Menu
2019-08-31T15:43:53-03:00
AGTECH

Sudeste tem quase 70% das startups agro do país

Segundo o levantamento, a Região Sudeste é seguida pela Sul, com 257 startups do agro. O Centro-Oeste tem 71 empresas, enquanto o Nordeste tem 41 e a Região Norte, apenas 16

31 de agosto de 2019
15:35 - atualizado às 15:43
soja agro
Plantação de soja no Brasil - Imagem: Shutterstock

Os quatro Estados da Região Sudeste concentram 66% das startups dedicadas ao agronegócio (agtechs, no jargão do ramo) do Brasil, com 739 empresas. Ao todo, o País possui 1.125 empresas de tecnologia no setor.

Os dados fazem parte do estudo Radar AgTech, divulgado ontem pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em parceria com o fundo SP Ventures e a consultoria Homo Ludens.

Segundo o levantamento, a Região Sudeste é seguida pela Sul, com 257 startups do agro. O Centro-Oeste tem 71 empresas, enquanto o Nordeste tem 41 e a Região Norte, apenas 16.

Para chegar ao número, o Radar Agtech fez buscas em sites, consultou bases de dados de investidores, investigou a relação de startups inscritas em programas de aceleração e monitorou editais e eventos do setor.

Especialistas ouvidos pela reportagem disseram que a concentração nas Regiões Sul e Sudeste - que abrigam quase 90% das agtechs do Brasil - ocorre pela presença de empreendedores qualificados, grande mercado consumidor, investidores e pela força do agronegócio nessas áreas. Juntas, as duas regiões têm 107 milhões de habitantes e concentram seis dos dez Estados mais ricos do País.

"Nessas regiões há parques tecnológicos e polos de inovação, assim como universidades e institutos de pesquisa em quantidade", disse Cleidson Dias, da Secretaria de Inovação da Embrapa e responsável pelo levantamento. "As dificuldades em reduzir essa concentração são inerentes à existência de ambientes de inovação."

Para Francisco Jardim, do fundo estadual SP Ventures, especializado em agtechs, existe uma descentralização maior no setor do que em outras áreas de atuação das startups dentro do Estado de São Paulo.

Isso porque há uma forte presença de agtechs em cidades do interior, como Piracicaba, Ribeirão Preto e Campinas. Juntos, os três municípios são berço de 116 empresas de base tecnológica focadas no agronegócio.

Os dados do Radar AgTech levam em consideração apenas a cidade de origem das startups. No último mês de julho, uma reportagem publicada pelo Estado mostrou que Piracicaba era a "capital das agtechs", reunindo cerca de 120 empresas do tipo - a Associação Brasileira de Startups (ABStartups), no entanto, considera não apenas as startups que nasceram na cidade, mas também as que têm escritório por lá.

Desafios

Para Jardim, do SP Ventures, o desenvolvimento do ecossistema de startups do setor enfrenta desafios como estrutura tributária complexa, falta de mão de obra qualificada e escassez de capital.

Outro fator que afeta as empresas é falta de conectividade no campo. Apesar disso, ele diz que o Brasil está na vanguarda de uma grande transformação tecnológica pela qual passa o agronegócio.

Para o pesquisador Guilherme Raucci, da FGV-SP, é preciso modernizar o financiamento para agtechs e melhorar a formação profissional. "As pessoas não saem da faculdade preparadas para um mercado que exige aprendizado constante", diz. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

mp 925

Câmara conclui votação de MP da Aviação e texto segue para Senado

A proposta traz ações emergenciais ao setor de aviação civil para mitigar os efeitos da crise gerada pela pandemia

mundo aéreo

Azul vende participação de 6% na TAP para governo português, por R$ 65 milhões

A companhia aérea Azul informou nesta quarta-feira, 8, que vendeu a participação indireta de 6% que detinha na aérea portuguesa TAP, para o governo de Portugal. O valor fechado foi de R$ 65 milhões

Um milhão em três meses

Em meio à pandemia, Banco Inter alcança 6 milhões de clientes da conta digital

No mês de abril, o banco havia informado que tinha alcançado 5 milhões de clientes. Na ocasião, também disse que só no primeiro trimestre o número de novas contas bateu recorde

seu dinheiro na sua noite

Quanto vale um triz? Hoje, 231 pontos

No seu livro de crônicas “Comédias para se ler na escola”, Luis Fernando Verissimo discorre sobre os possíveis significados e origens das expressões “tintim” e “triz” – seriam unidades de medida que caíram em desuso? Subdivisões do espaço e do tempo? – e sai com a ótima tirada de que ambos pertenceriam ao obscuro mundo […]

coronavírus no país

Covid-19: Brasil tem 67,9 mil mortes e 1 milhão de curados

País acumula 1,7 milhão de casos confirmados do novo coronavírus

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements