🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
DISPUTA SOCIETÁRIA

Sem CFO, Gafisa (GFSA3) aprova novo aumento de capital em meio a controvérsia sobre assembleia; ações caem forte na B3

Aumento de capital da Gafisa pode movimentar até R$ 550 milhões e, no limite, levar a uma diluição de 50% dos acionistas que não colocarem dinheiro novo na companhia

Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
12 de março de 2024
14:30 - atualizado às 14:31
Montagem com logotipo da Gafisa em formato de interrogação
Montagem com logotipo da Gafisa - Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A disputa societária na Gafisa (GFSA3) ganhou um inesperado capítulo na noite de ontem, com a aprovação de um novo aumento de capital pelo conselho de administração da incorporadora.

A operação pode movimentar entre R$ 157 milhões e R$ 550 milhões e, no limite, levar a uma diluição de 50% da participação dos acionistas que não colocarem dinheiro novo na companhia.

O aumento de capital chama a atenção pelo momento, já que a Gafisa encontra-se sem um diretor financeiro (CFO) desde que Edmar Prado Lopes Neto deixou o cargo, na semana passada.

A Gafisa definiu o preço por ação na operação em R$ 7,86. O valor equivale a um desconto de 10% sobre a cotação média ponderada por volume dos últimos 30 pregões.

O anúncio ajuda a derrubar as ações da Gafisa (GFSA3) na B3 nesta terça-feira. Por volta das 14h, os papéis despencavam 6,12%, a R$ 9,66.

Gafisa (GFSA3) e a assembleia da discórdia

O novo aumento de capital da Gafisa acontece em meio a uma nova disputa entre o empresário Nelson Tanure e a Esh Capital.

Conhecida pelo ativismo, a gestora de Vladimir Timerman decidiu convocar uma nova assembleia de acionistas da incorporadora para a próxima segunda-feira, dia 18 de março.

O problema é que a Gafisa marcou outra data para o encontro: dia 26 de abril. Desse modo, a empresa informou que não reconhece a convocação realizada pela Esh.

Na pauta da assembleia que a Esh convocou está a proposta de uma ação de responsabilidade contra parte do conselho de administração e da diretoria da Gafisa. Além disso, a gestora propõe a destituição do atual conselho e a eleição de novos membros para o colegiado.

Vale lembrar que a Esh já havia feito pedidos semelhantes em outras assembleias, mas perdeu em todas as ocasiões. A derrota mais recente aconteceu em fevereiro deste ano.

O que quer a Esh

A gestora entende que o empresário Nelson Tanure deveria lançar uma oferta pública de aquisição (OPA) pelas ações da Gafisa na B3 após alcançar uma participação direta e indireta acima de 30%, como prevê o estatuto da companhia.

A gestora alega que o empresário possui hoje uma fatia de mais de 40% na incorporadora. Essa participação estaria oculta em veículos sob gestão da Planner Corretora, Trustee DTVM e do Banco Master. Mas as instituições negam ligação entre si.

Razões para o aumento de capital

De volta ao aumento de capital que o conselho aprovou ontem, a Gafisa deu duas justificativas para a operação:

  • Fortalecer a estrutura de capital da companhia e reforçar o caixa para fazer frente às necessidades de capital de giro e o custeio. Isso inclui a aquisição de novos empreendimentos (sejam de empresas ou de terrenos) a taxas menores;
  • Permitir o ajuste no perfil das dívidas e o cumprimento de obrigações de curto prazo.

Por fim, vale lembrar que a aprovação para o novo aumento de capital acontece apenas um ano após a última operação do tipo. Aliás, desde que Tanure investiu na Gafisa, a incorporadora já passou por mais de uma dezena de capitalizações.

Procurada, a Gafisa não se manifestou até a publicação desta matéria, que será atualizada caso a empresa comente o assunto.

Compartilhe

UMA DÉCADA DEPOIS…

Qualicorp (QUAL3) anuncia acordo de leniência de até R$ 43,5 milhões — e pode exonerar culpa do fundador em investigações de caixa 2 em 2014

20 de julho de 2024 - 16:27

O conselho de administração da empresa aprovou um acordo de leniência para colocar fim às investigações nas Operações Paralelo 23 e Triuno

SEGUNDA CHANCE

Agora vai? Após tentativa frustrada pela B3, Kora Saúde (KRSA3) fará nova assembleia para votar saída do Novo Mercado

19 de julho de 2024 - 19:20

A AGE acontecerá no final este mês depois de ter sido adiada por falta de quórum com acionistas barrados pela dona da bolsa brasileira

RESSARCIMENTO PARA A ESTATAL

Por que a Petrobras (PETR4) vai receber um ‘reembolso’ de R$ 2,2 bilhões de outras empresas do setor de petróleo

19 de julho de 2024 - 18:47

O ressarcimento está ligado a um acordo de quase R$ 20 bilhões fechado com a Receita Federal para encerrar pendências com o Carf

SINAL VERDE

Segue o jogo: Presidente do STF nega pedido do PT e mantém processo de privatização da Sabesp (SBSP3); entenda os argumentos dos partidos

19 de julho de 2024 - 17:56

Para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, supostas ilegalidades no processo dependem de provas

APOIO À EXPORTAÇÃO

“Embraer não existiria sem o BNDES”: Fabricante de aeronaves recebe novo financiamento de R$ 4,5 bilhões — veja o que a empresa quer fazer com o dinheiro

19 de julho de 2024 - 15:56

A operação de crédito será realizada por meio do BNDES Exim Pós-embarque, linha de crédito direto do banco para comercialização de bens nacionais destinados à exportação

Apoio federal

CCR faz emissão bilionária para obras na Dutra e na Rio-Santos garantida por banco estatal; veja qual

19 de julho de 2024 - 15:10

Segundo a companhia, investimento em duas rodovias soma R$ 15,5 bilhões; parte será bancada pelos R$ 9,4 bilhões em debêntures

SD ENTREVISTA

CEO da Techfin, parceria entre Totvs (TOTS4) e Itaú (ITUB4), aposta em conta digital B2B para concorrer com bancos no segmento PME

19 de julho de 2024 - 14:01

Para Eduardo Neubern, existe uma demanda não atendida no dia a dia das pequenas e médias empresas: uma conta digital integrada às necessidades de pagamento e recebimento

RELEMBRE O CASO

Fantasma de investigação de cartel volta para assombrar a Tegma (TGMA3) após cinco anos e banco de investimentos rebaixa recomendação das ações; entenda

19 de julho de 2024 - 11:29

O mercado repercute a notícia de que o Cade instaurou um processo administrativo contra a companhia que é fruto de uma investigação de 2019

Oferta de ações

Eletrobras embolsa R$ 2,185 bilhões com oferta de ações da controlada CTEEP

19 de julho de 2024 - 10:38

Somando o lote inicial e parte do suplementar, foram vendidas 93 milhões de ações PN da CTEEP

CÉU DE BRIGADEIRO

Embraer (EMBR3) lidera ganhos do Ibovespa após anunciar mais um recorde na carteira de pedidos do 2T24. O que esperar da ação?

19 de julho de 2024 - 10:01

A fabricante brasileira de aeronaves entregou 47 jatos entre abril e junho de 2024, um aumento de 88% em relação ao trimestre imediatamente anterior

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar