Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T13:43:44-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Mercados

Ibovespa fecha em leve queda com bolsas estrangeiras dando salto

Principal índice da Bovespa fechou quase estável, com queda de 0,07%

20 de setembro de 2018
18:26 - atualizado às 13:43
Ações negociadas na bolsa de valores
Imagem: Shutterstock

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo foi marcado por oscilações ao longo de toda a quinta-feira. O vai-e-vém do Ibovespa remou contra a forte tendência de alta das bolsas no exterior, que ganharam força com a melhora no cenário da guerra comercial entre China e Estados Unidos.

No encerramento do pregão, o Ibovespa caiu 0,07% aos 78.116 pontos. Ontem, a bolsa fechou em queda de 0,19%, a 78.168 pontos.

Faltou notícia

Os investidores tiveram poucos assuntos para apoiar seus negócios. Enquanto lá fora a poeira começava a abaixar, aqui dentro o cenário das eleições não mostrou grandes novidades.

A pesquisa Datafolha, divulgada nesta madrugada, trouxe números bem próximos do que já se vinha observando e causou pouco impacto no mercado. Jair Bolsonaro (PSL) continua à frente na corrida com 28% das intenções de votos, enquanto Fernando Haddad (PT) disputa a segunda posição na corrida com Ciro Gomes (PDT). O petista foi de 13% a 16% nas intenções, empatando com Ciro, que agora tem 13%.

Uma das poucas coisas que chamaram a atenção foi a sobrevida na campanha de Ciro, que ainda segue em empate técnico com Haddad. Alguns analistas avaliam que o candidato do PDT pode ganhar força na reta final da campanha como uma terceira via para aquele eleitor que não se identifica nem com Bolsonaro nem com Haddad. Vale observar esse movimento.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Petrobras privatizada vira possibilidade, Itaú revisa projeções para o Brasil e outros destaques

A proximidade do ano eleitoral não aprofunda apenas as discussões sobre o aumento de gastos do governo com medidas assistencialistas, como o Auxílio Brasil e o auxílio aos caminhoneiros, confirmados na semana passada após uma manobra no teto de gastos. Com outubro engatando a reta final, restam poucas folhas no calendário de 2021 e oportunidades […]

privatização no radar

Petrobras (PETR4) pede que governo explique estudo para venda de ações; papéis dispararam mais de 6% com rumores sobre privatização

Mais cedo, Bolsonaro reafirmou que a privatização “entrou no radar” do governo, mas destacou que o processo é uma “complicação enorme” e não deve sair tão cedo

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras na mira da privatização ajuda Ibovespa a recuperar parte das perdas recentes e bolsa sobe 2%; dólar cai a R$ 5,56

Os investidores começam a semana ainda digerindo a confirmação do rompimento do teto de gastos, mas como a situação deixou de ser especulativa, abriu espaço para uma recuperação puxada pela Petrobras

FINANCIAL PAPERS

Polêmica com vazamentos não afeta balanço do Facebook (FBOK34) e ações avançam em NY

Mais cedo, o noticiário sobre a empresa era dominado por notícias menos favoráveis com a divulgação dos “The Facebook Papers”

Vídeo

All time high do Bitcoin: como fica o mercado de criptos com a principal moeda em alta?

Analista de criptomercado comenta sobre a situação atual desse cenário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies