🔴 SEM JOGUINHOS, NEM APOSTAS: ESTA FERRAMENTA PODE GERAR GANHOS DE ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
COM A PALAVRA

Tarcísio copiou Haddad? Ministro afirma que ajuste fiscal do governo paulista é inspirado em plano da Fazenda

O ex-prefeito de São Paulo ainda disse que o trabalho de corte de gastos é contínuo

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
31 de maio de 2024
13:01 - atualizado às 12:06
Fernando Haddad falando sobre novo meta fiscal e reforma tributária
Fernando Haddad - Imagem: Lula Marques/Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que o plano de ajuste fiscal anunciado pelo governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, é muito inspirado na Fazenda.

"Oitenta por cento do plano é redução do gasto tributário e redução do juro da dívida de São Paulo, que é o trabalho que estamos fazendo", disse, em entrevista ao jornal Valor Econômico.

"No nosso caso, o juro não é contratual, é a Selic, mas o dele é. Ele depende do Executivo federal para conseguir. E sabe que há boa vontade do Executivo federal para isso", afirmou Haddad. O ministro ainda pontuou que Tarcísio está colocando na conta da Fazenda nacional parte do plano.

O ex-prefeito da cidade de São Paulo ainda disse que o trabalho de corte de gastos é contínuo.

Questionado sobre o que está sendo feito em âmbito federal para o controle de gastos, Haddad disse que o mercado presta pouca atenção no que ocorre no Legislativo e no Judiciário, "como se o resultado fiscal fosse uma atribuição exclusiva do Poder Executivo".

  • As melhores recomendações da Empiricus na palma da sua mão: casa de análise liberou mais de 100 relatórios gratuitos; acesse aqui 

Arcabouço de Haddad superestima receitas? 

O ministro também defendeu que o arcabouço fiscal não está arranhado, quando inquirido sobre a percepção de que há receitas superestimadas e despesas que não estão sendo cuidadas.

"Disse no fim do ano passado que o Orçamento estava com receitas extraordinárias superestimadas e receitas ordinárias subestimadas", emendou Haddad.

"Reduzimos, no segundo relatório, de R$ 35 bilhões para R$ 10 bilhões as receitas com concessões. E você terá novidades positivas no terceiro bimestre com as transações [tributárias] que estão em curso no Carf."

Ministro “cuida demais” do mercado?

Haddad também negou que o presidente da República, Luiz Inácio da Lula da Silva, critique a atenção dada por ele ao mercado financeiro. "Essa queixa nunca existiu"

"Encontro com todo mundo. Recebo MST, Febraban, IDV [Instituto para o Desenvolvimento do Varejo], Shein. Dedico todas as sextas-feiras a ouvir os setores da economia, incluindo o movimento social. Erra-se menos quanto mais se ouve", afirmou.

Sobre um possível temor do meio empresarial e financeiro de que se afaste dos compromissos iniciais, Haddad disse que não sabe "de onde saiu esse tipo de rumor".

"Muita gente ganha com a volatilidade do mercado", pontuou o ministro da Fazenda. "Nosso papel é comunicar bem para mitigar efeitos desse tipo de boataria que prejudica o pequeno poupador."

Haddad disse ainda que Lula retornou ao poder ansioso por responder aos anseios sociais, mas salientou que esse objetivo não impediu o presidente de aceitar o novo arcabouço fiscal. "A ansiedade dele é a expressão da ansiedade do País."

Haddad diz que governo não pensa em mudar meta de inflação

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que em nenhum momento o governo cogitou mudar a meta de inflação, e que a declaração sobre a meta "exigentíssima" foi um elogio ao trabalho conjunto da Fazenda e do Banco Central, "que resulta em crescimento com baixa inflação".

"Falei que a meta de inflação é exigentíssima para o histórico do Brasil, que poucas vezes conseguiu chegar a esse patamar, e que nós, não obstante isso, estamos convergindo para a meta", disse, em entrevista ao jornal Valor Econômico.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Compartilhe

Cenário eleitoral

Pesquisa mostra que Boulos oscila dentro da margem, para 35,7%, e Nunes sobe para 23,4% das intenções de voto em São Paulo

19 de junho de 2024 - 13:27

Levantamento mostra os candidatos Pablo Marçal (PRTB) com 12,6% e Tabata Amaral com 10,7%

DINHEIRO NO BOLSO

Quem abocanhou a maior parcela do fundo eleitoral: PT ou PL? Partidos dividem quase R$ 5 bilhões para campanhas 

18 de junho de 2024 - 14:15

Este ano a quantia é o dobro da última votação municipal e é equivalente ao destinado às eleições presidenciais de 2022

PESQUISA

Governo Lula: 51% aprovam governo, mas desaprovação se iguala à pior marca da gestão do petista

16 de junho de 2024 - 12:31

O instituto Atlas Intel ouviu 3.601 pessoas entre os dias 7 e 11 de junho. A margem de erro é de um ponto porcentual e o índice de confiança é de 95%; confira todos os números.

ACONTECE ESTE ANO

Por que os investidores da bolsa também deveriam prestar atenção nas eleições municipais

14 de junho de 2024 - 6:30

Eleições municipais têm potencial para servir de prévia para 2026, bem como para impactar formação de alianças

PEC das Praias

Inconstitucional. É o que diz juiz do RN sobre taxa para terreno de marinha

11 de junho de 2024 - 16:04

Para o juiz, demarcação dos terrenos de marinha leva em conta informações do Brasil Imperial

GOVERNABILIDADE

Governo de Lula em perigo? Como a crise com o Congresso colocou a gestão do petista em situação “de risco”

10 de junho de 2024 - 18:02

Segundo levantamento, o I-Gov de Lula chegou ao pior patamar registrado ao longo do mandato, atingindo 40,4% em maio

DURANTE VIAGEM A PEQUIM

“O Brasil é a China dos Trópicos”: por que Alckmin usou uma frase criada há 65 anos para descrever a relação entre os dois países

7 de junho de 2024 - 16:33

Em visita a Pequim, o vice-presidente recorreu a uma frase criada pelo sociólogo Gilberto Freire para falar sobre o momento de parceria estratégica com a China

UM DRIBLE NO JABUTI

Vai ou não vai ter taxação das comprinhas da Shein, Shopee e AliExpress? Entenda de uma vez por todas o “jabuti” que será (ou não) votado no Senado hoje

5 de junho de 2024 - 10:27

O projeto de taxar as varejistas estrangeiras uniu parlamentares da oposição e da situação, que pedem uma alíquota de 20% sobre as compras feitas no exterior

ELEIÇÕES 2024

Com apoio de Lula, João Campos lidera intenções de voto no Recife; veja quem é o candidato de Bolsonaro na capital pernambucana

2 de junho de 2024 - 9:00

Além de Bolsonaro, Campos vai enfrentar candidatos apoiados pela governadora Raquel Lyra na disputa pela reeleição na prefeitura do Recife

ELEIÇÕES MUNICIPAIS

Quem é o melhor padrinho político na eleição para prefeitura de São Paulo? Eleitores de Lula e Bolsonaro reeditam disputa com Boulos e Nunes

1 de junho de 2024 - 16:47

Porém, o levantamento ainda indica que, seja quem for, o apoio dos protagonistas do pleito de 2022 não será capaz de transferir nem metade dos votos aos candidatos apoiados

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar