🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
NO DIA DO ANIVERSÁRIO DO CRAQUE

Um presente de grego para Messi: Argentina entra em recessão no 1T24 — conheça os vilões da queda do PIB dos hermanos

A forte queda do consumo, da produção industrial e dos investimentos foi fatal para o PIB argentino cair 5,1% entre janeiro e março deste ano

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
24 de junho de 2024
19:11 - atualizado às 12:16
Argentina X Dólar país enfrenta escassez de reservas
Imagem: Montagem Seu Dinheiro

Lionel Messi completa 37 anos nesta segunda-feira (24), mas o presente que ele recebeu foi de grego: a economia argentina entrou na chamada recessão técnica — aquela que marca dois trimestres seguidos de contração do Produto Interno Bruto (PIB)

A forte queda do consumo, da produção industrial e dos investimentos foi fatal para o PIB argentino cair 5,1% entre janeiro e março deste ano. Nos últimos três meses de 2023, a economia da Argentina havia encolhido 1,4%. 

De acordo com especialistas, o desempenho é uma das consequências negativas no curto prazo das medidas econômicas aplicadas pelo governo de Javier Milei sobre, principalmente, as empresas. 

Olhando o PIB mais de perto

O cenário negativo no primeiro trimestre, após a desvalorização cambial, a aceleração da inflação — de 57,3% no período — e a queda do poder de compra dos salários e pensões, também resultou em uma queda de 6,7% na comparação anual do consumo privado, principal componente do PIB da Argentina.

Por sua vez, o ajuste da despesa pública, incluindo cortes e eliminação de programas, refletiu-se uma contração de 5% do consumo privado.

A desvalorização de dezembro também alterou a equação do setor externo: as exportações cresceram 26,1% em base anual, com uma queda de 20,1% nas importações, também associada a um menor nível de atividade.

ATÉ QUANDO O TRATAMENTO DE CHOQUE DE MILEI NA ECONOMIA DA ARGENTINA VAI DAR CERTO?

Argentina: os sinais estavam todos ali

Nem dá para dizer que o desempenho da Argentina foi uma surpresa — nem para Messi, o aniversariante do dia — mesmo com os superávits sucessivos alcançados pelo governo de Milei.

O dado de hoje publicado pelo Indec confirma a tendência negativa dos primeiros três meses que já tinha sido antecipada pelos números setoriais — comércio, indústria, construção — e pelos números do próprio instituto, que por meio do Emae (Estimador Mensal da Atividade Econômica) tinha reportado uma contração de 5,3% entre janeiro e março.

Na análise setorial, a indústria foi a mais afetada e a que teve maior preponderância na contração da economia argentina.

  • Indústria: -13,7% 
  • Construção: -19,7%
  • Intermediação financeira: -13%
  • Comércio: -8,7%
  • Transportes e comunicações: -1,1%
  • Setor imobiliário e de aluguel: -1,6%

*Com informações do La Nacion

Compartilhe

ELEIÇÕES NOS EUA

Não deu para Biden: presidente dos EUA cede à pressão e desiste da reeleição — saiba o que acontece daqui para frente 

21 de julho de 2024 - 15:44

No que depender de Biden, sua vice Kamala Harris deve ser o nome do partido para enfrentar Donald Trump nas urnas em 5 de novembro; Trump se manifesta sobre a desistência

ATUALIZANDO O PORTFÓLIO

Por que Warren Buffett decidiu vender US$ 1,48 bilhão em ações de um bancão norte-americano

20 de julho de 2024 - 17:48

A Berkshire Hathaway vendeu cerca de 33,9 milhões de ações desta instituição financeira em diversas transações nesta semana

MELHORES MOMENTOS GIRO DO MERCADO

Trump mais vivo do que nunca: os impactos no dólar, cripto e juros — e os principais riscos da provável vitória do republicano 

19 de julho de 2024 - 18:14

Donald Trump saiu do atentado do último sábado mais vivo do que nunca. Agora, se já não era antes, o republicano é o nome mais forte na corrida e provavelmente voltará a ocupar a Casa Branca — e os mercados já estão tentando prever os impactos disso.  A percepção de que o ex-presidente saiu ganhando […]

ELEIÇÕES NOS EUA

Pseudoconciliação e promessa de deportação em massa: o que você precisa saber sobre o último discurso de Trump

19 de julho de 2024 - 11:10

Donald Trump discursou no fim da noite de quinta-feira ao aceitar a indicação do Partido Republicano para concorrer à presidência dos EUA em novembro

UNINDO FORÇAS

O “quarteto mortal”: os países que vão tirar o sono dos EUA e da Europa e podem levar a uma nova guerra global

18 de julho de 2024 - 19:58

Especialistas destacam o poder econômico do Ocidente, mas reconhecem que a missão de conter o avanço do grupo de quatro países não é fácil

MAIS POLÊMICA

CEO de empresa ligada à rede social de Trump é alvo de investigação por fraude nos Estados Unidos

18 de julho de 2024 - 14:00

Patrick Orlando é acusado pela SEC americana de mentir sobre os planos de sua “companhia do cheque em branco” de se fundir com a startup por trás da Truth Social

Restrição monetária

Lagarde mantém juros restritivos na Europa e diz o que é preciso para as taxas baixarem

18 de julho de 2024 - 13:07

Banco Central Europeu procura trazer a inflação da zona do euro para a meta de 2%

ELEIÇÕES NOS EUA

Biden revela o que o faria desistir de disputar presidência contra Trump em entrevista divulgada horas após diagnóstico de covid

18 de julho de 2024 - 10:59

Biden recebeu diagnóstico de infecção por covid-19 na quarta-feira e precisou interromper sua campanha à reeleição

MILES GUO

Ex-magnata chinês aliado de Steve Bannon é condenado por fraude bilionária nos EUA

17 de julho de 2024 - 15:00

Miles Guo vivia exilado nos Estados Unidos e é crítico do Partido Comunista chinês

CABO DE GUERRA

A disputa pelo fundo do mar: a próxima fronteira da briga tecnológica entre EUA e China

16 de julho de 2024 - 20:00

Projetados para transportar conexões de dados e telecomunicações entre continentes, os cabos submarinos se tornaram uma nova fonte para conflitos geopolíticos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar