🔴 [TESTE GRÁTIS] NOVO APP PODE GERAR ATÉ R$ 680 POR DIA COM 3 CLIQUES – CONHEÇA

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
BUONGIORNO, ITALIA

Vale a pena comprar ações da Weg? Após aquisição na Europa, BTG acredita que WEGE3 pode disparar mais de 40%

Empresa anunciou a compra da Motion Control, a unidade de sensores da italiana Gefran, por aproximadamente R$ 121,68 milhões

Camille Lima
Camille Lima
1 de agosto de 2022
13:26 - atualizado às 17:41
WEG WEGE3

A diversificação é um conceito importante em muitas áreas da vida financeira, seja na hora de montar sua carteira de investimentos com diferentes tipos de ativos ou de escolher uma empresa que atue em múltiplos setores do mercado. E, de olho na importância de se tornar cada vez mais diversificada, a Weg (WEGE3) não perde tempo quando o assunto é abrir o portfólio.

Apenas duas semanas após expandir os negócios para a fabricação e venda de motores elétricos para lavadoras de roupa, com a parceria com o grupo argelino Cevital, a companhia decidiu dar uma passeggiata na Itália para ir às compras.

A empresa anunciou a aquisição da Motion Control, a unidade de negócio da italiana Gefran. O negócio foi fechado por 23 milhões de euros, correspondente a cerca de R$ 121,68 milhões, na cotação atual.

  • WEG REPORTA QUEDA NO LUCRO NO SEGUNDO TRIMESTRE, MAS AÇÃO SOBE QUASE 10% EM 5 DIAS. Esse é o melhor momento para investir em ação? Libere aqui o relatório gratuito e saiba se investimento está valendo a pena.  

As ações reagiram em alta após o comunicado, chegando a operar entre as maiores valorizações do Ibovespa pela manhã. Mas o movimento perdeu força neste início de tarde e os papéis fecharam em queda de 0,57%, a R$ 27,88.

Detalhes do negócio da Weg (WEGE3)

Fundada em 1960, a Gefran é uma empresa bem tradicional na Itália e atua na indústria de automação e inovação tecnológica. A companhia possui três principais áreas de negócios: a Motion Control, a Automation Components e a Sensors. 

A unidade comprada pela Weg (WEGE3) é responsável pelo desenvolvimento e produção de sensores de controle de movimento e cuida de uma linha inteira de inversores de frequência, conversores de corrente contínua e aplicações especiais de servoconversores.

A Motion Control possui fábricas na Itália, Alemanha, China e Índia, totalizando uma equipe de aproximadamente 180 colaboradores e uma base de clientes espalhada em mais de 70 países.

Com isso, o segmento da italiana encerrou 2021 com uma receita líquida de 44,8 milhões de euros.

Vale destacar que a conclusão do negócio ainda depende do cumprimento de certas condições, como a aprovação por autoridades regulatórias europeias.

O que dizem os analistas

Para os analistas do BTG Pactual, a aquisição é positiva para a Weg (WEGE3), uma vez que o valor do negócio foi pequeno — equivalente a apenas 0,1% do valor de mercado da companhia — em relação aos benefícios que pode trazer.

Apesar da companhia ter reportado queda no lucro no segundo trimestre, o banco segue otimista com o futuro dos negócios e reafirmou a recomendação de compra das ações WEGE3. 

O BTG estabeleceu um preço-alvo de R$ 40 por ação em um ano, o que implica num potencial de valorização de cerca de 42,6% em relação ao fechamento do último pregão, de R$ 28,04.

Análise sobre a nova compra da Weg (WEGE3)

O BTG acredita que a operação amplia estrategicamente a presença das fábricas da Weg na Europa, elevando a participação da brasileira no mercado europeu.

Outro pilar da tese do banco é que a compra apresenta sinergias futuras entre as empresas, uma vez que a operação de controle de movimento complementa o principal produto da Weg, os motores elétricos. 

Para os analistas, a transação ainda gera diferenciais para a Weg, já que somente 20% da frota mundial de motores elétricos é controlada por acionamento, segundo um estudo da ABB.

“O mercado disponível para acionamentos e controles é tão grande quanto para motores, pois os acionamentos são importantes para aumentar a eficiência e o desempenho dos motores”, destacou o banco em relatório. 

Outro ponto que reforça a tese do BTG é que a italiana Gefran investe cerca de 5% do faturamento em pesquisa e desenvolvimento, o que aumenta os investimentos da Weg em tecnologia, visto que a brasileira tem entre 2% e 3% da receita alocada nesse segmento.

Veja também: Lula ou Bolsonaro: quem a Faria Lima apoia nas eleições de 2022?

Compartilhe

FECHAMENTO DO MERCADO

Dólar supera os R$ 5,46: por que a moeda norte-americana voltou a subir e fechou no maior nível em quase dois anos

20 de junho de 2024 - 17:34

O dólar abriu o dia em queda, mas o alívio pós-decisão do Copom durou pouco e a moeda emendou o quinta pregão consecutivo de ganhos

GESTORAS

Studio Investimentos muda gestão de fundo após queda acumulada de mais de 30% no ano

20 de junho de 2024 - 16:57

A saída aconteceu pela necessidade de “alterar e reforçar a gestão” da família de fundos da casa, de acordo com a Studio, que tem R$1 bilhão sob gestão

(MAIS) DINHEIRO NO BOLSO

Os dividendos deste fundo imobiliário com mais de 40 mil cotistas devem subir nos próximos meses, segundo os cálculos da gestão

20 de junho de 2024 - 15:07

O SNCI11 já pagará proventos cerca de 5% maiores neste mês e, com um novo cenário macroeconômico traçado pelo mercado, a gestão espera dividendos ainda maiores

LADEIRA ABAIXO

Ações da rede social de Trump chegam a cair 15% hoje — o que explica a queda livre dos papéis?

20 de junho de 2024 - 14:11

A empresa que controla Truth Social perdeu US$ 2 bilhões em valor desde o início do mês; entenda o que está acontecendo com os papéis

AS QUERIDINHAS DA BAIXA RENDA

Cinco fatores por trás do otimismo com as ações de Direcional (DIRR3) e Cury (CURY3) — e qual delas é a favorita do Itaú BBA

20 de junho de 2024 - 13:21

O banco de investimentos revisou as suas estimativas para ambas as companhias e reforçou a visão positiva para o setor

MERCADOS HOJE

Lula não gostou, mas o mercado sim: após decisão de manter Selic em 10,5% e comunicado duro, Ibovespa salta 1% hoje

20 de junho de 2024 - 12:15

No mesmo horário, o dólar à vista era negociado próximo da estabilidade, ainda na faixa de R$ 5,40, reagindo ao cenário internacional

REPORTAGEM ESPECIAL

Taesa (TAEE11) e ISA Cteep (TRPL4): por que parte do mercado aposta na queda das ações preferidas dos “caçadores de dividendos”

20 de junho de 2024 - 6:18

Duas das principais transmissoras de energia do País, Taesa e ISA Cteep vêm recebendo desde o ano passado recomendações de “venda” de analistas

MOEDA EM ALTA

Não para de subir: dólar salta para R$ 5,47 hoje — e desta vez, o responsável não é (só) Lula

19 de junho de 2024 - 11:46

O feriado nos Estados Unidos reduziu a liquidez do dia, contribuindo com a volatilidade, além da aversão ao risco em relação à expectativas com o fim da reunião do Copom

DESTAQUES DA BOLSA

Ações de desenvolvedora imobiliária disparam mais de 5% na bolsa após contratação de banco para venda de ativos, incluindo hotéis em SP

18 de junho de 2024 - 11:22

A HBR Realty contratou o Bradesco BBI para ajudar na execução da estratégia de reciclagem de ativos da companhia

DE OLHO NAS REDES

O Brasil não tem condições para uma Selic de um dígito em 2024: por que este estrategista acredita ser impossível juros abaixo de 10% em 2024

17 de junho de 2024 - 16:41

Com a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) se aproximando, o mercado parece está cada vez menos esperançoso sobre os cortes na taxa básica de juros, a Selic. Para Rogério Benevente, sócio da GWM Investments e convidado desta semana do podcast Touros e Ursos, “é impossível pensar numa Selic abaixo de 10% em […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar