🔴 [EVENTO GRATUITO] COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE AQUI

Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
EXPANSÃO BRASILEIRA

O Mercado Livre (MELI34) avança no Brasil, e nem precisa da crise na Americanas: receitas no país saltam 28% no 4T22

Em bases cambiais neutras, o avanço da receita líquida do Mercado Livre no país teria sido ainda maior, de 36% na base anual

Victor Aguiar
Victor Aguiar
23 de fevereiro de 2023
18:20 - atualizado às 18:48
Mercado Livre (MELI), com carros da empresa ao fundo
Imagem: Divulgação

Muito se fala sobre o futuro do e-commerce no Brasil após a recuperação judicial da Americanas (AMER3): quem irá ocupar o vácuo da varejista, envolvida numa crise sem fim após a descoberta de um rombo contábil bilionário? O Mercado Livre (MELI34) é um dos candidatos — mas mostra que, mesmo sem esse efeito, está avançando pelo país.

Há pouco, a gigante latino-americana reportou seus resultados financeiros referentes aos três últimos meses de 2022. E, considerando os resultados do grupo como um todo, as cifras impressionam: a receita líquida chegou a US$ 3,3 bilhões, alta de 56,5% em relação ao mesmo período do ano passado, considerando uma base cambial neutra.

Se levado em conta o resultado nas moedas locais — o Mercado Livre atua com destaque no Brasil, na Argentina e no México —, o desempenho seria um pouco mais modesto: US$ 3 bilhões, um avanço de 40,9% em um ano.

Mas o que importa para nós, brasileiros, é o que o Mercado Livre fez no país entre outubro e dezembro do ano passado. E, por aqui, foi gerada pouco mais da metade da receita líquida, ou US$ 1,53 bilhão, ou um crescimento de 28% em relação ao quarto trimestre de 2021, considerando a performance em reais.

Mais que isso: também na nossa moeda, o volume vendido de mercadorias (GMV, na sigla em inglês) avançou 22% em um ano; se levarmos em conta a base cambial neutra, com todos os resultados locais dolarizados, a receita líquida do Brasil teria avançado 36%, enquanto o GMV teria se expandido em 29%.

E, vale lembrar: estamos falando do quarto trimestre de 2022 — portanto, um período anterior à eclosão da crise na Americanas.

"No Brasil, esperamos que nossa maior 'sofisticação' sirva para atender clientes maiores e mais importantes no marketplace, enquanto os vendedores de porte pequeno e médio continuarão a direcionar o nosso crescimento e o ganho de participação de mercado", diz a empresa.

  • O Seu Dinheiro acaba de liberar um treinamento exclusivo e completamente gratuito para todos os leitores que buscam receber pagamentos recorrentes de empresas da Bolsa. [LIBERE SEU ACESSO AQUI]

Brasil puxando o resultado do Mercado Livre

O próprio Mercado Livre ressalta que o quarto trimestre foi particularmente forte no segmento de comércio — a empresa também conta com um braço financeiro e outro de serviços diversos. Mas, considerando apenas a transação de mercadorias, o Brasil foi peça-chave.

Como já foi dito, o volume vendido de mercadorias no país cresceu 35% em reais, ou 22% em bases cambiais neutras — e, vale lembrar, o Brasil é o principal local de atuação do Mercado Livre.

"Nossa campanha de Black Friday no Brasil superou de maneira significativa o mercado mais fraco, e esse foi apenas um dos destaques de um ano de grandes ganhos de participação de mercado em várias categorias, o que foi consistente na maioria dos locais em que estamos", diz a companhia, que diz ter conseguido o resultado sem ter uma "bala de prata" — investimentos e execução estratégica são apontados como os responsáveis pelo desempenho.

Outro destaque da operação brasileira foi o Mercado Envios, ramo de logística da companhia; o país viu um aumento sequencial em sua adoção ao longo do ano, o que fez com que o seu nível de penetração chegasse a perto de 40%.

Quanto às atividades da área de fintech, o Mercado Livre diz que o uso de cartões de crédito no Brasil e no México terá um papel importante; ao longo do segundo semestre, a empresa diz ter visto uma melhora significativa do negócio de cartões, após uma desaceleração nas emissões na primeira metade do ano.

E como será 2023?

Também em comunicado, o Mercado Livre se diz confiante no potencial de crescimento nos próximos anos, mesmo após uma série de dificuldades macroeconômicas nas regiões em que atua no curto prazo — a empresa afirma que continuará desenvolvendo tecnologias para ter uma vantagem competitiva na América Latina

"No curto prazo, estamos operando num cenário bastante competitivo e de rápida mutação no Brasil", diz o Mercado Livre, no que parece ser uma menção à questão da Americanas "Nossos times, como sempre, estiveram ativos para garantir que a companhia está posicionada como um lar natural para os consumidores e vendedores".

Mercado Livre: reação positiva em Wall Street

Independente dos resultados no Brasil, os investidores gostaram do que viram no balanço do Mercado Livre: no after market em Nova York — uma espécie de prorrogação da sessão regular —, as ações MELI operam em forte alta de 5,43%, a US$ 1.198,00.

No Brasil, onde o mercado está fechado, os BDRs MELI34 terminaram o pregão desta quinta-feira (23) com ganhos de 5,46%, a R$ 51,22.

E boa parte dessa reação positiva vista em Wall Street se deve às outras linhas do balanço consolidado do Mercado Livre no quarto trimestre: em moedas locais, o lucro bruto foi de US$ 1,46 bilhão, alta de 70% em relação ao mesmo período do ano passado.

O lucro líquido, por sua vez, chegou a US$ 165 milhões; entre outubro e dezembro de 2021, houve prejuízo de US$ 46 milhões; com isso, o lucro por ação (LPA) foi de US$ 3,25 no quarto trimestre de 2022, ante um prejuízo de US$ 0,92 por papel há um ano.

Compartilhe

RESULTADO DO LEILÃO

Teste para a Sabesp? Em primeira privatização de Tarcísio, fundo arremata Emae por R$ 1 bilhão

19 de abril de 2024 - 19:51

Com ágio de 33,68%, o fundo arrematou a estatal e passará a gerir um ativo com 906 megawatts (MW) em geração hidrelétrica

RECUOU?

A explicação do ex-conselheiro da Vale (VALE3) após a acusação de interferência do governo na mineradora

19 de abril de 2024 - 19:41

O assunto voltou à tona na resposta a um ofício da CVM, que solicitou esclarecimentos sobre as recentes declarações de José Luciano Eduardo Penido

POR DENTRO DA OPERAÇÃO

Tchau, Vale (VALE3)? Por que a Cosan (CSAN3) vendeu 33,5 milhões de ações da mineradora

19 de abril de 2024 - 19:28

A Cosan também quitou R$ 2 bilhões do saldo remanescente do endividamento e liquidação dos derivativos atrelados às ações da Vale

Cura até coração partido

E agora, Ozempic? Caneta emagrecedora Zepbound se mostra promissora no tratamento da apneia do sono

19 de abril de 2024 - 18:45

De acordo com dados preliminares de ensaios clínicos, a Zepbound foi mais eficaz que um placebo na redução da gravidade da apneia obstrutiva do sono

REPORTAGEM ESPECIAL

Petz (PETZ3) mira fórmula “Raia Drogasil” em fusão com a Cobasi, mas mercado ainda é cético com modelo de negócios

19 de abril de 2024 - 15:35

Fundador da Petz, Sergio Zimerman falou sobre a fusão em teleconferência com analistas, que não contou com a presença de ninguém da Cobasi

RECICLAGEM DE ATIVOS

Log (LOGG3) garante mais de R$ 500 milhões para o caixa com nova venda de galpões para fundo do BTG

19 de abril de 2024 - 10:57

Vale relembrar que o FII foi criado justamente para investir nos imóveis da companhia e já havia comprado cinco outros galpões da Log no ano passado

NEGÓCIO ANIMAL

Petz (PETZ3) e Cobasi selam acordo para fusão que cria gigante do mercado pet; ações disparam mais de 40% na abertura na B3

19 de abril de 2024 - 8:19

Juntas, Petz e Cobasi formarão rede de 483 lojas e faturamento de aproximadamente R$ 6,9 bilhões. Cada rede terá 50% do negócio combinado

NA QUINTA TENTATIVA

Credores aprovam plano de recuperação judicial da Oi (OIBR3) após assembleia se estender até madrugada; veja detalhes

19 de abril de 2024 - 7:17

O documento obteve o aval de 79,87% dos credores presentes no encontro desta quinta-feira (18)

DINHEIRO NO BOLSO

CCR (CCRO3) e Vibra (VBBR3) anunciam mais de R$ 1,2 bilhão em dividendos; confira o cronograma de pagamento de cada uma das companhias

18 de abril de 2024 - 18:32

O maior valor será distribuído pela Vibra, que pagará R$ 676 milhões em duas parcelas; já a CCR depositará R$ 536 milhões na conta dos acionistas

O 'X' DA QUESTÃO

Dividendos da Petrobras (PETR4): governo pode surpreender e levar proposta de pagamento direto à assembleia, admite presidente da estatal

18 de abril de 2024 - 18:03

Jean Paul Prates admitiu a possibilidade de que o governo leve uma proposta de pagamento diretamente à assembleia de acionistas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar