobreposição de agências após a aquisição do HSBC. "As agências têm que ser rentáveis. Não abrimos mão da remuneração do capital dos nossos acionistas", afirmou.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies