IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2023-01-09T10:02:32-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
ATO DE VIOLAÇÃO

Meta, dona do Facebook, remove conteúdo de apoio às invasões em Brasília após ataque aos Três Poderes

Segundo a Reuters, a Meta já havia classificado o Brasil como um “local de alto risco temporário”, antes das eleições presidenciais ocorridas em outubro do ano passado

9 de janeiro de 2023
10:21 - atualizado às 10:02
Imagem de celular com logotipo do Facebook e da Meta ao fundo
Imagem de celular com logotipo do Facebook e da Meta ao fundo -

O discurso de “liberdade de expressão” foi longe demais no Brasil — pelo menos para a Meta, dona do Facebook, uma das plataformas sociais que defendem a propagação de informação sem qualquer filtro. 

Após o ataque aos Três Poderes em Brasília na tarde do último domingo (8), a Meta anunciou que vai começar a remover e bloquear conteúdo das invasões ao Congresso Nacional, Palácio do Planalto e ao prédio do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Isso porque os milhares de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro que invadiram e depredaram os prédios dos Três Poderes utilizaram as redes sociais para se mobilizar, entre elas o Facebook e o WhatsApp. 

“Estamos acompanhando a situação ativamente e continuaremos removendo conteúdo que viole nossas políticas”. Também estamos classificando isso como um ato de violação, o que significa que removeremos conteúdo que apoie ou enalteça essas ações", disse um porta-voz da Meta à BBC. 

Segundo a Reuters, a Meta já havia classificado o Brasil como um “local de alto risco temporário”, antes das eleições presidenciais ocorridas em outubro do ano passado. 

Vale lembrar que o ex-presidente Jair Bolsonaro, único chefe do executivo que não conseguiu a reeleição desde a redemocratização do país, se recusou a aceitar os resultados das urnas. 

A atitude deu fôlego às movimentações e concentrações de apoiadores em quartéis em todo o país — e a defesa de atos antidemocráticos como o fechamento do Congresso e a intervenção militar. 

Para a dona do Facebook, um “ato de violação” 

A Meta também classificou as invasões em Brasília no último domingo (8) como “ato de violação”, assim como o ataque aos Capitólio dos EUA em 6 de janeiro de 2021

Com a iniciativa de remoção de postagens, a empresa deve acelerar a política de retirada de conteúdos prejudiciais das redes sociais WhatsApp, Instagram e Facebook, todas pertencentes ao grupo. 

*Com informações de Reuters e BBC 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

LOTERIAS

Lotofácil e Quina acumulam; Mega-Sena pode pagar R$ 115 milhões hoje

1 de fevereiro de 2023 - 6:01

Mega-Sena está acumulada desde o sorteio da virada; Lotofácil e Quina também oferecem prêmios milionários nesta quarta-feira

maus ventos

O Brasil vai acabar? Inflação pode deixar de responder ao BC se Lula conseguir mudar meta, dizem gestores

31 de janeiro de 2023 - 21:24

Rodrigo Azevedo, da Ibiuna, e Felipe Guerra, da Legacy, estão com visão pessimista para o Brasil

DIA 31

Está confirmado: Lula vai para os EUA no dia 10 de fevereiro — veja o que ele vai discutir com Biden

31 de janeiro de 2023 - 20:06

Enquanto o encontro não chega, o petista tentou acalmar os ânimos dos investidores — que seguem desconfiados em relação à responsabilidade fiscal do novo governo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

MELHORES DO MÊS

Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro; títulos do Tesouro ficam na lanterna

31 de janeiro de 2023 - 18:46

As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança — e barganhas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies