Menu
2019-04-04T12:03:38-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
câmbio

Estrangeiro vende US$ 4,5 bilhões no mercado futuro de dólar

Redução de posição comprada ao longo da semana ajuda a explicar queda na cotação do dólar

21 de dezembro de 2018
10:42 - atualizado às 12:03
dólares nota
Imagem: Shutterstock

O investidor estrangeiro vem reduzindo o tamanho de sua “aposta” contra o real. Na semana, a venda líquida em contratos de dólar futuro foi de US$ 4,5 bilhões. O que ajuda a explicar o movimento de baixa na cotação da moeda visto nos últimos pregões. O dólar comercial cai 1,2% na semana, negociado na faixa de R$ 3,86.

É na B3 que comprados, que ganham com a alta do dólar, e vendidos, que ganham com a queda da moeda, protegem suas exposições em outros mercados e fazem apostas direcionais na moeda americana.

A posição total do estrangeiro, que considera dólar futuro e cupom cambial (DDI, juro em dólar), segue comprada em US$ 35,8 bilhões. Mas é a menor desde o fim de setembro, e já caiu em US$ 5,9 bilhões em comparação com o recorde de US$ 41,7 bilhões visto no dia 10 de dezembro, pregão no qual o dólar foi acima de R$ 3,92.

A avaliação de ganhadores e perdedores nesse mercado é sempre feita em tese, pois não sabemos a que preço as posições foram montadas e se esses agentes possuem exposição ao dólar no mercado à vista e de balcão.

Se o estrangeiro vende, alguém compra. No caso, bancos e fundos de investimentos atuaram como a maior contraparte, no que pode ser visto como uma realização de lucros. Na semana, até o pregão de ontem, os bancos tinham comparado US$ 3,1 bilhões em contratos futuro de dólares e os fundos levaram outro US$ 1,2 bilhão.

Olhando a posição líquida total, que inclui os contratos de DDI, os bancos estão vendidos em US$ 11,557 bilhões, contra US$ 14,6 bilhões no fim na semana passada. Já os fundos têm estoque vendido de US$ 26,132 bilhões, contra US$ 27,4 bilhões.

Ibovespa futuro

No mercado de índice futuro o pregão de ontem foi de movimentação mais intensa. O estrangeiro elevou a posição vendida de 139 mil contratos para 151 mil. Na ponta oposta, os fundos elevaram a posição comprada de 126 mil para 137 mil contratos.

Uma forma de ler as posições no Ibovespa futuro é como uma proteção (hedge) às oscilações no mercado à vista. Se investidor está comprado em bolsa no mercado à vista ele vai proteger essa exposição no mercado futuro vendendo contratos de Ibovespa.

No entanto, o mercado também opera o Ibovespa futuro com um ativo em si, podendo montar apostas de alta (comprado) ou de queda (vendido) no Ibovespa.

Posição BMF
Infogram
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

disciplina fiscal

Candidatos, Lira e Pacheco criam ruído no mercado com possibilidade de prorrogação do auxílio

Pacheco falou em sacrificar algumas premissas econômicas para “poder manter alguma forma de socorro a essas pessoas”; Lira disse que tinha a impressão de mercado poderia aceitar a medida, estando dentro do teto

eu vejo uma alta

Sem forward guidance, pergunta agora é: quando a Selic vai subir?

Aceleração da inflação e riscos do lado fiscal levam analistas a estimarem que primeira alta virá antes que o esperado

mudança de governança

CEO da Copel sinaliza que interferências políticas são coisas do passado

Daniel Slaviero apresentou ao mercado os pilares que nortearão a nova política de governança corporativa da elétrica

em são paulo

Luciano Hang tem alta hospitalar após ser internado com covid-19

Mais cedo, ele realizou uma live na rede social, em que contou que permaneceu assintomático

após reclamações

C6 Bank é multado em R$ 7 milhões pelo Procon-SP por crédito consignado

Procon ressalta que recebeu reclamações de consumidores de todo o Estado, que disseram que foram surpreendidos com empréstimos consignados não solicitados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies