Menu
2018-10-18T08:52:04-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Mercados

Estrangeiro vende mais de US$ 1,2 bilhão no mercado futuro

Movimentação do não residente ajuda a explicar queda do dólar abaixo de R$ 3,70

18 de outubro de 2018
8:52

As posições no mercado futuro ajudam a contar a história da queda do dólar no pregão de quarta-feira, quando a moeda rompeu a linha de R$ 3,70 e foi buscar mínimas não vistas desde maio a R$ 3,68. A pergunta agora é se há espaço para novas quedas e o comportamento de estrangeiros, bancos e fundos é que vai ditar se o dólar vai ou não para R$ 3,50 ou menos.

Na B3, os grandes vendedores de moeda foram os investidores estrangeiros. Foram mais de US$ 1,2 bilhão líquido considerando contratos de dólar e cupom cambial (DDI – juro em dólar). Ainda assim, a posição comprada, que pode ser vista como uma aposta de alta, segue próxima dos US$ 37 bilhões. Essa foi a primeira movimentação relevante do estrangeiro desde o dia 3 de outubro.

Quem deu saída ao gringo foram os bancos e os fundos de investimentos, que absorveram os dólares e reduziram sua posição vendida para US$ 17,3 bilhões e US$ 22 bilhões respectivamente.

A avaliação sobre possíveis perdas e ganhos com as posições é sempre feita em tese, pois não sabemos a que preço a compra ou venda foi feita. Além disso, esses agentes podem ter posições em moeda estrangeira no mercado à vista e em derivativos de balcão. Bancos, por regra, não podem ter exposição cambial direcional.

Ibovespa futuro

No mercado de contratos futuro de Ibovespa o estrangeiro também atuou firme na ponta de venda. A posição vendida soma 63.711 contratos. Cabe lembrar que até o dia 10 o não residente estava comprado em índice futuro e que essa posição chegou a encostar nos 175 mil contratos no fim do mês passado.

A principal contraparte do gringo, nesse mercado, é o investidor institucional, que mostra, agora, posição comprada em 59.368 contratos. No fim de setembro, os fundos de investimento estavam vendidos em 180 mil contratos.

Uma forma de ler as posições no Ibovespa futuro é como uma proteção (hedge) às oscilações no mercado à vista. Se investidor está comprado em bolsa no mercado à vista ele vai proteger essa exposição no mercado futuro vendendo contratos de Ibovespa.

No entanto, o mercado também opera o Ibovespa futuro com um ativo em si, podendo montar apostas de alta (comprado) ou de queda (vendido) no Ibovespa.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O melhor do Seu Dinheiro

A Pedra Filosofal do mercado financeiro e mais destaques da noite

O minério de ferro converteu-se na pedra filosofal dos mercados: tudo o que toca, vira ouro — como as ações da Vale e das siderúrgicas

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Mercado Financeiro e a Pedra Filosofal

De certa maneira, o mercado financeiro está cheio de alquimistas: tentam transformar dinheiro em mais dinheiro. Ações, câmbio, títulos de renda fixa, fundos imobiliários — no fim, o objetivo dos investidores é multiplicar o patrimônio. O problema é que não há fórmula mágica. Nem sempre as poções funcionam; na verdade, é relativamente comum que o […]

FECHAMENTO

Commodities dão força extra e bolsa fecha o dia em alta firme enquanto NY fica no vermelho

Com o exterior negativo, restou ao setor de commodities e energia salvar o Ibovespa da cautela. O dólar à vista aproveitou e teve um dia de leve queda

Oferta de ações

Softbank deve participar do IPO da Dotz, dizem fontes

Mesmo com a participação do fundo japonês e da presença de dois investidores-âncora, a demanda pelas ações da Dotz no IPO ainda está apertada, segundo fontes

Alta nos preços chama atenção

Governo Biden ‘leva possibilidade de inflação muito a sério’, diz Casa Branca

A porta-voz do governo reforçou, no entanto, que a maioria dos analistas econômicos avalia que haverá um avanço temporário dos preços no país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies