Menu
2019-04-30T15:08:56+00:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Reação ao balanço

Santander cai na bolsa apesar de lucro acima do esperado no trimestre

Os números foram considerados no geral positivos pelos analistas que acompanham o banco, mas não foram suficientes para empolgar os investidores na bolsa

30 de abril de 2019
14:53 - atualizado às 15:08
Santander
Santander - Imagem: Shutterstock

Assim como aconteceu com o Bradesco na semana passada, o lucro acima do esperado pelo Santander no primeiro trimestre não foi suficiente para empolgar os investidores hoje na bolsa. As units (recibos de ações) do banco (SANB11) eram negociados em queda de 2,34%, cotadas a R$ 44,82, por volta das 14h40.

Resta saber se os papéis do Santander vão virar e fechar em alta, como aconteceu com o concorrente na última quinta-feira. Confira nossa cobertura completa dos mercados hoje.

Os números do Santander foram considerados no geral positivos pelos analistas que acompanham o banco. O lucro aumentou 21,9% em relação ao primeiro trimestre do ano passado, para R$ 3,485 bilhões.

A queda nas despesas de provisão para calotes e a alta nas receitas com tarifas foram alguns dos pontos destacados nos relatórios enviados a clientes na manhã de hoje, logo após a divulgação do balanço.

Mas o lucro maior que o esperado também é justificado por um fator técnico, segundo os analistas do BTG Pactual e Bradesco BBI: a taxa efetiva de imposto paga pelo banco foi menor do que a projetada. Já o Itaú BBA considerou que a alíquota efetiva de imposto voltou ao normal do banco.

Leia a seguir qual foi a leitura dos analistas sobre os resultados do Santander e a recomendação para as ações:

BTG Pactual - "Um bom começo para o ano"

Recomendação: neutra

Preço-alvo: R$ 48,50

"Enquanto o PIB do Brasil provavelmente vai desapontar no primeiro trimestre, o desempenho do Santander não. Então, foi um começo decente para o ano, e com o potencial de desencadear outra rodada de (pequenas) altas nas projeções de resultados pelo mercado."

"As receitas com tarifas e as despesas, apesar de um pouco abaixo das nossas expectativas, tiveram um desempenho relativo melhor do que o Bradesco."

Safra - "Mantendo a tendência de resultados fortes"

Recomendação: neutra

Preço-alvo: R$ 48,00

"De maneira geral, os resultados do Santander Brasil foram fortes (em linha com as nossas expectativas), mantendo a tendência de melhoria de rentabilidade e bom desempenho no mercado de varejo."

Itaú BBA - "Resultados sólidos no 1º trimestre"

Recomendação: market perform (neutra)

Preço-alvo: R$ 52,00

"Apesar das expectativas iniciais de um possível declínio nos resultados de tesouraria, os resultados continuaram muito fortes."

"Os resultados do banco foram bons, mas apenas reforçam que os lucros estão a caminho de atingir nossa expectativa de R$ 14,3 bilhões e um retorno sobre o patrimônio de 20,9% em 2019."

Bradesco BBI - "Crescimento do crédito não é mais exclusivo do Santander"

Recomendação: neutra

Preço-alvo: R$ 52,00

"Vimos outro trimestre sólido do Santander, com a continuidade da expansão do crédito e a inadimplência sob controle. No entanto, a ação é agora a mais cara entre os bancos brasileiros, negociando a 2,4 vezes o patrimônio líquido e 12,4 vezes o lucro projetado para 2019."

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

O HOMEM MAIS RICO

Jeff Bezos: paciência para esperar o lucro da Amazon fez o maior bilionário do mundo

Como o empresário transformou uma pequena livraria online em uma das maiores varejistas do mundo e desbancou Bill Gates da lista da Forbes com uma fortuna estimada em US$ 148 bilhões.

Bandeira branca no radar?

EUA devem estender licença da chinesa Huawei para atender clientes do país

Movimento dos EUA pode ser visto como positivo para o fim da guerra comercial com a China já que a companhia foi um dos focos de tensões entre os gigantes

Governador de Minas

‘Governo entra em pautas minúsculas’, avalia Romeu Zema

Em entrevista, governador de MG nega que esteja sendo “tutelado” pelo partido Novo e avaliou que o presidente Jair Bolsonaro deveria “focar em coisas maiores, grandiosas”

Corrida contra o tempo

Tarifa de importação do Mercosul pode cair já em 2020

Com receio de que o grupo político da ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner volte ao poder, o governo brasileiro tem pressa

Agora vai?

Governo enviará ao Congresso na próxima semana projeto para destravar privatização da Eletrobras

Proposta deve conter os mesmos itens que estavam na Medida Provisória 879, que não foi votada pela Câmara

Olha quem apareceu

Rede de varejo Le Biscuit, da Vinci Partners, estreia no comércio online

Entrada da empresa no mundo online ocorrerá em etapas e segue uma tendência mundial

Olha a oportunidade aí

Movimentos para ofertas de ações no 2º semestre aceleram

Reuniões com os bancos de investimento se intensificam e companhias começam a fechar acordos para levar as ofertas adiante

Eita!

Chefes da Receita Federal ameaçam entrega de cargos por interferência política

De acordo com apuração, seis subsecretários do órgão estão fechados nessa posição

À beira do abismo

Sob pressão financeira, Oi procura bancos para encontrar saída

Operadora precisa levantar R$ 2,5 bilhões, mas ainda não tem ideia de como fará essa captação de recursos

Batalha contra a desaceleração

China divulga reforma de juros para reduzir custo de financiamento de empresas

Movimento anunciado deve reduzir ainda mais as taxas de juros reais para as companhias do país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements