Menu
2019-05-12T13:31:34+00:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Alô, alô dinheiro

Brasil possui 49 bilionários que acumulam uma fortuna de US$ 154 bilhões

Na lista dos 15 países no mundo com maior número de pessoas que possuem mais de R$ 1 bilhão, país está na 12º posição, a frente da Itália, Singapura e Canadá

12 de maio de 2019
13:31
Pessoa conta notas de dinheiro de 100 reais
Dinheiro - Imagem: Shutterstock

Das 15 nações que dominam a população de bilionários no mundo, o Brasil está na 12º posição, com os seus 49 bilionários que detém a modesta quantia de US$ 154 bilhões. Os dados fazem parte do estudo Wealth-X's 2019 Billionaire Census Report, divulgado na última semana.

Apesar de estarmos à frente de nações como Singapura, Canadá e Itália, nosso país sofreu uma queda de quase 4% no número de pessoas que possuem mais de US$ 1 bilhão. E não foi só isso. Tivemos uma baixa também em termos de fortuna. Por aqui, a baixa na fortuna dos bilionários foi de mais de 10%.

 

Mesmo com a queda, uma megalópole brasileira foi uma das únicas a subir no ranking das cidades em que há mais bilionários. Segundo o último relatório, apenas São Paulo e Los Angeles aumentaram o número de pessoas que possuem acima de US$ 1 bilhão de 2017 para 2018.

A capital paulista ficou na 12º colocação com seus 13 bilionários. A alta no número está ligada a queda da cidade de Istambul, que sofreu com a depreciação de sua moeda no ano passado contra o dólar americano e com a queda nos preços de ativos em 2018.

Bilionários no mundo

Mas a baixa no número de bilionários não ocorreu apenas aqui. Segundo o estudo, a população total de bilionários no mundo diminuiu em 5% e passou a ser de 2,604. É a segunda vez que em que há uma baixa anual desde a crise de 2008.

Outra coisa que diminuiu foi a fortuna dos bilionários no mundo. Do ano passado para cá, a queda foi de 7% e a fortuna deles fechou em US$ 8,6 trilhões. As razões para a baixa estão relacionadas ao acirramento da guerra comercial entre Estados Unidos e China, o que pesou sobre a demanda por toda a Ásia.

Além disso, o fato de que a maior parte dos bancos centrais ao redor do mundo continuou com uma política de queda gradual dos juros prejudicou as condições de liquidez global.

Houve também um fortalecimento do dólar. Isso ocorreu porque houve uma intensificação dos fluxos de capital dos mercados emergentes para economias mais desenvolvidas. Os motivos foram a alta volatilidade das moedas e um movimento de aversão ao risco, já que as taxas de juros norte-americanas estavam muito baixas.

Outro fator que pesou foi a instabilidade política, com o avanço do sentimento anti-imigração, um processo tortuoso e complexo de Brexit e uma mudança de governo voltada mais para o lado populista na América do Sul, além da intensificação das tensões entre Arábia Saudita e Irã.

Os poderosos

Na contramão do resto do mundo, os Estados Unidos foram o único país a registrar um aumento em sua população de bilionários. Por conta do crescimento econômico na região, houve um aumento de mais de 3%. O número de bilionários no país passou para 705 e a fortuna deles chegou a marca de US$ 3,013 trilhões.

De acordo com o estudo, os norte-americanos possuem cerca de 27% da população global de bilionários e detém 35% da fortuna de todas as pessoas com mais de US$ 1 milhão no mundo.

Em sua justificativa, a organização responsável pela pesquisa disse que os Estados Unidos não ficaram imunes ao desempenho pior dos mercados, mas que os ativos de renda variável norte-americanos performaram além da média do mercado ao compararmos com o desempenho desses ativos em outros países desenvolvidos.

A pesquisa destaca ainda que o crescimento robusta nas receitas das empresas foi outro fator que contribuiu para o bom ano. Aliado a isso, Trump fez o corte de impostos e a demanda doméstica se manteve sólida durante 2018. Mesmo assim, por lá, a fortuna dos bilionários sofreu uma queda de 5%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Cannabusiness

O dia não tão distante em os supermercados americanos venderão produtos feitos com planta de maconha

Todos querem sua fatia de uma indústria que deve ultrapassar os US$ 2 bilhões nos EUA até o próximo ano, uma vez que pesquisas vêm mostrando que os consumidores estão dispostos a pagar preços mais altos pelos produtos

Reduzindo os gargalos

Judiciário prepara pacote de medidas para acelerar recuperações judiciais

Em média, em São Paulo, são 567 dias (cerca de um ano e meio) entre a Justiça aceitar o pedido de recuperação de uma empresa e apreciar o plano de reestruturação

Seu Dinheiro no sábado

MAIS LIDAS: Esse filme eu já vi

Na semana em que o futuro pareceu repetir o passado, o assunto mais comentado não podia ser outro: o tsumani político que varreu Brasília. O enredo que incluiu derrotas do governo no Congresso, investigações do Ministério Público, manifestações de rua e investidores à beira de um ataque de nervos de fato me trouxe recordações recentes, […]

Pague pelo celular

Após avanço do Itaú, Mercado Pago amplia parcerias com lojas para pagamentos instantâneos

Empresa do site Mercado Livre fecha parceria com redes de farmácia e de alimentos para aceitar pagamentos pelo sistema de “QR Code”, que agora entrou na mira do Itaú

Plano de expansão

Rede de pizzarias Domino’s quer crescer com lojas próprias

Comprada pelo fundo Vinci Partners por R$ 300 milhões, a Domino’s prevê a abertura mais 460 pontos de venda no país – hoje são 241

Aérea em crise

Dono da Avianca é tirado do comando da empresa pela United

A decisão da companhia americana ocorreu após a Avianca divulgar, na quinta-feira, prejuízo de US$ 67,9 milhões no primeiro trimestre de 2019

Combustíveis

Petrobras reduz em R$ 0,09 o preço da gasolina nas refinarias

Para a redução da gasolina chegar na bomba, porém, é preciso que os postos de combustível repassem a queda no preço

Que bolsa é essa?

Vale ainda é uma mina de problemas, mas resultados contam outra história

Depois de algum tempo defendendo que era hora de esperar e, com todo respeito às vítimas das tragédias em Brumadinho e Mariana, acho que está na hora de comprar as ações, desde que você tenha estômago para aguentar a inevitável volatilidade que devemos ter pela frente

Não está sendo fácil

Deu ruim pra Cielo! Empresa retira projeção de lucro e corta dividendos dos acionistas

Projeções de lucro entre R$ 2,3 bilhões e R$ 2,6 bilhões foram extintas, enquanto o percentual de distribuição de dividendos caiu para 30%

Só assim resolve!

Se não aprovar a Previdência, só chamando um ministro da Alquimia, diz Bolsonaro

Segundo presidente, mídia tenta criar atrito, mas casamento com Paulo Guedes segue mais forte que nunca. Ministério da Economia solta nota oficial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements