Menu
2019-04-11T11:02:57-03:00
boa safra

Produção de grãos em 2019 deverá ser a 2ª maior da história, diz Conab

Dados são da safra 2018/19; soja, milho, arroz e algodão apresentam-se como as principais culturas produzidas no País, representando 94,5% da safra

11 de abril de 2019
11:02
soja agro
Plantação de soja no Brasil - Imagem: Shutterstock

A produção de grãos no Brasil na safra 2018/2019 deve alcançar 235,34 milhões de toneladas, o que corresponde a um aumento de 3,4% (mais 7,7 milhões de t) em comparação com o período anterior (227,67 milhões de t).

O resultado representa a segunda maior safra da série histórica, e aumento de 2 milhões de t ante a previsão de fevereiro (233,29 milhões de t). Os números fazem parte da 7ª pesquisa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgada nesta quinta-feira, 11.

Conforme a Conab, soja, milho, arroz e algodão apresentam-se como as principais culturas produzidas no País, representando 94,5% da safra. A produção de soja é estimada em 113,8 milhões de toneladas (queda de 4,6% ante o recorde de 2017/18, que foi de 119,28 milhões de t), podendo alcançar o título de terceira maior safra da série histórica.

A melhora da produção de milho na segunda safra também contribui para puxar os números da safra 2018/19. A colheita prevista do milho total em 94 milhões de toneladas representa aumento de 16,5% comparado à safra anterior (80,71 milhões de t). A segunda safra do cereal deve atingir 68,14 milhões de toneladas ante 53,90 milhões de t em 2017/18 (aumento de 26,4%). A primeira safra de milho, de verão, já colhida, está projetada em 25,87 milhões de t (queda de 3,5% ante a anterior, de 26,81 milhões de t).

A safra de algodão em pluma pode alcançar 2,65 milhões de toneladas, com uma elevação de cerca de 32% frente à safra 2017/18 (2 milhões de t). A área plantada deve crescer 35%, alcançando 1,17 milhão de hectares.

Já a produção de arroz deve registrar 10,7 milhões de toneladas, queda de 11,7% ante 2017/18 (12,06 milhões de t).

As três safras de feijão devem apresentar leve aumento de 0,5%, de 3,12 milhões de t em 2017/18 para 3,13 milhões de t em 2018/19. A primeira safra da leguminosa deve cair 24,5%, de 1,29 milhão de t para 971,7 mil t. A segunda safra pode crescer 18,6%, de 1,22 milhão de t para 1,44 milhão de t. A terceira safra de feijão está prevista em 716,7 mil t ante 613,8 mil t.

A Conab estima que, entre as culturas de inverno, a safra de trigo deve atingir 5,63 milhões de t, aumento de 3,7% em comparação com 2018 (5,43 milhões de t).

Conforme a Conab, a área plantada total em 2018/19 deve crescer 2,1%, de 61,72 milhões de hectares em 2017/18 para 63,03 milhões de hectares em 2018/19. A área plantada da soja, principal cultura, cresceu 1,8%, correspondendo ao plantio de 35 milhões de hectares. Os maiores aumentos de área são de soja (626 mil hectares), milho segunda safra (702,8 mil hectares) e algodão (410,8 mil hectares).

Para o superintendente de Informações do Agronegócios da Conab, Cleverton Santana, o resultado da safra 2018/19 tem como aliado o aumento de área.

"Enquanto o milho primeira safra perdeu espaço para feijão, cana-de-açúcar e pastagens, o outro foi favorecido pela antecipação da colheita da soja e pela possibilidade do aproveitamento integral da janela climática, criando a expectativa de bons rendimentos na lavoura", disse ele, em comunicado. "A área do primeira safra sofreu uma redução de 1,3%, mas o da segunda cresceu 6,1% referente ao período anterior", completou.

A Conab informa, ainda, que, nessa temporada, a semeadura da segunda safra praticamente foi encerrada nos principais Estados produtores, especialmente naquelas áreas colhidas com as variedades precoces da soja, e o plantio neste exercício ocorrerá, de forma geral, mais rápido que o verificado na safra passada.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

ARMADILHAS FINANCEIRAS

Dois investimentos que parecem uma boa, mas são ‘cilada’

As armadilhas costumam travestir-se de “grandes retornos, com baixo risco”.

Coronavírus

Brasil atinge 100 mil mortos por covid-19; STF decreta luto de 3 dias

Enquanto isso, Bolsonaro destaca 2 milhões de recuperados

Balanço

Lucro da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, sobe 87% no 2º trimestre

Recuperação do mercado de ações teve bons reflexos no balanço da companhia do megainvestidor Warren Buffett, mas no ano a empresa ainda amarga prejuízo

Às vésperas do orçamento

Ministros pedem mais recursos a Guedes

Sob pressão interna para ampliar os gastos como forma de combater os efeitos econômicos da covid-19, o ministro da Economia, Paulo Guedes, precisa entregar o Orçamento do ano que vem até o dia 31 deste mês

Entrevista

Meirelles: ‘A raiz da pressão por aumento de gastos é sempre a mesma, eleição’

Em entrevista ao Estadão, Henrique Meirelles lembra que o País tem pouca memória e que quebrar o teto levaria a uma crise muito maior do que a de 2015

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements