IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2023-01-17T15:52:03-03:00
Camille Lima
DO VIDEOGAME ÀS TELAS

The Last of Us atinge 4,7 milhões de espectadores na estreia e é o segundo maior lançamento da HBO desde 2010

O lançamento da adaptação do videogame fica atrás apenas de “A Casa do Dragão”, que atraiu 9,98 milhões de espectadores na estreia

17 de janeiro de 2023
15:51 - atualizado às 15:52
The Last of Us, da HBO
The Last of Us, da HBO - Imagem: Divulgação/HBO Max

Baseada na franquia de videogame de sucesso da Playstation e da Naughty Dog, a série “The Last of Us” (TLOU) deu o que falar após sua estreia na plataforma de streaming HBO Max no último domingo (15). 

Além da fidelidade espantosa às cenas vistas no jogo, o lançamento da série também surpreendeu com a audiência: o primeiro episódio atingiu 4,7 milhões de espectadores ao redor do mundo no domingo.

A série era um dos lançamentos mais esperados do calendário da HBO de 2023. Para se ter uma ideia, os trailers e teasers da produção somaram mais de 100 milhões de visualizações até a estreia de TLOU, segundo informações da WarnerMedia.

“Nosso foco era simplesmente fazer a melhor adaptação possível dessa amada história para o maior público possível”, afirmaram Craig Mazin e Neil Druckmann, produtores executivos da série, em nota à imprensa.

Com a audiência de milhões — literalmente —, a adaptação do jogo conquistou a coroa de segunda maior estreia da HBO desde o lançamento da série “Boardwalk Empire: O Império do Contrabando”, que contou com uma audiência de 4,81 milhões em 2010.

O lançamento de TLOU fica atrás apenas de “A Casa do Dragão”, série que explora o universo criado por George R. R. Martin cerca de duas centenas de anos antes dos acontecimentos retratados em “Game of Thrones” e que atraiu 9,98 milhões de espectadores na estreia.

O sucesso de “The Last of Us”

A audiência de 4,7 milhões não foi a única marca estonteante que The Last of Us conquistou. A série ainda ganhou avaliação de 99% dos críticos no site Rotten Tomatoes e de 9,6 no IMDB.

O sucesso de The Last of Us chegou ainda às redes sociais, com a série alcançando o primeiro lugar nos assuntos quentes (os famosos “trending topics”) do Twitter global na noite da estreia.

“Estamos emocionados em ver os fãs da série e do jogo vivenciarem essa história icônica de uma nova maneira e agradecemos a eles por ajudarem a torná-la um sucesso”, disse Casey Bloys, CEO da HBO.

Diferentemente de outras adaptações de jogos, que falharam em transformar as histórias originais para outros formatos devido à intensa busca pela jogabilidade dos usuários, a HBO conseguiu dosar as mudanças para até melhorar a experiência dos fãs.

A produtora trouxe o criador do jogo original, Neil Druckmann, para desenvolver o roteiro da série de The Last of Us junto ao produtor e roteirista Craig Mazin.

Desse modo, o roteiro da produção da HBO é extremamente fiel ao videogame, com a reprodução de falas dos personagens e cenas. Druckman chegou a garantir ao jornal The New Yorker que a produção seria a "melhor e mais autêntica adaptação de games” já feita.

Mesmo assim, o criador do jogo prometeu aos fãs da franquia mudanças pela frente. “Acho que a série vai mudar as coisas. Às vezes, adaptações não funcionam porque o material de origem não é forte o suficiente. Às vezes, elas não funcionam porque as pessoas que a fazem não entendem o material original.”

Na adaptação da HBO, Druckmann atuou como produtor, roteirista e até diretor de determinados episódios da série.

“Com eles no comando [Craig Mazin e Neil Druckmann] ao lado da incomparável Carolyn Strauss, esta série certamente vai agradar tanto os fãs dos jogos The Last of Us quanto os recém-chegados a esta saga. Estamos muito satisfeitos com a parceria com a Naughty Dog, World Games, Sony e PlayStation para adaptar esta história épica e poderosamente envolvente”, disse Francesca Orsi, vice-presidente executiva da HBO.

  • Não perca dinheiro em 2023: o Seu Dinheiro conversou com os principais especialistas do mercado financeiro e reuniu neste material as melhores oportunidades de investimentos em ações, BDRs, fundos imobiliários e muito mais. ACESSE AQUI GRATUITAMENTE

O universo de TLOU

O jogo The Last of Us foi lançado para Playstation 3 em 2013, enquanto a sequência foi ao mercado em 2020 para Playstation 4.

Ao todo, a franquia vendeu mais de 37 milhões de cópias ao redor do mundo até dezembro do ano passado, segundo a Naughty Dog e a Sony.

Assim como o jogo, a adaptação retrata um futuro pandêmico que deixou os seres humanos à beira da extinção, se passando cerca de 20 anos depois da destruição da civilização devido ao fungo Cordyceps.

O primeiro episódio da série retrata a jornada de Joel, um sobrevivente contratado para contrabandear Ellie, uma jovem de 14 anos, para fora de uma zona de quarentena opressiva.

A dupla deve encontrar um grupo de rebeldes que se voltou contra as autoridades, mas descobre que Ellie pode estar infectada com o vírus. 

Os dois passam a questionar se a possível imunidade da jovem pode ser a chave para encontrar a cura do vírus e salvar a humanidade.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

maus ventos

O Brasil vai acabar? Inflação pode deixar de responder ao BC se Lula conseguir mudar meta, dizem gestores

31 de janeiro de 2023 - 21:24

Rodrigo Azevedo, da Ibiuna, e Felipe Guerra, da Legacy, estão com visão pessimista para o Brasil

DIA 31

Está confirmado: Lula vai para os EUA no dia 10 de fevereiro — veja o que ele vai discutir com Biden

31 de janeiro de 2023 - 20:06

Enquanto o encontro não chega, o petista tentou acalmar os ânimos dos investidores — que seguem desconfiados em relação à responsabilidade fiscal do novo governo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

MELHORES DO MÊS

Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro; títulos do Tesouro ficam na lanterna

31 de janeiro de 2023 - 18:46

As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança — e barganhas

ESTAGNOU?

Dividendos do Maxi Renda (MXRF11) não cresceram em 2022, mas os proventos destes outros três fundos imobiliários subiram mais de 50% — veja quais são

31 de janeiro de 2023 - 18:33

O melhor resultado foi obtido pelo Santander Papéis Imobiliários CDI (SADI11), com alta de 77,1%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies