Menu
2018-11-18T09:14:18-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Esquemas de corrupção

Turbulências no radar do governo Bolsonaro; e dessa vez elas vêm da Agricultura

Reportagem da Folha mostra que a futura ministra da Agricultura de Bolsonaro está envolvida em esquemas de corrupção com a JBS

18 de novembro de 2018
11:13 - atualizado às 9:14
tereza-cristina
Tereza Cristina - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

Uma reportagem publicada no jornal Folha de S. Paulo neste domingo, 18, pode trazer novas instabilidades ao governo Bolsonaro e colocar água no chopp no recente otimismo do mercado com a equipe liberal do capitão, que nesta semana anunciou nomes de peso para comandar o Banco Central e o Tesouro Nacional.

Segundo o jornal, a nova ministra da Agricultura, deputada Tereza Cristina (DEM-MS), estaria envolvida em incentivos irregulares e negócios particulares com a JBS no período em que ela ocupava o cargo de secretária estadual de Agronegócio no Mato Grosso do Sul. Vale lembrar que a deputada chefiou a pasta no governo de André Puccinelli (MDB-MS), de 2007 a 2014, que foi preso em julho acusado de corrupção na Operação Lama Asfáltica.

A futura ministra é citada em documentos entregues por delatores da JBS em complemento ao acordo fechado em maio deste ano entre executivos da empresa e a Justiça. Entre os negócios feitos por Tereza estariam o arrendamento de terras para os irmãos Batista.

Também há documentos assinados por ela de Termos de Acordo de Benefícios Fiscais com o grupo JBS vinculados ao pagamento de propina de 20% a 30% do valor obtido com os créditos. Além desses incentivos, Tereza Cristina recebeu doação eleitoral da JBS.

A defesa da deputada alega que os acordos citados nos documentos ocorreram quando a empresa Seara ainda não pertencia à JBS. Já sobre a parceria na criação de gado, o advogado afirmou que não há vinculação com a atividade da futura ministra.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

respostas ao mercado

CVC: 5 dúvidas do mercado sobre a empresa, após atrasos no balanço

Operadora de viagens divulgou os números do primeiro trimestre, com prejuízo de R$ 1,1 bilhão, e promoveu uma teleconferência com analistas; veja os principais pontos

novo modelo de economia

Bradesco, Itaú e Santander aderem à Brasil Clima, Florestas e Agricultura

Em comunicado conjunto, os três maiores bancos privados do País afirmaram que o principal objetivo do movimento é implementar ações para promover um novo modelo de desenvolvimento econômico

número recorde

Balança comercial tem superávit de US$ 6,164 bilhões em setembro

Apesar do recorde, tanto as exportações quanto as importações registraram quedas na média diária em comparação a setembro de 2019

APOSTAS

XP aposta em ações defensivas e BTG recomenda exposição a construção e e-commerce para outubro

Banco e corretora divulgam carteiras recomendadas após volatilidade de setembro, quando Ibovespa acumulou queda de 4,80%

Impostos e contribuições

Receita: Arrecadação em agosto soma R$124,5 bilhões, acima do teto das projeções

O valor arrecadado no mês passado foi o maior para meses de agosto desde 2014, quando a arrecadação no oitavo mês do ano foi de R$ 127,405 bilhões.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements