Menu
2019-02-20T18:01:47-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Balanço

Acabou a faxina? Veja como os analistas reagiram a (mais um) prejuízo da Via Varejo

Ações da rede dona das Casas Bahia e Ponto Frio reagem em queda moderada ao prejuízo de R$ 279 milhões no quarto trimestre do ano passado. Projeções da empresa para este ano ajudam a sustentar algum otimismo

20 de fevereiro de 2019
15:45 - atualizado às 18:01
casas-bahia via varejo
Casas Bahia - Imagem: Wikimedia Commons

Os resultados do quarto trimestre da Via Varejo mais uma vez decepcionaram quem esperava por alguma reação depois de uma sequência de números abaixo do esperado. A rede dona das Casas Bahia e Ponto Frio registrou um prejuízo de R$ 279 milhões nos três últimos meses do ano passado, o segundo seguido, e revertendo o lucro de R$ 111 milhões no mesmo período de 2017.

A expectativa média dos analistas apontava para um lucro de R$ 202 milhões da Via Varejo no quarto trimestre, de acordo com dados da Bloomberg. A diferença entre a estimativa e a realidade se deu principalmente pela contabilização de despesas adicionais relacionadas ao processo de reestruturação da varejista.

As ações da Via Varejo (VVAR3) reagem em queda moderada ao resultado considerado bem ruim. Por volta das 15h30, os papéis eram negociados em queda de 1,52%, a R$ 5,20. No mesmo horário, o Ibovespa subia 0,03%.

As projeções mais otimistas divulgadas pela Via Varejo para este ano ajudaram a sustentar algum otimismo. A empresa projeta um crescimento nas vendas “mesmas lojas” de 2 pontos percentuais acima da inflação e margem Ebitda ajustada superior a 6%.

Leia a seguir o que escreveram os analistas que acompanham a varejista, em relatório a clientes:

UBS - "A faxina agora acabou?"

Recomendação: Compra

Preço-alvo: R$ 8,50

"Os resultados do quarto trimestre foram mais fracos do que o esperado com um crescimento decepcionante das receitas e uma maior contração da margem bruta."

"As projeções para este ano estão em linha com as nossas estimativas e consistentes com nossa previsão de lucro de R$ 420 milhões."

BTG Pactual - "Um duro 2018"

Recomendação: Neutra

Preço-alvo: R$ 8,00

"A Via Varejo apresentou resultados fracos, com vendas de R$ 7,4 bilhões, alta anual de 1% e 5% abaixo das nossas estimativas."

"Apesar das iniciativas bem-vindas, a surpresa negativa com os resultados trimestrais e com os riscos de execução, alem do fato de as ações acumularem uma alta de 20% no ano, devem evitar uma grande reclassificação [para as ações] no curto prazo."

Goldman Sachs - "4º trimestre fraco em geral"

Recomendação: Venda

Preço-alvo: R$ 5,10

"Na nossa visão, o resultado bem abaixo do consenso apresentado pela Via Varejo no quarto trimestre deve mais do que compensar as projeções encorajadoras da companhia para 2019."

"Acreditamos que existe um risco para as projeções da empresa e as expectativas do mercado, dada a dificuldade persistente na integração dos sistemas (inicialmente era esperada para meados de 2018 e adiada para este ano) e os ventos contrários na concorrência no mercado online."

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

E o ano nem acabou!

Fundos imobiliários e ações já têm captação recorde em 2019

Volumes captados por fundos imobiliários e ofertas de ações até novembro deste ano já são os maiores das suas séries históricas, segundo dados da Anbima

DE OLHO NA CARNE

Ministério da Agricultura diz que preço da carne caiu 9% desde início do mês

A ministra Tereza Cristina ressaltou que o preço da proteína está se ajustando e que deve se estabilizar

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

A segunda vida da bolsa

Entre as muitas histórias geniais de Machado de Assis, uma das minhas favoritas é um conto chamado “A Segunda Vida”, sobre um homem que diz ter morrido e voltado para uma nova existência aqui na Terra. O escritor se vale de uma premissa que parece sobrenatural para tratar de um tema bem próximo de todos […]

MARCO DO SANEAMENTO

Para BNDES, não faltam recursos para o Brasil investir no setor de saneamento

Montezano afirmou que o novo marco regulatório do saneamento, que está tramitando no Congresso, vai abrir uma nova fase no banco

Nadando no dinheiro

Ibovespa nas máximas e dólar a R$ 4,14: o retrato de uma semana quase perfeita para os mercados

O Ibovespa cravou a quinta alta consecutiva nesta sexta-feira e chegou a mais um recorde de fechamento, aso 111.125,75 pontos. O dólar à vista acumulou perdas de mais de 2% na semana, voltando a R$ 4,14

Ouça o que bombou na semana

Podcast Touros e Ursos: Sinais de força da economia brasileira

Repórteres do Seu Dinheiro trazem em podcast semanal um panorama sobre tudo o que movimentou os seus investimentos nesta semana

SAQUES DO FGTS

Caixa libera saque do FGTS para não correntistas nascidos em setembro e outubro

Serão pagos R$ 3,3 bilhões para aproximadamente 9,1 milhões de pessoas

CAPITALIZAÇÃO DA ELETROBRAS

Eletrobras está condenada à morte, diz Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a falta de recursos para investimentos está condenando a Eletrobras à morte. Ele destacou que a estatal tem feito somente um terço do necessário para manter sua posição o mercado. “A Eletrobras precisava investir R$ 16,5 bilhões todo ano para manter a fatia de mercado, Hoje ela […]

Altas e baixas

Via Varejo, Cyrela e MRV: os destaques do Ibovespa nesta sexta-feira

A perspectiva de manutenção dos juros em níveis baixos deu forças às ações de varejistas, como a Via Varejo, e de construtoras, como MRV e Cyrela

novo unicórnio na área

Estúdio de games brasileiro recebe aporte do Benchmark e é avaliado em US$ 1 bi

Wildlife Studios anunciou um aporte de US$ 60 milhões; empresa foi criada em 2011 com o investimento inicial de US$ 100

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements