🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
AS LINHAS VERMELHAS JÁ ERAM?

Putin está furioso: a decisão dos EUA e de países europeus que tirou o presidente russo do sério

Moscou alega que o Ocidente está envolvido em uma “guerra por procuração” ao não se envolver diretamente no conflito, mas apoiar a Ucrânia

Carolina Gama
25 de janeiro de 2023
19:32 - atualizado às 8:44
Presidente da Rússia, Vladimir Putin
Vladimir Putin, presidente da Rússia - Imagem: Shutterstock

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, está furioso com a mais recente decisão dos EUA e de aliados europeus para ajudar a Ucrânia a se manter e derrotar Moscou na guerra que está prestes a completar um ano. 

“Extremamente perigoso”. “As linhas vermelhas anteriores agora são coisa do passado”. Foi assim que o governo de Putin classificou o envio de tanques a Kiev — uma manobra que deve aumentar a capacidade ucraniana para expulsar as forças russas das áreas ocupadas do país. 

Nesta quarta-feira (25), a Alemanha anunciou que estava pronta para enviar 14 tanques de batalha Leopard 2 para a Ucrânia e permitir que outros países enviassem seus próprios tanques de fabricação alemã para Kiev. 

Horas mais tarde, os EUA também anunciaram a intenção de enviar tanques Abrams para a Ucrânia.

A Rússia vê o presente dos tanques modernos como mais uma prova de que o Ocidente está lutando em uma guerra por procuração contra Moscou na Ucrânia.

A resposta de Putin

O governo de Putin alertou que a decisão da Alemanha “leva o conflito a um novo nível de confronto”.

Em uma declaração, a embaixada russa em Berlim afirma que a medida contradiz as declarações de políticos alemães sobre a relutância da Alemanha em participar da guerra. 

A embaixada diz ainda estar agora convencida de que a Alemanha e seus aliados mais próximos “não estão interessados ​​em uma solução diplomática para a crise ucraniana”, mas estão “preparados para sua escalada permanente e bombardeio ilimitado do regime de Kiev com armas cada vez mais mortais”.

Por fim, alertou que as “linhas vermelhas” ou limites para ambos os lados eram agora “uma coisa do passado”, ecoando comentários semelhantes do Ministério das Relações Exteriores da Rússia feitos mais cedo, ao reagir à perspectiva de tanques Abrams dos EUA serem enviados para a Ucrânia. 

“Há uma guerra híbrida acontecendo contra nosso país, sobre a qual o ministro das Relações Exteriores [Sergey] Lavrov falou em detalhes recentemente. As discussões sobre as linhas vermelhas são coisa do passado”, disse o ministério russo à agência de notícias estatal Tass. 

“Os Estados Unidos declararam inequivocamente seu desejo de infligir uma derrota estratégica à Rússia. É impossível não perceber a realidade”, acrescentou. 

  • Como investir em 2023? Com o início do novo governo Lula, a guerra entre Ucrânia e Rússia e o medo de uma recessão nas principais economias do mundo, é normal que o investidor não saiba muito o que fazer agora. Por isso, este material exclusivo do Seu Dinheiro revela as melhores oportunidades de investimento nas principais classes de ativos para quem não quer perder dinheiro em 2023. CONFIRA AQUI GRATUITAMENTE

Todos os olhos voltados aos EUA

Após a decisão da Alemanha sobre os tanques, todos os olhos se voltaram para os EUA para ver se Washington anunciaria que está pronta para enviar vários de seus próprios tanques Abrams para a Ucrânia. 

A Alemanha estava supostamente relutante em enviar seus próprios tanques, a menos que os EUA fizessem o mesmo, e uma cúpula de defesa na Alemanha na última sexta-feira não conseguiu chegar a um acordo sobre os tanques, com os EUA permanecendo evasivos sobre o envio de Abrams.

A decisão de hoje da Alemanha acabou sinalizando uma mudança de opinião em Washington. Horas mais tarde, o presidente norte-americano, Joe Biden, afirmou que os EUA enviarão 31 tanques M1 Abrams para a Ucrânia.

*Com informações da CNBC

Compartilhe

SÓ UMA PROMESSA?

Vai fechar o banco central, Milei? A nova declaração do presidente da Argentina sobre o futuro do BC do país

17 de maio de 2024 - 18:45

O presidente argentino está na Espanha e deu diversas declarações polêmicas a um público que o aplaudiu calorosamente; veja o que mais ele disse

O CUSTO DA NOVA ORDEM MUNDIAL

Xi Jinping na Rússia: o presidente da China está disposto a pagar o preço pela lealdade de Putin?

16 de maio de 2024 - 18:37

O líder chinês iniciou nesta quinta-feira (16) uma visita de Estado de dois dias à Rússia e muito mais do que uma parceria comercial está em jogo, mas o momento para Pequim é delicado

UM SUSPIRO

Os juros continuarão altos nos EUA? Inflação de abril traz alívio, mas Fed ainda tem que tirar as pedras do caminho

15 de maio de 2024 - 14:54

O índice de preços ao consumidor norte-americano de abril desacelerou para 3,4% em base anual assim como o seu núcleo; analistas dizem o que é preciso agora para convencer o banco central a iniciar o ciclo de afrouxamento monetário por lá

DESINFLAÇÃO ACELERADA

Boas notícias para Milei: Argentina tem inflação de um dígito e Banco Central promove corte de juros maior que o esperado

15 de maio de 2024 - 10:19

Os preços tiveram alta de 8,8% em abril, em linha com o esperado pelo mercado, que estimavam um avanço de preços entre 8% e 9%

UM PRATO QUE SE COME FRIO

A vingança da China: EUA impõem pacote multibilionário de tarifas a carros elétricos chineses e Xi Jinping quer revanche

14 de maio de 2024 - 20:03

O governo chinês disse que o país tomaria medidas resolutas para defender os seus direitos e interesses e instou a administração Biden a “corrigir os seus erros”

VIVA EL DÓLAR

Vitória para Milei: FMI anuncia novo acordo para desembolsar quase US$ 1 bi em pacote de ajuda à Argentina

13 de maio de 2024 - 15:00

Segundo o fundo, a Argentina apresenta “desempenho melhor que o esperado”, com queda na inflação, reconstrução da credibilidade, programas de consolidação fiscal, entre outros

ESCOLHA A FRANÇA

Em busca de capital estrangeiro, Macron atrai gigantes como Amazon para impulsionar investimentos na França

12 de maio de 2024 - 17:03

O presidente francês garantiu investimentos da Amazon, Pfizer e Astrazeneca, enquanto Morgan Stanley prometeu adicionar empregos no país

TECNOLOGIA EM FOCO

Guerra dos chips: Coreia do Sul anuncia pacote de mais de US$ 7 bilhões para a indústria de semicondutores

12 de maio de 2024 - 13:02

O ministro das Finanças sul-coreano, Choi Sang-mok, disse que o programa poderia incluir ofertas de empréstimos e a criação de um novo fundo

XI JINPING QUE SE CUIDE

A fúria de Biden contra a China: EUA preparam tarifaço sobre carros elétricos e energia solar — nem equipamentos médicos vão escapar

10 de maio de 2024 - 19:58

O anúncio completo, previsto para terça-feira (14), deve manter as tarifas existentes sobre muitos produtos chineses definidas pelo ex-presidente norte-americano, Donald Trump

FORA DO FRONT

Uma resposta a Israel? Assembleia da ONU aprova por maioria esmagadora mais direitos aos palestinos

10 de maio de 2024 - 18:50

O projeto de resolução também apela ao Conselho de Segurança que reconsidere favoravelmente o pedido dos palestinos para a adesão plena à organização

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar