🔴 EVENTO GRATUITO: COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
COPIA, MAS NÃO FAZ IGUAL

Mark Zuckerberg quer imitar Elon Musk? Meta passa a cobrar por verificação de usuários do Instagram e Facebook

Mediante tarifa mensal nada módica, serviço será lançado primeiro para usuários do Facebook e do Instagram na Austrália e Nova Zelândia

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
20 de fevereiro de 2023
15:15 - atualizado às 15:25
meta facebook instagram mark zuckerberg
Imagem: Adobe Stock/Montagem: Giovanna Figueredo

Nada se cria. Tudo se transforma. Ou se copia. As redes sociais que o digam. Depois de Elon Musk ter começado a cobrar pela verificação dos usuários do Twitter, Mark Zuckerberg resolveu fazer o mesmo no Facebook e no Instagram, as principais redes sociais da Meta Platforms.

A Meta está lançando um novo serviço de assinatura de verificação paga chamado Meta Verified, anunciou o CEO Mark Zuckerberg em sua conta no Instagram.

Quanto vai custar

Pela bagatela mensal de US$ 11,99 (mais de R$ 60) na web e US$ 14,99 (quase R$ 80) no iOS, os usuários do Insta e do Face terão acesso ao ícone de autenticação azul. Também será preciso apresentar documentos confirmando a identidade.

Verificação de autenticidade do Instagram e do Facebook vai começar pela Oceania

A cobrança ainda não vale para o Brasil, mas já é uma realidade na Oceania.

Ela está sendo introduzida inicialmente na Austrália e na Nova Zelândia nesta semana e com o tempo será estendida a outras regiões, anunciou Zuckerberg.

  • O SEGREDO DOS MILIONÁRIOS: as pessoas mais ricas do Brasil não hesitam em comprar ações boas pagadoras de dividendos. Veja como fazer o mesmo neste treinamento exclusivo que o Seu Dinheiro está liberando para todos os leitores.

Copia, mas não faz igual

Nos últimos anos, a Meta concedeu gratuitamente a verificação de identidade de usuários como políticos, executivos, jornalistas e organizações.

O novo serviço de assinatura é semelhante ao Twitter Blue, que também concede aos usuários um ícone de autenticidade verificada mediante pagamento de taxa mensal.

Ao anunciar o serviço no em sua rede social, Musk deixou clara a necessidade do Twitter de gerar novas fontes de receita.

Já Zuckerberg tomou outro caminho. “Esse novo recurso visa aumentar a autenticidade e a segurança em nossos serviços”, afirmou o fundador do Facebook em uma publicação.

O anúncio, no entanto, ocorre em um momento no qual tanto a receita quanto a lucratividade da Meta estão em queda.

De qualquer modo, ainda não é possível mensurar a repercussão da medida, principalmente devido a sua limitação geográfica.

O lançamento do Twitter Blue gerou revolta nas redes e algum mal-estar entre os usuários.

Em contrapartida, diferentemente da proposta de Musk, Zuckerberg vai pedir documentos de autenticidade e autorizar o recurso somente para maiores de 18 anos.

*Com informações da CNBC.

Compartilhe

PRÉVIAS DO BALANÇO

A Vale (VALE3) vai surpreender de novo? O que esperar do balanço da mineradora no 1T24 após produção e vendas que agradaram o mercado

24 de abril de 2024 - 6:01

A companhia divulga nesta quarta-feira (24), após o fechamento do mercado, os primeiros resultados financeiros referentes a 2024; o Seu Dinheiro antecipa o que deve vir por aí

AGORA VAI?

Sabesp (SBSP3): Câmara de São Paulo retoma debate da privatização, mas vereador contrário à proposta defende plebiscito

23 de abril de 2024 - 19:47

O projeto de lei que possibilita a privatização foi aprovado em primeira votação no dia 17 deste mês, mas não há data prevista para a segunda votação, que será definitiva

CONFORME O COMBINADO

Acionistas da Cielo (CIEL3) rejeitam novo laudo de avaliação em oferta de Bradesco e Banco do Brasil para fechar o capital da empresa

23 de abril de 2024 - 19:26

A rejeição ocorre após um acordo entre parte dos minoritários e os bancos que elevou para R$ 5,60 o preço por ação na OPA, uma alta 4,67% ante a oferta original

A MÁGICA DO BILIONÁRIO

Elon Musk é um encantador de investidores? Por que a Tesla tem o menor resultado em três anos e as ações TSLA sobem forte em Nova York

23 de abril de 2024 - 18:55

A fabricante de carros elétricos anunciou lucro e receita piores do que o esperado no primeiro trimestre de 2024 e viu seus papéis avançaram quase 10% no after market; entenda o que animou os investidores

OPERAÇÃO APROVADA

Weg (WEGE3) recebe sinal verde dos investidores para aumentar o capital em R$ 1 bilhão

23 de abril de 2024 - 18:29

A operação será feita por meio da incorporação de parte do saldo de reserva e retenção de lucros para investimentos da empresa

SOBRETAXA NA SIDERURGIA

Novo imposto do aço: Governo aumenta taxa para importação em meio a apelo das siderúrgicas. Vem impacto na inflação?

23 de abril de 2024 - 17:45

A alíquota subirá para 25% quando as cotas estabelecidas pelo governo forem ultrapassadas; veja os produtos que podem ser sobretaxados

DE OLHO NAS REDES

Novo Ozempic? “Cópia” da caneta emagrecedora será distribuída no Brasil por small cap que já disparou 225% — Ambev sofrerá? 

23 de abril de 2024 - 15:55

As ações desta small cap brasileira chegaram a disparar mais de 70% com a notícia: um medicamento similar ao Ozempic será distribuído no Brasil. Em seis meses, a alta já ultrapassa os 225% na bolsa.  “O remédio é um dos maiores temas do mercado de uns tempos para cá — ao lado da inteligência artificial”, […]

REAÇÃO AO RESULTADO

Mais um trimestre para esquecer? Usiminas cai forte na B3 após balanço do 1T24. Saiba o que o CEO da siderúrgica disse sobre os resultados

23 de abril de 2024 - 13:59

“2024 começou com forte importação e competição desleal”, afirmou o CEO da Usiminas, Marcelo Chara, em teleconferência com analistas

A CALORIA QUE VALE A PENA

Vai um Assaí aí? Por que esse bancão resolveu mudar a recomendação das ações ASAI3 — papéis reagem e sobem na B3

23 de abril de 2024 - 12:45

O JP Morgan elevou a recomendação para as ações do Assaí, com preço-alvo de R$ 17,50 para dezembro de 2024 — os papéis chegaram a ocupar o terceiro lugar no pódio de altas do Ibovespa; saiba por que chegou a hora de comprar

FRUTOS DO MATRIMÔNIO

3R Petroleum (RRRP3) e Enauta (ENAT3): esse bancão diz o que esperar da fusão entre as petroleiras juniores da B3 — e qual ação comprar agora

22 de abril de 2024 - 18:44

Na projeção do banco, o casamento entre as junior oils pode ser concluído até o fim do 3T24 — e já conta o que os investidores devem esperar pela frente

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar