⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-23T13:00:10-03:00
Ana Carolina Neira
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero com especialização em Macroeconomia e Finanças (FGV) e pós-graduação em Mercado Financeiro e de Capitais (PUC-Minas). Com passagens pelo portal R7, revista IstoÉ e os jornais DCI, Agora SP (Grupo Folha), Estadão e Valor Econômico, também trabalhou na comunicação estratégica de gestoras do mercado financeiro.
TEMPORADA DE BALANÇOS

Weg (WEGE3) registra lucro de R$ 912,9 milhões no segundo trimestre, queda de 19,5%

Lucro da Weg (WEGE3) também está um pouco abaixo das estimativas dos analistas, que apontavam um resultado de R$ 925 milhões

20 de julho de 2022
8:05 - atualizado às 13:00
Torre da WEG
A empresa focada em tecnologia da indústria é uma das queridinhas da bolsa - Imagem: Divulgação

A fabricante de motores elétricos Weg (WEGE3) deu a largada e trouxe o primeiro dos principais resultados trimestrais da bolsa brasileira nesta quarta-feira (20).

O lucro líquido da companhia foi de R$ 912,9 milhões, queda de 3,3% em relação ao primeiro trimestre do ano e de 19,5% quando comparado aos R$ 1,1 bilhão vistos no segundo trimestre de 2021.

O lucro apresentado também está um pouco abaixo do que era projetado por analistas, que apontavam um resultado de R$ 925 milhões, 18% abaixo do lucro registrado entre abril e junho do ano passado, de acordo com dados da Bloomberg.

Já a receita operacional líquida da empresa chegou a R$ 7.185,8 milhões, alta de 5,2% na comparação com o trimestre anterior e de 25% em relação ao segundo trimestre do ano passado. Aqui, a Weg (WEGE3) demonstra um bom equilíbrio entre suas operações nacionais e internacionais — 49% dessa receita vem do mercado brasileiro, enquanto os demais 51% são de operações fora daqui.

Segundo o balanço informado à CVM, o Ebitda da companhia chegou a R$ 1.256,7 milhões, 9,8% abaixo do registrado entre os meses de abril e junho do ano passado. Na comparação com o primeiro trimestre deste ano, o número representa uma alta de 1,9%.

A companhia informou que esses resultados foram pressionadas por efeitos não recorrentes referente à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e COFINS. De acordo com o balanço, sem esses fatores, o lucro teria alta de 6,6%, enquanto o Ebitda cresceria 14,5%, ambos na comparação o segundo trimestre de 2021.

Ainda de acordo com o balanço, a Weg (WEGE3) ressalta que os dados referentes ao segundo trimestre do ano reforçam as expectativas da empresa em relação à demanda pelos produtos e serviços, com recuperação ainda gradual dos desafios macroeconômicos vistos no Brasil e no mundo.

Divisão de energia impulsiona receita no Brasil

No mercado interno, o crescimento de receita foi suportado pelo bom desempenho dos negócios de motores elétricos de baixa tensão, automação e especialmente os negócios relacionados à geração de energia renovável e
transmissão & distribuição de energia.

Atualmente, o negócio de energia representa 39,5% da receita da empresa. O balanço divulgado hoje destaca o aumento na demanda pela geração distribuída solar (GD) no país e o volume de entrega relevante de aerogeradores como fatores importantes para o desempenho do trimestre.

Na divisão de transmissão e distribuição, o alto volume de entregas foi impulsionado pelos transformadores de grande porte e subestações para projetos ligados aos leilões de transmissão, em conjunto com as vendas de transformadores para redes de distribuição e indústrias.

Segundo analistas e gestores, a área de geração, transmissão & distribuição de energia é dos destaques da Weg e um negócio promissor conforme a expansão desse mercado. A perspectiva é que essa divisão seja cada vez mais relevante dentro da Weg por conta do Marco Legal da Geração Distribuída de Energia, que promove mudanças na regulamentação da geração, distribuição e consumo de energia solar no país.

Entre outras mudanças, o Marco Legal que foi sancionado no início de janeiro deste ano institui uma cobrança que antes não existia para quem instala painéis solares em casa, o que foi apelidado de "taxação do sol". Alguns analistas acreditam que isso possa provocar uma corrida por parte daqueles que desejam escapar da taxas, resultando num aquecimento do mercado.

Os desafios que marcaram o trimestre

Entre as dificuldades enfrentadas pela Weg entre os meses de abril e junho deste ano, o balanço trimestral aponta os problemas enfrentados na cadeia de suprimentos global e o consequente aumento dos custos
das matérias-primas e da maior necessidade de capital de giro.

Além disso, são citados também o aumento nos custos de energia e frete, reduzindo as margens operacionais.

Para os executivos, o modelo de negócio de longo prazo e a diversificação de produtos e soluções, além da presença em 135 países, devem ajudar a Weg a atravessar esse período econômico.

No Brasil, o destaque negativo é a divisão de Motores Comerciais e Appliance (MCA), que inclui motores para máquinas de lavar. A queda de receita no segundo trimestre do ano foi de 8,3%, reflexo da pouca demanda para itens de linha branca, alta generalizada de preços e empobrecimento da população.

Weg (WEGE3) pagará R$ 553 milhões em dividendos em agosto

Antes mesmo da divulgação do balanço, a Weg adiantou na noite de terça-feira (19) que pagará R$ 553,6 milhões em dividendos intermediários no segundo trimestre. O dinheiro deverá cair na conta dos acionistas em 17 de agosto.

O valor, que equivale a R$ 0,131948000 por ação, será destinado a quem estiver na base acionária da companhia na próxima sexta-feira (22).

A partir dessa data, as ações serão negociadas "ex-direitos" e passarão por um ajuste na cotação referente aos proventos já alocados.

A reação dos papéis da Weg (WEGE3)

Nem mesmo a queda recente das ações, que caem 15,8% somente neste ano, são capazes de tirar os olhos dos investidores da Weg (WEGE3), que ontem encerrou o pregão em alta de 3,22% na B3, diante da expectativa para os números da companhia.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

A FORÇA DO VENTO

Copel (CPLE6) desembolsa R$ 1,8 bilhão por complexos eólicos no Rio Grande do Norte; veja detalhes

6 de outubro de 2022 - 19:49

A companhia destaca que os dois complexos estão um região que é considerada como “uma das melhores do mundo para a geração de energia de fonte eólica”

ELEIÇÕES 2022

Lula cede espaço para Bolsonaro no Nordeste e perde 9 pontos, segundo pesquisa Genial/Quaest

6 de outubro de 2022 - 19:25

O petista ainda segue liderando as intenções de voto na região onde sempre foi líder absoluto nas pesquisas, mas avanço do rival é um movimento significativo

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa emplaca mais uma alta, a disparada da Mobly (MBLY3) e o Nobel de Literatura; confira os destaques do dia

6 de outubro de 2022 - 18:51

Ao longo desta semana, o Ibovespa e os principais índices de Wall Street estão seguindo caminhos distintos.  Enquanto na B3 a alta do petróleo e a repercussão positiva do primeiro turno das eleições seguem levando a bolsa a patamares cada vez mais próximos dos 120 mil pontos, Nova York continua de olho na inflação e […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa pega carona com o petróleo mais uma vez e vai na contramão de NY; dólar também avança

6 de outubro de 2022 - 18:35

Embora o dólar tenha acompanhado a tensão internacional, o Ibovespa voltou a ir na contramão de Nova York com a ajuda do petróleo

UM PÉ NO TÚMULO

Fundo imobiliário MFII11 volta ao ramo de cemitérios com compra de participação em consórcio de serviços funerários

6 de outubro de 2022 - 18:26

O FII detém 35% do Consórcio Cortel São Paulo, responsável pela gestão, operação, manutenção e exploração de cinco cemitérios na capital paulista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies