Menu
2018-10-11T11:36:20-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Rumo incerto

Neoenergia espera eleições para decidir se ‘coloca o pé’ na bolsa

Expectativa do mercado é de que companhia, controlada pela espanhola Ibderola, anuncie sua abertura de capital até dezembro

11 de outubro de 2018
11:33 - atualizado às 11:36
Neoenergia
Companhia investiu R$ 4 bilhões em 2017 - Imagem: Divulgação

A companhia elétrica Neoenergia, controlada pela espanhola Iberdrola, está atenta aos desfechos das eleições para decidir se abrirá capital na bolsa. A informação é do "Broadcast", do Estadão. A empresa tem planos de negociar pelo menos 25% de suas ações no mercado.

Segundo fontes consultadas pelo "Estado de S. Paulo", os planos são de que o Banco do Brasil saia totalmente do negócio com a Oferta Pública de Ações (IPO, em inglês). O banco público tem 9,34% de participação na companhia, seguido pela Previ (fundo de pensão do Banco do Brasil), com 38,21%. A Iberdrola é o maior acionista e controlador, com os 52,45% restantes.

Próximo passo

No ano passado, quando a Neoenergia anunciou a fusão com a Elektro, a abertura de capital era o próximo passo da estratégia da elétrica. No entanto, o ambiente de negócios voltou a ficar mais complexo após as delações dos irmãos Batistas, em maio do ano passado, e o preço oferecido pelos investidores não animou os acionistas, que adiaram a ida da companhia à Bolsa.

No mercado, a expectativa é de que a transação ocorra até dezembro, após as eleições de segundo turno. Pessoas ligadas à empresa acreditam, contudo, que se o ambiente não estiver favorável - a depender dos resultados das urnas -, o processo poderá ficar para o ano que vem. Procurados pelo Estadão, BB e Previ não comentam. A Neoenergia afirmou que não comenta sobre o processo e que essa é uma decisão dos acionistas.

Ativo atraente

Considerado um negócio atraente no mercado, a Neoenergia controla as distribuidoras Elektro (SP), Celpe (PE), Cosern (RN) e Coelba (BA), usinas de energia, como Teles Pires, e ainda atua na transmissão de energia. A companhia investiu R$ 4 bilhões em 2017, valor 39,19% maior que em 2016, quando fez aporte de R$ 2,86 bilhões. As receitas somaram R$ 20,5 bilhões, crescimento de 38,2% sobre o ano anterior.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Contas brasileiras em jogo

STF retoma julgamento sobre ICMS e PIS/Cofins; decisão pode ter impacto de R$ 258,3 bilhões para União

Os ministros já haviam declarado inconstitucional a cobrança de ICMS na base de cálculo do PIS/Cofins, mas o governo pede que a decisão não tenha efeito retroativo

São Jorge e o dragão inflacionário

A grande e ameaçadora besta da inflação começa a sair do seu sono profundo. Aos poucos, movimenta as asas e mexe sua cauda incendiária. Um vagaroso e temerário despertar. Nem de longe está cuspindo fogo — e quem viveu no Brasil nos anos 80 e 90 lembra bem do seu poder destrutivo. Mas mesmo o […]

FECHAMENTO

Dragão americano da inflação assombra ativos globais e resultado é bolsa, dólar e juros sob pressão; Ibovespa recua 2% e volta aos 119 mil pontos

A pressão inflacionária superou até mesmo o cenário político interno caótico nos holofotes do mercado e levou o principal índice brasileiro a amargar uma queda brusca

Primeiro encontro

Presidentes de Petrobras e BR se reúnem para tratar da saída da estatal da distribuidora

Os executivos, que assumiram os cargos há cerca de uma vez, discutirão a venda da participação de 37,5% que a Petrobras ainda detém na empresa

Trabalho em equipe?

Biden e oposição tentam acordo para aprovar pacote de infraestrutura

Um dos maiores pontos de divergência entre o presidente e líderes republicanos é o aumento de impostos para financiar a proposta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies