Menu
2019-04-30T10:48:00-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Novas operações

Nubank terá cartão de débito, mas saque custará R$ 6,50

Empresa permitirá que usuários da “Nuconta” saquem dinheiro em qualquer unidade da rede 24 horas; inicialmente, serviço será oferecido a 10 mil clientes

12 de dezembro de 2018
7:18 - atualizado às 10:48
Cartão da fintech Nubank
Imagem: Divulgação

O Nubank anunciou nessa terça-feira, 11, que terá um cartão de débito com opção de saque em caixas eletrônicos.

Mas indo contra a sua fama de "taxa zero" no caso do cartão de crédito isento de anuidade, o saque custará R$ 6,50 cada em qualquer caixa da rede 24 horas.

Segundo a companhia, o valor será repassado à Mastercard, bandeira por meio da qual a Nubank vai permitir as retiradas em caixas eletrônicos. A companhia admite que o preço é relativamente alto.

“Nunca seremos supercompetitivos no mundo offline, do saque. Mas o dinheiro (físico) vai acabar”, diz Cristiana Junqueira, cofundadora do Nubank.

O serviço, no entanto, estará disponível inicialmente a 10 mil clientes e deverá ser estendido a toda base de usuários da NuConta no primeiro semestre de 2019. A bandeira do novo cartão continuará a ser Mastercard.

Quinta maior emissora de cartões de crédito do País, a Nubank espera ampliar sua base de clientes - e diz ter uma “fila” de espera para isso.

Segundo David Véles, cofundador da empresa, a Nubank recusou 20 milhões de pedidos de cartão de crédito por dificuldades de comprovação de renda pelos clientes.

Com o cartão de débito associado à NuConta, a companhia espera atrair aqueles que não obtiveram aprovação na modalidade crédito. Atualmente o serviço de “quase” conta corrente da empresa tem 2,5 milhões de clientes - a startup não revela quantas estão ativas.

A Nubank diz que espera atrair dezenas de milhões de novos correntistas com as novas funcionalidades.

Por enquanto, o foco da companhia continuará a ser os consumidores com necessidades transacionais simples, como cartão de débito e saque.

Apenas após a ampliação de sua base de clientes, a companhia diz que testará recursos voltados a investimentos, já a partir de 2019.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

insatisfação

Empresários pressionam por vacinas, oferecem ajuda e criticam governo

Eles cobram do presidente Bolsonaro pressa na imunização, criticam a politização por causa das eleições de 2022, se colocam à disposição para ajudar e pedem ação do governo

esg

Ambev fecha compra de mil veículos elétricos

Produção será feita em área exclusiva na fábrica da Agrale em Caxias do Sul (RS), com quem a empresa tem contrato de cooperação técnica

Exile on Wall Street

Tempo: o investimento mais importante da sua vida

Tempo é o recurso mais valioso e escasso do mundo, cada pessoa tem uma quantidade limitada, mas indeterminada, dele. Como você tem usado o seu?

Recuperando lentamente

Volkswagen prevê lucro operacional ajustado mais baixo em 2020

A montadora projeta fluxo de caixa líquido de cerca de 6 bilhões de euros.

“HBRE3”

Segmento imobiliário da B3 vai ganhar mais um nome, a HBR Realty

Do mesmo fundador da Helbor, companhia chega à bolsa após levantar R$ 729,6 milhões em oferta restrita de ações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies