🔴 [EVENTO GRATUITO] COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE AQUI

Estadão Conteúdo
PROCESSO DE SUCESSÃO

A “mão” de Lula? Acionista da Vale (VALE3) quer que mineradora publique ata de reunião que expôs racha sobre quem deve comandar companhia

A Previ pede que a ata “seja tornada pública para todos os acionistas, de forma não sumarizada, em benefício da transparência do processo”

Estadão Conteúdo
2 de março de 2024
20:01 - atualizado às 17:20
Imagem mostrando o logo da Vale (VALE3) numa parede branca; estágio
Vale (VALE3) - Imagem: Divulgação

Um dos principais acionistas da Vale (VALE3) recorreu à xerife do mercado de capitais brasileiro para pedir que a mineradora revele exatamente como aconteceu o impasse entre os sócios sobre o processo de sucessão da companhia.

A Previ enviou um ofício à Comissão de Valores Mobiliários solicitando que a empresa torne pública a ata da reunião extraordinária do conselho de administração de 15 de fevereiro — quando um empate na votação travou o processo de decisão sobre a liderança da companhia.

No documento, a entidade pede que a ata "seja tornada pública para todos os acionistas, de forma não sumarizada, em benefício da transparência do processo e de todos os acionistas da companhia".

O pedido foi feito em resposta a uma série de publicações na mídia acerca de falhas na governança da Vale — que sugerem que a Previ poderia estar agindo de acordo com as vontades do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e não de acordo com os interesses da empresa.

  • Quais são as melhores recomendações de investimento para março das maiores casas de análise e bancos do país? O Money Picks analisou 20 carteiras recomendadas para descobrir a resposta – veja aqui gratuitamente. 

A reunião do conselho da Vale (VALE3)

A Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, é o maior acionista individual da Vale (VALE3), com 8,7% do capital, e tem dois representantes no conselho de administração da mineradora. 

Conforme informações de bastidores, a entidade se posiciona a favor do encerramento do contrato do atual CEO, Eduardo Bartolomeo.

Segundo a política da mineradora, caso a decisão seja o início do processo sucessório, deverá ser contratada uma empresa “headhunter” com expertise na seleção de executivos globais — sendo que o novo presidente da Vale deverá ser selecionado entre os nomes propostos em lista tríplice elaborada pela empresa de seleção de executivos.

Na última reunião extraordinária do conselho, em 15 de fevereiro, seis conselheiros votaram pela condução do processo de sucessão. Porém, nesse grupo, pelo menos um membro acredita que o atual CEO da Vale poderia ser um dos indicados a presidente na lista tríplice, disputando o posto com os novos nomes.

Já os outros seis conselheiros votaram pela recondução imediata de Bartolomeo. Por sua vez, o conselheiro Luiz Henrique Guimarães — cujo nome é mencionado frequentemente como um possível sucessor de Bartolomeo — se absteve de votar. 

Leia também: 

O que o acionista da Vale (VALE3) quer

O empate na votação gerou um impasse na sucessão do comando da Vale, em um momento em que a mineradora é alvo de duras críticas do presidente Lula — que desde o ano passado vem buscando, nos bastidores, interferir no processo de sucessão.

Segundo fontes, a "mão" de Lula se faria sentir pelos votos e posicionamento dos representantes da Previ. 

Por isso, a ata "não sumarizada"  mostraria que a Previ vem atuando em linha com os melhores interesses da Vale — e não com os do presidente, de acordo com o Broadcast.

É importante destacar que a publicação de atas das reuniões do conselho de administração é rotina nas companhias de capital aberto, como a Vale. 

Porém, a última ata publicada no site da mineradora se refere à reunião ordinária de 22 de fevereiro, dia da divulgação de resultados da Vale. As atas das reuniões extraordinárias realizadas nos dias 2 e 15 de fevereiro ainda não foram divulgadas. 

Na nota, a Previ afirma que, "como investidora na Vale, ressalta que continuará a monitorar de forma diligente a situação na companhia".

O fundo de pensão dos funcionários do BB também reiterou "o compromisso com as melhores práticas de governança corporativa e investimento responsável" na Vale e outras investidas, "com foco no cumprimento da missão, de garantir o pagamento de benefícios e prover soluções que proporcionem proteção aos associados e seus familiares, de forma integral, segura e sustentável".

A Previ lembrou, na nota, que em janeiro de 2024 solicitou que a Vale se pronunciasse por meio de comunicado ao mercado, explicando como a companhia estava conduzindo o processo de sucessão.

Compartilhe

RESULTADO DO LEILÃO

Teste para a Sabesp? Em primeira privatização de Tarcísio, fundo arremata Emae por R$ 1 bilhão

19 de abril de 2024 - 19:51

Com ágio de 33,68%, o fundo arrematou a estatal e passará a gerir um ativo com 906 megawatts (MW) em geração hidrelétrica

RECUOU?

A explicação do ex-conselheiro da Vale (VALE3) após a acusação de interferência do governo na mineradora

19 de abril de 2024 - 19:41

O assunto voltou à tona na resposta a um ofício da CVM, que solicitou esclarecimentos sobre as recentes declarações de José Luciano Eduardo Penido

POR DENTRO DA OPERAÇÃO

Tchau, Vale (VALE3)? Por que a Cosan (CSAN3) vendeu 33,5 milhões de ações da mineradora

19 de abril de 2024 - 19:28

A Cosan também quitou R$ 2 bilhões do saldo remanescente do endividamento e liquidação dos derivativos atrelados às ações da Vale

Cura até coração partido

E agora, Ozempic? Caneta emagrecedora Zepbound se mostra promissora no tratamento da apneia do sono

19 de abril de 2024 - 18:45

De acordo com dados preliminares de ensaios clínicos, a Zepbound foi mais eficaz que um placebo na redução da gravidade da apneia obstrutiva do sono

REPORTAGEM ESPECIAL

Petz (PETZ3) mira fórmula “Raia Drogasil” em fusão com a Cobasi, mas mercado ainda é cético com modelo de negócios

19 de abril de 2024 - 15:35

Fundador da Petz, Sergio Zimerman falou sobre a fusão em teleconferência com analistas, que não contou com a presença de ninguém da Cobasi

RECICLAGEM DE ATIVOS

Log (LOGG3) garante mais de R$ 500 milhões para o caixa com nova venda de galpões para fundo do BTG

19 de abril de 2024 - 10:57

Vale relembrar que o FII foi criado justamente para investir nos imóveis da companhia e já havia comprado cinco outros galpões da Log no ano passado

NEGÓCIO ANIMAL

Petz (PETZ3) e Cobasi selam acordo para fusão que cria gigante do mercado pet; ações disparam mais de 40% na abertura na B3

19 de abril de 2024 - 8:19

Juntas, Petz e Cobasi formarão rede de 483 lojas e faturamento de aproximadamente R$ 6,9 bilhões. Cada rede terá 50% do negócio combinado

NA QUINTA TENTATIVA

Credores aprovam plano de recuperação judicial da Oi (OIBR3) após assembleia se estender até madrugada; veja detalhes

19 de abril de 2024 - 7:17

O documento obteve o aval de 79,87% dos credores presentes no encontro desta quinta-feira (18)

DINHEIRO NO BOLSO

CCR (CCRO3) e Vibra (VBBR3) anunciam mais de R$ 1,2 bilhão em dividendos; confira o cronograma de pagamento de cada uma das companhias

18 de abril de 2024 - 18:32

O maior valor será distribuído pela Vibra, que pagará R$ 676 milhões em duas parcelas; já a CCR depositará R$ 536 milhões na conta dos acionistas

O 'X' DA QUESTÃO

Dividendos da Petrobras (PETR4): governo pode surpreender e levar proposta de pagamento direto à assembleia, admite presidente da estatal

18 de abril de 2024 - 18:03

Jean Paul Prates admitiu a possibilidade de que o governo leve uma proposta de pagamento diretamente à assembleia de acionistas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar