Menu
2019-04-25T14:51:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Plataformas de investimento

Banco Inter vai devolver ao cliente parte da taxa de fundos de investimento

Após conta sem tarifas, banco digital anuncia “cashback” de taxas que seriam destinadas aos intermediários, como os agentes autônomos

24 de abril de 2019
13:16 - atualizado às 14:51
Aplicativo do Banco Inter
Aplicativo do Banco Inter - Imagem: Divulgação

Depois de conquistar mais de 2 milhões de clientes com sua conta digital sem tarifas, o Banco Inter também quer conquistar os investidores pelo bolso. A instituição anunciou que vai passar a devolver em dinheiro uma parte das taxas de administração e performance cobradas nos fundos de investimento disponíveis na plataforma do banco.

A proposta do Banco Inter com o chamado "cashback" é entregar ao cliente metade das taxas que em outras instituições financeiras são destinadas a intermediários, como corretoras e agentes autônomos.

A iniciativa deve abrir uma nova frente na disputa pelo mercado de investimentos. A Pi, plataforma lançada recentemente pelo Santander, também se propõe a devolver ao cliente a remuneração que seria destinada ao agente autônomo, mas em um sistema de pontos conversíveis em reais, que poderão ser resgatados ou reinvestidos.

Vale lembrar que nem todos os fundos disponíveis na plataforma do Banco Inter terão esse benefício. Os produtos com cashback terão um selo específico.

"Os clientes que já possuem fundos participantes do programa só precisam aderir ao termo de uso do cashback para começarem a receber dinheiro de volta", informa a empresa, em comunicado.

A Plataforma Aberta Inter (PAI) foi lançada no final do ano passado, com opções de investimento do próprio banco e de outras instituições, e hoje conta com 176 mil investidores.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

responsabilização

JBS aprova em assembleia ação contra irmãos Batista

Processo diz respeito a prejuízos causados por crimes revelados nos acordos de colaboração e leniência firmados pela JBS com a Procuradoria Geral da República

em live

Se necessário, voltaremos a fazer transferência do BC para o Tesouro, diz secretário

Em agosto, CMN já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional

Balanço do mês

Bitcoin e dólar são os melhores investimentos de outubro; ativos de risco ficaram para trás de novo

Por pouco o Ibovespa não ficou entre os melhores investimentos do mês, mas segunda onda de coronavírus na Europa derrubou as bolsas; risco fiscal, eleições americanas e indefinição quanto a estímulos fiscais nos EUA também pesaram

seu dinheiro na sua noite

O saci à solta nos mercados

Não sei dizer exatamente quando nem quem tomou a iniciativa de importar dos países anglófonos a celebração do Halloween, o Dia das Bruxas. O fato é que desde que as crianças brasileiras começaram a sair fantasiadas pedindo doces no último dia de outubro houve uma série de tentativas de “tropicalizar” o evento. Embora não seja […]

Disparou

Dívida bruta do governo deverá encerrar o ano em 96% do PIB

Endividamento cresceu 20,2 pontos por causa de pandemia.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies