Menu
2019-10-14T14:22:58+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
atenção

Confiança do consumidor sobe em agosto, mas ainda há cautela, diz FGV

Índice de Confiança do Consumidor subiu 1,1 ponto no mês em comparação a julho, chegando a 89,2 pontos

22 de agosto de 2019
10:56 - atualizado às 14:22
Consumo / mercado
Imagem: Shutterstock

A confiança do consumidor subiu 1,1 ponto em agosto ante julho, na série com ajuste sazonal, informou nesta quinta-feira, 22, a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) cresceu a 89,2 pontos.

Segundo a coordenadora de sondagens do Instituto Brasileiro de Economia da FGV, Viviane Seda Bittencourt, o ímpeto para consumir continua diminuindo, mostrando que consumidores de todas as classes de renda estão cautelosos.

"Isso está relacionado com a sustentabilidade da recuperação do orçamento familiar e do nível de endividamento das famílias, já que os consumidores mais otimistas são os que possuem menor poder aquisitivo e, possivelmente, sobre os quais haverá um maior impacto da liberação dos recursos do FGTS nos próximos meses", diz.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

"Contudo, as perspectivas desses consumidores sobre mercado de trabalho continuam caindo", afirma a especialista.

Aos números

Em médias móveis trimestrais o ICC registrou alta de 0,9 ponto em agosto, interrompendo uma sequência de cinco meses de quedas consecutivas, período em que acumulou uma perda de 7,5 pontos.

Em agosto, o Índice de Situação Atual (ISA) aumentou 3,4 pontos, para 78,7 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) recuou 0,5 ponto, para 97,2 pontos.

O componente que mede o otimismo das famílias com a situação financeira nos próximos meses foi o que mais contribuiu para a alta da confiança em agosto, com um avanço de 7,1 pontos, para 102,0 pontos. As avaliações dos consumidores sobre a situação financeira atual cresceram 4,7 pontos, para 74,9.

O item que mede o grau de satisfação com a economia no momento atual subiu 1,9 ponto, para 82,8 pontos, nível ainda baixo em termos históricos, ressaltou a FGV. O otimismo em relação à economia nos meses seguintes aumentou 2,6 pontos, para 118,0 pontos.

Por outro lado, a intenção de compras de bens duráveis caiu 10,9 pontos, para 72,2 pontos, o menor nível desde janeiro de 2017 (69,6 pontos).

No mês de agosto, houve aumento da confiança entre os consumidores com menor poder aquisitivo, com renda familiar mensal até R$ 4.800, mas queda para os consumidores de renda mais elevada, superior a R$ 4.800.

Na faixa das famílias com renda mensal até R$ 2.100, a confiança cresceu 5,2 pontos, "influenciada por uma melhora das expectativas relacionada com uma perspectiva muito favorável da situação financeira das famílias nos próximos meses que possivelmente está atrelada à liberação dos recursos do FGTS, considerando que não há um otimismo em relação ao mercado de trabalho", explicitou a FGV.

A Sondagem do Consumidor coletou informações de 1.800 domicílios em sete capitais, com entrevistas entre os dias 1 e 19 de agosto.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Boas novas

Boeing afirma que recebeu 50 pedidos para aeronaves 737 Max

Entre os potenciais compradores estão a Air Astana, que é cazaquistanesa e que teria assinado um acordo de intenção para adquirir 30 jatos. As informações são da Bloomberg

Bye bye!

Bolsonaro assina carta de desfiliação do PSL

Carta abre caminho para que Bolsonaro possa assumir a presidência da sigla que decidiu fundar, o Aliança pelo Brasil

Migração

Depósitos na NuConta passam a ser feitos em RDB do Nubank por padrão, mas cliente pode voltar à versão antiga

Quem acessa o app do Nubank tem se deparado com um aviso dizendo que novos depósitos passarão a ser feitos no RDB da instituição; cliente, no entanto, pode optar por voltar aos títulos públicos

Próxima fase

CCJ da Câmara aprova a redação final da reforma da Previdência dos militares

Análise do texto manteve o relatório final da comissão especial aprovado no mês passado sob gritos contra o presidente Jair Bolsonaro

Fica pra depois

CCJ da Câmara adia votação da PEC da segunda instância

Redação original proposta por Manente encontra resistência entre os deputados da Comissão e líderes partidários

Definindo prioridades

Governo deve qualificar 18 projetos de PPI nesta terça-feira

Será a última reunião do ano do conselho, que escolhe os projetos que passam a ser carteira do programa e prioridade no governo

governo faz as contas

823 mil pessoas já optaram pelo saque aniversário do FGTS, diz secretário

Nessa modalidade, é possível retirar parte do saldo da conta do FGTS conforme mês do seu aniversário, mas o valor na íntegra fica indisponível em caso de demissão

conflito em brasília

Senadores propõem PEC que libera envio de dados ao MP sem aval judicial

Medida é uma reação à decisão do presidente da Corte de paralisar investigações que utilizaram informações do antigo Coaf, da Receita e do Banco Central

Outro tipo de 4 e 20

Vitreo lança fundo de investimento em maconha para investidores do varejo

Trata-se do primeiro produto do tipo no Brasil aberto a qualquer tipo de investidor; aporte inicial mínimo é de R$ 5 mil

O tal do risco de crédito

Rodovias do Tietê não paga investidores e preço de suas debêntures cai a zero

Debenturistas da companhia, em recuperação judicial, tomaram calote e agora têm um papel de preço zero nas mãos; mesmo que haja valor a recuperar, não se sabe quando nem quanto o investidor conseguirá receber

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements