Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-11-18T09:14:18-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Esquemas de corrupção

Turbulências no radar do governo Bolsonaro; e dessa vez elas vêm da Agricultura

Reportagem da Folha mostra que a futura ministra da Agricultura de Bolsonaro está envolvida em esquemas de corrupção com a JBS

18 de novembro de 2018
11:13 - atualizado às 9:14
tereza-cristina
Tereza Cristina - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

Uma reportagem publicada no jornal Folha de S. Paulo neste domingo, 18, pode trazer novas instabilidades ao governo Bolsonaro e colocar água no chopp no recente otimismo do mercado com a equipe liberal do capitão, que nesta semana anunciou nomes de peso para comandar o Banco Central e o Tesouro Nacional.

Segundo o jornal, a nova ministra da Agricultura, deputada Tereza Cristina (DEM-MS), estaria envolvida em incentivos irregulares e negócios particulares com a JBS no período em que ela ocupava o cargo de secretária estadual de Agronegócio no Mato Grosso do Sul. Vale lembrar que a deputada chefiou a pasta no governo de André Puccinelli (MDB-MS), de 2007 a 2014, que foi preso em julho acusado de corrupção na Operação Lama Asfáltica.

A futura ministra é citada em documentos entregues por delatores da JBS em complemento ao acordo fechado em maio deste ano entre executivos da empresa e a Justiça. Entre os negócios feitos por Tereza estariam o arrendamento de terras para os irmãos Batista.

Também há documentos assinados por ela de Termos de Acordo de Benefícios Fiscais com o grupo JBS vinculados ao pagamento de propina de 20% a 30% do valor obtido com os créditos. Além desses incentivos, Tereza Cristina recebeu doação eleitoral da JBS.

A defesa da deputada alega que os acordos citados nos documentos ocorreram quando a empresa Seara ainda não pertencia à JBS. Já sobre a parceria na criação de gado, o advogado afirmou que não há vinculação com a atividade da futura ministra.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

ÚLTIMO ADEUS?

De malas prontas para deixar a B3, Banco Inter (BIDI11) reverte prejuízo em lucro líquido de R$ 19,2 milhões no terceiro trimestre

O banco digital também celebrou a marca de 14 milhões de clientes no período, um salto de 94% na comparação com o terceiro trimestre de 2020

Tecnologia em foco

As big techs na balança: veja como foi o trimestre de Google, Microsoft e Twitter

Três das principais big techs americanas reportaram seus balanços nesta noite; veja como se saíram Alphabet/Google, Microsoft e Twitter

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Pressão nos juros, Elon Musk mais rico e o brilho das ações das elétricas

As projeções de bancos e economistas para a alta da Selic não param de subir. É possível ver essa tendência semanalmente no boletim Focus, divulgado toda segunda-feira pelo Banco Central, em relatórios de diversas casas de análise e na curva dos juros futuros — que não param de ser revisados para patamares cada vez mais […]

ACIONISTAS FELIZES

Farra dos dividendos: Santander (SANB11), Klabin (KLBN11) e Porto Seguro (PSSA3) anunciam proventos; banco espanhol vai pagar R$ 3 bilhões aos acionistas

Confira mais detalhes sobre os valores por ação, previsão para o pagamento e a data-limite para entrar na festa de cada uma das três empresas

MERCADOS HOJE

Ibovespa volta a cair mais de 2% na véspera da decisão do Copom; inflação salgada e fiscal deteriorado comandaram o dia

O mercado financeiro aguarda ansioso pelas palavras do BC, que devem pesar a recente deterioração do cenário fiscal e a elevação dos preços. O Ibovespa teve novo dia de perdas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies