Menu
2019-04-09T08:50:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
meio ambiente

Comissão do Senado vai à Justiça contra leilão de petróleo

Em ação, os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Fabiano Contarato (Rede-ES), baseiam-se em denúncia publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo

9 de abril de 2019
8:50
Plataforma de petróleo da Petrobras
Imagem: Ag. Petrobras

A Comissão de Meio Ambiente do Senado quer que a Agência Nacional do Petróleo (ANP) exclua sete blocos de petróleo da 16ª Rodada de Licitações, prevista para ocorrer em outubro.

O grupo ingressou na tarde de ontem, 8, na Justiça Federal, com uma ação de tutela cautelar antecedente. A ação, assinada pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Fabiano Contarato (Rede-ES), baseia-se em denúncia publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

A reportagem revela que pareceres da área técnica do Ibama foram ignorados pelo presidente do órgão Eduardo Fortunato Bim, para que sete blocos fossem mantidos no leilão — sendo que parte desses blocos fica em região extremamente sensível de meio ambiente e próximo ao Parque Nacional de Abrolhos.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Expansão

Rede D’Or assina memorando para aquisição de hospital na Paraíba

Documento prevê que Rede detenha 51% do capital social do Hospital Nossa Senhora das Neves

Após investigação

China multa Alibaba em US$ 2,8 bilhões por prática de monopólio

Foco foi prática que força comerciantes a escolherem uma plataforma, em vez de poderem trabalhar com mais.

Efeitos da Covid

Grupo Educação Metodista se prepara para pedir recuperação judicial

Com dívidas de cerca de R$ 500 milhões e em dificuldades desde 2015, o grupo viu sua situação se deteriorar em meio à pandemia

Cessão onerosa

Petrobras: Conselho aprova acordo sobre excedentes em Sépia e Atapu

Para a área de Atapu, a participação da estatal na cessão onerosa fica em 39,5% e em Sépia de 31,3%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies