🔴 [EVENTO GRATUITO] COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE AQUI

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
DESTAQUES DA BOLSA

Gol (GOLL4) perde altitude e lidera quedas do Ibovespa após este analista achar que as ações já subiram demais

Embora acumulem perda de 16% em julho, as ações da Gol apresentam ganho de 7% em um mês e de mais de 50% em 2023 como um todo

Carolina Gama
11 de julho de 2023
14:03 - atualizado às 20:58
Aeronave da Gol no aeroporto de Congonhas (SP)
Aeronave da Gol no aeroporto de Congonhas (SP) - Imagem: Shutterstock

A Gol (GOLL4) perde altitude nesta terça-feira (11), e as ações lideram as maiores quedas do Ibovespa, recuando mais de 6%. Os ventos contrários para a companhia aérea vieram do Goldman Sachs, que rebaixou a recomendação dos papéis de compra para neutro.

A mudança acontece por conta do recente forte desempenho das ações das companhias aéreas brasileiras – o banco está mais seletivo dentro da cobertura do setor e prefere balanços mais sólidos e posicionamento competitivo.

Além de passar a uma indicação neutra, o Goldman Sachs elevou o preço-alvo para as ações da Gol de R$ 12,10 para R$ 13,50 – o que representa ainda um potencial de alta de 15% sobre o fechamento de segunda-feira (10).

  • Busque lucros com o mercado internacional sem sair da B3: conheça os 5 BDRs recomendados pelos analistas da Empiricus Research para comprar agora – um deles é de empresa parceira da Apple que cresce 20% ao ano. [ACESSE A LISTA GRATUITA AQUI]

O plano de voo das ações GOLL4

O Goldman Sachs passou a recomendar a compra das ações da Gol em 30 de setembro de 2020. Desde então, os papéis GOLL4 caíram 31% contra um avanço de 25% do Ibovespa.

Segundo o banco, o movimento se deve, ainda que parcialmente, a uma maior alavancagem e à desvalorização do setor globalmente.

Embora acumulem perda de 16% em julho, as ações da Gol apresentam ganho de 7% em um mês e de mais de 50% em 2023 como um todo.

Gol versus as rivais

Em um cenário de queda dos preços dos combustíveis de aviação, o Goldman Sachs prefere nomes que tenham um posicionamento estratégico na América Latina – o que deve impulsionar a melhora do poder de precificação, como a Copa.

Além disso, o banco também opta por empresas expostas a países que devem crescer a um ritmo mais acelerado em termos de número de passageiros, como a Volaris, que tem riscos potencialmente menores de concorrência acirrada.

"Nossa preferência relativa é baseada em balanços mais leves em um cenário de volatilidade macro e incerteza global, o que deve gerar menor volatilidade para nossos nomes classificados como compra”, dizem os analistas do Goldman Sachs em relatório.

Como referência, o banco projeta a alavancagem da Gol em 3 vezes em 2024 contra 2 vezes para Volaris e 0,5 vez para Copa no mesmo período.

Céu de brigadeiro

O Goldman Sachs chama atenção para o número de passageiros transportados no Brasil atualmente, que está em linha com o que foi visto antes da pandemia de covid-19.

No entanto, olhando separadamente entre a demanda doméstica e internacional, o banco nota que a recuperação da demanda doméstica foi mais rápida do que a internacional, que ainda está abaixo dos níveis pré-pandemia.

"Do ponto de vista da lucratividade, acreditamos que as duas companhias aéreas brasileiras em nossa cobertura [Azul e Gol] devem se beneficiar do cenário de preços mais baixos dos combustíveis de aviação e aumentar as margens, no cenário atual de um mercado racional no País, passando apenas parcialmente através de custos mais baixos para as tarifas", diz o Goldman Sachs em relatório.

VEJA TAMBÉM - DÓLAR ABAIXO DOS R$ 4,50? O QUE ESPERAR DO CÂMBIO E SELIC NA RETA FINAL DE 2023

Compartilhe

RESULTADO DO LEILÃO

Teste para a Sabesp? Em primeira privatização de Tarcísio, fundo arremata Emae por R$ 1 bilhão

19 de abril de 2024 - 19:51

Com ágio de 33,68%, o fundo arrematou a estatal e passará a gerir um ativo com 906 megawatts (MW) em geração hidrelétrica

RECUOU?

A explicação do ex-conselheiro da Vale (VALE3) após a acusação de interferência do governo na mineradora

19 de abril de 2024 - 19:41

O assunto voltou à tona na resposta a um ofício da CVM, que solicitou esclarecimentos sobre as recentes declarações de José Luciano Eduardo Penido

POR DENTRO DA OPERAÇÃO

Tchau, Vale (VALE3)? Por que a Cosan (CSAN3) vendeu 33,5 milhões de ações da mineradora

19 de abril de 2024 - 19:28

A Cosan também quitou R$ 2 bilhões do saldo remanescente do endividamento e liquidação dos derivativos atrelados às ações da Vale

Cura até coração partido

E agora, Ozempic? Caneta emagrecedora Zepbound se mostra promissora no tratamento da apneia do sono

19 de abril de 2024 - 18:45

De acordo com dados preliminares de ensaios clínicos, a Zepbound foi mais eficaz que um placebo na redução da gravidade da apneia obstrutiva do sono

REPORTAGEM ESPECIAL

Petz (PETZ3) mira fórmula “Raia Drogasil” em fusão com a Cobasi, mas mercado ainda é cético com modelo de negócios

19 de abril de 2024 - 15:35

Fundador da Petz, Sergio Zimerman falou sobre a fusão em teleconferência com analistas, que não contou com a presença de ninguém da Cobasi

RECICLAGEM DE ATIVOS

Log (LOGG3) garante mais de R$ 500 milhões para o caixa com nova venda de galpões para fundo do BTG

19 de abril de 2024 - 10:57

Vale relembrar que o FII foi criado justamente para investir nos imóveis da companhia e já havia comprado cinco outros galpões da Log no ano passado

NEGÓCIO ANIMAL

Petz (PETZ3) e Cobasi selam acordo para fusão que cria gigante do mercado pet; ações disparam mais de 40% na abertura na B3

19 de abril de 2024 - 8:19

Juntas, Petz e Cobasi formarão rede de 483 lojas e faturamento de aproximadamente R$ 6,9 bilhões. Cada rede terá 50% do negócio combinado

NA QUINTA TENTATIVA

Credores aprovam plano de recuperação judicial da Oi (OIBR3) após assembleia se estender até madrugada; veja detalhes

19 de abril de 2024 - 7:17

O documento obteve o aval de 79,87% dos credores presentes no encontro desta quinta-feira (18)

DINHEIRO NO BOLSO

CCR (CCRO3) e Vibra (VBBR3) anunciam mais de R$ 1,2 bilhão em dividendos; confira o cronograma de pagamento de cada uma das companhias

18 de abril de 2024 - 18:32

O maior valor será distribuído pela Vibra, que pagará R$ 676 milhões em duas parcelas; já a CCR depositará R$ 536 milhões na conta dos acionistas

O 'X' DA QUESTÃO

Dividendos da Petrobras (PETR4): governo pode surpreender e levar proposta de pagamento direto à assembleia, admite presidente da estatal

18 de abril de 2024 - 18:03

Jean Paul Prates admitiu a possibilidade de que o governo leve uma proposta de pagamento diretamente à assembleia de acionistas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar