Menu
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco) e “Abandonado” (Geração).
Oferta de ações

Warren Buffett quer investir até US$ 315 milhões na brasileira Stone

Abertura de capital da empresa de maquininhas de cartão em Nova York pode movimentar até US$ 1,3 bilhão

16 de outubro de 2018
11:30 - atualizado às 16:57
Warren_Buffett
Imagem: Wikimedia commons

Tem uma Stone no caminho de Warren Buffett. O megainvestidor quer virar sócio da empresa de pagamentos brasileira, que se prepara para abrir o capital na bolsa Nasdaq, em Nova York.

A Berkshire Hathaway, holding que concentra os investimentos do bilionário americano, pode investir até US$ 315 milhões (R$ 1,165 bilhão) na oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) da empresa de maquininhas de cartão.

Somado ao compromisso de outros investidores, a Stone já tem demanda garantida para mais de metade da oferta de ações, que pode chegar a quase US$ 1,3 bilhão (R$ 4,7 bilhões), dependendo do preço por ação que for definido na oferta. Os bancos coordenadores da operação estipularam uma faixa entre US$ 21 e US$ 23 por ação.

Fase de crescimento

Mas, afinal, o que o Warren Buffett viu na empresa brasileira? Criada há seis anos por André Street e Eduardo Pontes, a Stone conquistou 5,5% de participação de mercado na captura de transações com débito ou crédito no cartão, com pouco mais de 230 mil clientes. A receita da empresa deve chegar a R$ 1,050 bilhão entre janeiro e setembro deste ano, mais que o dobro do mesmo período do ano passado.

O crescimento chamou a atenção de grandes investidores. Entre os sócios da companhia estão as gestoras Actis e Gávea, do ex-presidente do Banco Central Arminio Fraga.

A Stone e outras concorrentes vêm ganhando mercado até pouco tempo dominado por duas empresas: a Cielo, controlada por Banco do Brasil e Bradesco, e Rede, do Itaú. Com as sucessivas perdas de participação, as ações da Cielo vêm sendo castigadas na bolsa e acumulam uma queda de 44% só neste ano na B3.

A oferta da Stone é coordenada pelos bancos Goldman Sachs, J.P. Morgan, Citigroup, Itaú BBA, Credit Suisse, Morgan Stanley, BofA Merrill Lynch e BTG Pactual. Ao listar suas ações no exterior, a empresa segue os passos da concorrente PagSeguro, do grupo UOL, que levantou US$ 2,3 bilhões em sua abertura de capital em Nova York, em janeiro deste ano.

Mercado quente

Ao contrário do esperado para um período de incerteza pré-eleitoral, o mercado de IPOs de empresas brasileiras está bastante aquecido. No mês passado, a Arco Educação captou US$ 195 milhões também em uma operação realizada na Nasdaq. Se você quiser saber mais sobre ofertas de ações vale a pena conferir esta matéria que eu escrevi.

Para quem quiser saber mais sobre como desbravar e investir diretamente nas bolsas americanas, recomendo também este guia que o Seu Dinheiro criou.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Poder

Congresso impõe agenda própria a Bolsonaro

Já são seis as iniciativas traçadas pelo Congresso para garantir maior influência e poder político após o abandono do presidencialismo de coalizão

Aviação

Segundo NYT, outro jato da Boeing pode ter problemas de segurança: o 787 Dreamliner

Segundo reportagem do New York Times, na fábrica do 787 na Carolina do Sul são comuns os casos de resíduos metálicos e ferramentas esquecidos dentro de aeronaves, além de peças defeituosas instaladas; até chiclete segurando o acabamento de uma porta já foi encontrado

O LEMA DE SÃO TOMÉ

Por que os gringos estão com o pé atrás em relação ao Brasil e à bolsa?

Apesar de o Ibovespa acumular alta em 2019, o fluxo de recursos estrangeiros para a bolsa no mercado à vista está negativo. Com a reforma da Previdência avançando aos trancos e barrancos, os gringos estão como São Tomé: só acreditam vendo

Transparência

Guedes defende mesma transparência do Copom para política de preços da Petrobras

Em entrevista, ministro voltou a defender que a estatal é livre para definir os preços

Petróleo

ANP nega mais prazo à Petrobras; campos terrestres irão para oferta permanente

Agência reguladora negou mais prazo para a estatal apresentar um plano de desativação de campos terrestres que não estão em produção há mais de seis meses

BOMBOU NA SEMANA

MAIS LIDAS: Siga o dinheiro

A vida dos milionários costuma fascinar as pessoas que ainda não chegaram e talvez nunca cheguem lá. Esse é o tipo de tema que costuma despertar as paixões humanas: admiração, inveja, raiva ou simplesmente a questão aspiracional. Quem não nasceu em uma família endinheirada certamente já pensou em como seria a sua vida se fosse […]

Atualização

Avianca cancela mais de 1.300 voos até dia 28

Guarulhos, Brasília e Galeão são os aeroportos mais prejudicados pelos cancelamentos. Já Congonhas e Santos Dumont parecem ter sido poupados

Piora nas contas

Déficit estrutural do setor público chega a 0,7% do PIB em 2018

Devido à deterioração das contas dos Estados e municípios, movimento de melhora das contas públicas pelo resultado oficial não aconteceu no estrutural, que apresentou piora no ano passado

Preço do diesel

Em áudio, Onyx diz que governo deu uma ‘trava na Petrobras’

Ministro da Casa Civil diz que os caminhoneiros podem ficar sossegados que o governo tem trabalhado para resolver o problema deles

Na mira de quem tem grana

Para que cidades os milionários estão se mudando?

Estudo mostra que Dubai, Los Angeles, Melbourne, Nova York, Sydney, Miami e São Francisco caíram nas graças dos endinheirados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

GUIA GRATUITO

Como declarar seus investimentos no IR 2019