Menu
2019-07-01T15:04:15-03:00
Estadão Conteúdo
fazendo as contas

Etanol recua em 19 Estados e no DF; preço médio cai 0,89% no País

Já valor médio da gasolina vendido nos postos brasileiros recuou em 22 Estados na semana passada, segundo a ANP

1 de julho de 2019
12:54 - atualizado às 15:04
Posto de combustível em Brasília
Posto de combustível em Brasília - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os preços médios do etanol hidratado recuaram em 19 Estados brasileiros e no Distrito Federal na semana passada, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. Houve alta em seis Estados e no Amapá não foi feita avaliação.

Na média dos postos brasileiros pesquisados pela ANP houve recuo de 0,89% no preço médio do etanol na semana passada ante a anterior, de R$ 2,803 para R$ 2,778. Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, houve baixa de 1,39% no período e a cotação média do hidratado variou de R$ 2,593 para R$ 2,557 o litro. A maior queda semanal, de 2,19%, foi na Bahia e a maior elevação, de 1,23%, foi em Alagoas.

Na comparação mensal, os preços do etanol recuaram em 23 Estados e no Distrito Federal e subiram apenas na Paraíba e em Tocantins. Sem avaliação na semana passada, não houve base de comparação mensal no Amapá. Na média brasileira o preço do biocombustível pesquisado pela ANP acumulou baixa mensal de 5,70%, com destaque para Mato Grosso, maior recuo individual, de 7,70% no período.

O preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 2,159 o litro, em São Paulo e o menor preço médio, de R$ 2,436, foi em Mato Grosso. O preço máximo individual de R$ 4,970 o litro, foi registrado em um posto do Pará e o Rio Grande do Sul registrou o maior preço médio, de R$ 4,116 o litro.

Gasolina

O valor médio da gasolina vendido nos postos brasileiros recuou em 22 Estados brasileiros na semana passada, segundo dados da ANP compilados pelo AE-Taxas. Houve alta apenas no Distrito Federal, no Maranhão, no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Norte. Em Tocantins, não houve variação entre as semanas.

Na média nacional, o preço médio recuou 0,45% na semana sobre a anterior, de R$ 4,445 para R$ 4,425. Em São Paulo, maior consumidor do País e com mais postos pesquisados, o litro da gasolina caiu 0,62%, de R$ 4,168 para R$ 4,142, em média. No Rio de Janeiro, o combustível subiu 0,02%, de R$ 4,927 para R$ 4,928, em média. Em Minas Gerais houve a queda no preço médio da gasolina foi 0,15%, de R$ 4,715 para R$ 4,708 o litro.

Vantagem

Os preços médios do etanol continuaram vantajosos ante os da gasolina em cinco Estados brasileiros na semana passada - Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, São Paulo e Paraná -, todos grandes produtores do biocombustível. O levantamento da ANP compilado pelo AE-Taxas considera que o etanol de cana ou de milho, por ter menor poder calorífico, tenha um preço limite de 70% do derivado de petróleo nos postos para ser considerado vantajoso.

Em Mato Grosso, o hidratado é vendido, em média, por 54,77% do preço da gasolina, em Goiás a 63,24% e em Minas Gerais a 61,98%. Em São Paulo, a paridade ficou em 61,73% e no Paraná em 67,54%.

Na média dos postos pesquisados no País, a paridade é de 62,78% entre os preços médios de etanol e gasolina, também favorável ao biocombustível. A gasolina foi mais vantajosa no Rio Grande do Sul, com a paridade de 90,42% para o preço do etanol.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Após vacinação e apoio fiscal

Economia dos EUA está “em ponto de inflexão” positivo, diz Powell, do Fed

Economia norte-americana está prestes a começar a crescer muito mais rapidamente, afirmou presidente do banco central norte-americano em entrevista

nos estados unidos

Remuneração de CEOs cresceu em meio à pandemia

Recuperação do mercado de ações impulsionou ganhos de executivos em 2020, que tiveram remuneração média de US$ 13,7 mi no período

Após estremecimentos

China quer parceria estratégia com Brasil, diz chanceler asiático

Chanceler chinês, Wang Yi, falou com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto Franco França.

entrevista

Bittar reafirma que Guedes sabia de acordo para destinar verba a emendas

Apontado como um dos artífices da “maquiagem” no Orçamento, o senador Marcio Bittar diz que não chegou sozinho ao valor de R$ 29 bilhões em emendas

Apesar da pandemia

Saúde perde espaço em emendas parlamentares

Números mostram estratégia dos parlamentares para destinar recursos para obras e projetos de interesse eleitoral em seus redutos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies