Menu
Nada certo ainda...

Acordo comercial entre EUA e China não é iminente, diz embaixador

Em entrevista ao Wall Street Journal, Branstad disse que sequer há preparativos para um encontro entre Trump e Xi

8 de março de 2019
6:22
Xi Jinping (China) e Donald Trump (EUA) - Imagem: Shutterstock

Estados Unidos e China ainda não marcaram uma data para uma reunião de cúpula entre os presidentes Donald Trump e Xi Jinping para resolver a atual disputa comercial entre as duas maiores economias do mundo, uma vez que nenhum dos lados acredita que um acordo seja iminente, afirmou hoje o embaixador americano para a China, Terry Branstad.

Em entrevista ao Wall Street Journal, Branstad disse que sequer há preparativos para um encontro entre Trump e Xi. Nos últimos dias, haviam surgido relatos de que os dois se encontrariam na residência de Trump em Mar-a-Lago, na Flórida (EUA), possivelmente no fim deste mês.

Segundo Branstad, negociadores dos dois países precisam reduzir ainda mais a diferença entre suas posições, inclusive no que diz respeito ao fechamento de um eventual acordo, antes que se iniciem preparativos para uma cúpula.

"Ambos os lados concordam que é preciso haver progresso significativo, o que envolveria um sentimento de que estão muito próximos (de algo) antes que isso aconteça", disse. "Ainda não chegamos lá. Mas estamos mais próximos do que nunca estivemos em muito tempo." O embaixador ressaltou, porém, que as negociações comerciais das últimas semanas foram "longas e difíceis".

Branstad também comentou que o caso da gigante de tecnologia chinesa Huawei, que ontem abriu um processo contra os EUA por estar proibida de vender equipamentos de telecomunicações para agências governamentais do país, é "separado" das discussões comerciais em curso. Fonte: Dow Jones Newswires.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Conteúdo patrocinado por Startse

Milionária sem sair da cama

O caso da inglesa que ficou milionária trabalhando de pijama no quarto – e o número de brasileiros que querem enriquecer da mesma forma.

Tudo sob controle

Líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann minimiza crise com Rodrigo Maia

Deputada afirmou que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, está dedicado a “sanar os ruídos”

Seu Dinheiro na sua noite

Está na hora do banho, não de lavar as mãos

Ibovespa terminou a semana em forte queda no dia em que Brasília pegou fogo com a briga entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o governo

Nova pérola do ministro

Guedes, a jornalistas: “não posso falar hoje, parece que o pau está comendo”

Ministro da Economia participou da cerimônia de posse da nova líder da Superintendência de Seguros Privados (Susep), Solange Paiva Vieira

Empurrando as datas

CCJ da Câmara só anunciará relator da Previdência depois de audiência com Guedes

Audiência do ministro da Economia na comissão está marcada para a terça-feira, 26, às 14h

dia 81

Me dê motivo, para ir embora…

Do Chile, presidente vê Rodrigo Maia deixar articulação pela reforma

Traz o extintor!

Aliados de Bolsonaro tentam apaziguar a guerra entre Rodrigo Maia e o governo

Mourão, Flávio Bolsonaro e Joice Hasselmann fizeram afagos ao presidente da Câmara depois que ele ameaçou sair da articulação pela Previdência

Mais uma compra?

Natura confirma: está em conversas com a Avon

Uma nova gigante do setor de cosméticos pode estar a caminho: a Natura e a Avon estão em negociações

Conta digital

Os bancões que se cuidem! NuConta do Nubank atinge marca de 4 milhões de clientes

Número do Nubank representa mais de 10% do total de correntistas ativos no Itaú, o maior banco privado do país

Rede dividida

Reforma da Previdência cria “guerra” de hashtags no twitter

Em São Paulo, paralisação de cobradores e motoristas atingiu mais de um milhão de pessoas na manhã desta sexta-feira. Um protesto está marcado para acontecer às 17 horas

Tretas do governo

Bola da vez: Maia diz que a responsabilidade de conquistar votos agora será de Jair Bolsonaro

“O papel de articulação do executivo com o parlamento nunca foi e nunca será do presidente da Câmara”, destacou o presidente da Câmara. As informações são do jornal “Folha de S.Paulo”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu