🔴 EVENTO GRATUITO: COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
É PRA COMPRAR!

PetroRio (PRIO3) ou 3R (RRRP3): qual a melhor petroleira para se ter na carteira agora? O JP Morgan responde

Para a PetroRio, o banco estabeleceu o preço-alvo R$ 56. Já para 3R, o preço-alvo é de R$ 100. Potencial de valorização de uma delas passa de 150%.

Carolina Gama
11 de janeiro de 2023
14:17 - atualizado às 14:18
As duas ações estão disparadas na bolsa. Para a PetroRio, o banco estabeleceu o preço-alvo R$ 56. Já para 3R, o preço-alvo é de R$ 100. Potencial de valorização uma delas é de mais de 150%. Imagem: Montagem Seu Dinheiro

O petróleo não está mais na casa dos US$ 100 o barril, mas segue em patamar elevado. Por isso, as petroleiras ainda são as protagonistas das carteiras de muitos investidores. Entre PetroRio (PRIO3) e 3R Petroleum (RRRP3), qual é a melhor opção no momento?

A escolha, dessa vez, está mais fácil. O JP Morgan iniciou a cobertura de PRIO3 e de RRRP3 com recomendação de compra para ambas e diz que o ideal é ter uma combinação das duas ações. 

Para a PetroRio, o banco estabeleceu o preço-alvo R$ 56 — o que representa um potencial de alta de 55% em relação ao fechamento de terça-feira (10). Já para 3R, o preço-alvo é de R$ 100 — um potencial de valorização de 156% sobre o fechamento de ontem. 

As duas empresas sobem forte na B3 nesta quarta-feira (11). A 3R lidera as maiores altas do Ibovespa, com avanço de mais de 11%. A PetroRio também está entre as maiores altas do índice, com ganho de mais de 4%.

Segundo o JP Morgan, as petrolíferas juniores brasileiras são uma ótima opção para investir, já que estão praticamente livres de interferências políticas. 

“Continuamos otimistas quanto às perspectivas para o petróleo no médio prazo e, apesar da visão de nossos economistas de um crescimento modesto da economia global em 2023, esperamos uma demanda robusta de petróleo”, diz o banco em relatório. 

Nesse contexto, o JP Morgan é positivo em relação às empresas petrolíferas da América Latina, especialmente PetroRio e 3R Petroleum. O banco vê PRIO3 negociando a 3,2x o valor da firma/ebitda (EV/EBITDA) em 2023, com maior liquidez e um melhor histórico. 

Já a 3R negocia a 3,6x EV/EBITDA em 2023, com uma maior contribuição de crescimento de 2024 em diante.

Por que comprar PetroRio (PRIO3)?

De acordo com o JP Morgan, a PetroRio tem histórico comprovado, crescimento e potencial atraente de valorização. 

O banco vê a PRIO3 bem posicionada e com um histórico de crescimento que se beneficiará de um cenário de alta do petróleo, impulsionado por: 

  • Implantação da 2ª fase da recuperação de Frade; 
  • Perfuração em Wahoo; 
  • Fechamento de Albacora Leste. 

A PetroRio, segundo o JP Morgan, forneceu medidas de eficiência de custo — registrando custos de levantamento em declínio — e aumento da produção nos ativos incorporados. 

3R Petroleum (RRRP3)

A 3R, por sua vez, oferece um portfólio de ativos mais diversificado, com exposição a campos onshore e offshore, bem como operações mid e downstream, segundo o JP Morgan. 

“Vemos um grande potencial na recuperação das concessões assinadas, mas sinalizamos que a empresa ainda está em estágios iniciais desse desenvolvimento. Além disso, destacamos que o 3R é mais sensível aos preços do Brent, beneficiando-se de um cenário de alta do petróleo”, diz o banco em relatório. 

O JP Morgan diz ainda que o preço-alvo de R$ 100 por ação pressupõe uma recuperação bem-sucedida das concessões e a integração de Potiguar e de Pescada.

Uma combinação que cai bem

Diante de todos esses elementos, o JP Morgan recomenda a combinação de PetroRio e 3R, com base em dois fatores:

  • As empresas oferecem diferentes perfis de risco-retorno, o que pode agregar valor ao portfólio; 
  • Mesmo que se prefira uma empresa à outra, o banco prioriza a diversificação para mais regiões/ativos para mitigar os riscos concentrados de cada companhia.

O banco diz ainda que as empresas juniores de petróleo e gás no Brasil são as principais escolhas na cobertura do setor na América Latina, que inclui Colômbia e Argentina.

Compartilhe

PRÉVIAS DO BALANÇO

A Vale (VALE3) vai surpreender de novo? O que esperar do balanço da mineradora no 1T24 após produção e vendas que agradaram o mercado

24 de abril de 2024 - 6:01

A companhia divulga nesta quarta-feira (24), após o fechamento do mercado, os primeiros resultados financeiros referentes a 2024; o Seu Dinheiro antecipa o que deve vir por aí

AGORA VAI?

Sabesp (SBSP3): Câmara de São Paulo retoma debate da privatização, mas vereador contrário à proposta defende plebiscito

23 de abril de 2024 - 19:47

O projeto de lei que possibilita a privatização foi aprovado em primeira votação no dia 17 deste mês, mas não há data prevista para a segunda votação, que será definitiva

CONFORME O COMBINADO

Acionistas da Cielo (CIEL3) rejeitam novo laudo de avaliação em oferta de Bradesco e Banco do Brasil para fechar o capital da empresa

23 de abril de 2024 - 19:26

A rejeição ocorre após um acordo entre parte dos minoritários e os bancos que elevou para R$ 5,60 o preço por ação na OPA, uma alta 4,67% ante a oferta original

A MÁGICA DO BILIONÁRIO

Elon Musk é um encantador de investidores? Por que a Tesla tem o menor resultado em três anos e as ações TSLA sobem forte em Nova York

23 de abril de 2024 - 18:55

A fabricante de carros elétricos anunciou lucro e receita piores do que o esperado no primeiro trimestre de 2024 e viu seus papéis avançaram quase 10% no after market; entenda o que animou os investidores

OPERAÇÃO APROVADA

Weg (WEGE3) recebe sinal verde dos investidores para aumentar o capital em R$ 1 bilhão

23 de abril de 2024 - 18:29

A operação será feita por meio da incorporação de parte do saldo de reserva e retenção de lucros para investimentos da empresa

SOBRETAXA NA SIDERURGIA

Novo imposto do aço: Governo aumenta taxa para importação em meio a apelo das siderúrgicas. Vem impacto na inflação?

23 de abril de 2024 - 17:45

A alíquota subirá para 25% quando as cotas estabelecidas pelo governo forem ultrapassadas; veja os produtos que podem ser sobretaxados

DE OLHO NAS REDES

Novo Ozempic? “Cópia” da caneta emagrecedora será distribuída no Brasil por small cap que já disparou 225% — Ambev sofrerá? 

23 de abril de 2024 - 15:55

As ações desta small cap brasileira chegaram a disparar mais de 70% com a notícia: um medicamento similar ao Ozempic será distribuído no Brasil. Em seis meses, a alta já ultrapassa os 225% na bolsa.  “O remédio é um dos maiores temas do mercado de uns tempos para cá — ao lado da inteligência artificial”, […]

REAÇÃO AO RESULTADO

Mais um trimestre para esquecer? Usiminas cai forte na B3 após balanço do 1T24. Saiba o que o CEO da siderúrgica disse sobre os resultados

23 de abril de 2024 - 13:59

“2024 começou com forte importação e competição desleal”, afirmou o CEO da Usiminas, Marcelo Chara, em teleconferência com analistas

A CALORIA QUE VALE A PENA

Vai um Assaí aí? Por que esse bancão resolveu mudar a recomendação das ações ASAI3 — papéis reagem e sobem na B3

23 de abril de 2024 - 12:45

O JP Morgan elevou a recomendação para as ações do Assaí, com preço-alvo de R$ 17,50 para dezembro de 2024 — os papéis chegaram a ocupar o terceiro lugar no pódio de altas do Ibovespa; saiba por que chegou a hora de comprar

FRUTOS DO MATRIMÔNIO

3R Petroleum (RRRP3) e Enauta (ENAT3): esse bancão diz o que esperar da fusão entre as petroleiras juniores da B3 — e qual ação comprar agora

22 de abril de 2024 - 18:44

Na projeção do banco, o casamento entre as junior oils pode ser concluído até o fim do 3T24 — e já conta o que os investidores devem esperar pela frente

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar