A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-06-29T15:20:55-03:00
Caio Nascimento
Caio Nascimento
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP) e com passagens pelo Estadão e Jornal da USP.
Conteúdo Vitreo

Magazine Luiza (MGLU3) e Oi (OIBR3) se ‘unem’ em queda de até 90% e cenário pode piorar; mas um investimento te traz lucro de 106% e está colocando as duas empresas no bolso

MGLU3 e OIBR3 foram colocadas juntas para ‘sambar’ por oportunidade de renda fixa inédita e pouco conhecida; analista destaca que isso pode acontecer todos os dias daqui em diante

29 de junho de 2022
14:35 - atualizado às 15:20
Magazine Luiza e Oi
Magazine Luiza e Oi: ações famosas e em queda brusca. - Imagem: Magazine Luiza / Divulgação | Oi / Divulgação

O cenário de inflação e juros altos em meio à guerra na Ucrânia e os efeitos ainda fortes da covid-19 na economia estão derrubando as ações da Bolsa, em especial aquelas ligadas ao consumo, como o Magazine Luiza (MGLU3), e empresas com dívidas milionárias e em recuperação judicial, como é o caso da Oi (OIBR3).

No caso da Oi, ainda tem o plus de ser uma empresa em recuperação judicial. Não é à toa que ela está caindo -65% em 12 meses na Bolsa e MGLU3 já despencou quase -90% no período. Os números assustam, mas podem ser muito piores tendo em vista que os juros e a inflação só tendem a piorar nos próximos meses.

O lado bom disso é que você não precisa se martirizar nessa situação. Afinal, enquanto as duas ações se "unem" quando o assunto é cair na bolsa e entregar prejuízo ao investidor, uma oportunidade inédita e difícil de encontrar na renda fixa está garantindo retorno bruto de 106% em 5 anos, com cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Meros R$ 10 mil vão se transformar em R$ 20,6 mil no período se você investir nela.

"Esse é o plano mais prático possível de travar uma taxa de retorno altíssima como essa de 15,90% por 5 anos. Numa carteira de ações, conseguir esse número ano após ano é difícil, ainda mais considerando o mercado de agora. Mas, diversificando neste título de baixo risco tudo fica mais fácil", diz o especialista Gabriel Mallet, responsável pelo envio de alertas de oportunidades únicas, pouco conhecidas, limitadas e diárias de renda fixa com rentabilidades gigantescas na Vitreo, onde ele liberou essa oferta.

"Ofertas como essa viraram uma realidade diária na vida do investidor graças a equipes como a minha, que monitoram as taxas de juros diariamente e conseguem desbloquear para o público títulos com rentabilidades explosivas, muitas vezes mais rentáveis que a Bolsa num cenário como esse", completa.

Tive acesso ao grupo que Gabriel Mallet apresenta essas ofertas turbinadas de renda fixa (veja abaixo). Você pode acessá-lo também liberando seu acesso no grupo vip e gratuito dele do WhatsApp clicando aqui. Vale a pena entrar lá para conferir, afinal, Mallet pode fechar o grupo a qualquer momento.

Mas, se preferir, continue comigo para entender mais detalhes. Afinal, tenho duas notícias importantes para você que quer dobrar seu patrimônio com esse investimento.

Tem uma notícia "ruim" e outra "ótima" no meio disso...

Apesar da rentabilidade explosiva que vai dobrar seu patrimônio em 5 anos, é importante dizer que essa oportunidade ficou disponível das 10h às 14h59 desta quarta-feira (29). Isso porque é um título premium de renda fixa que dificilmente aparece por aí. E, quando é ofertado, um público expressivo vai atrás.

Para você ter uma ideia, investidores comuns como você colocaram ao todo R$ 5,6 milhões nessa oportunidade em busca dessas rentabilidades explosivas. Isso em menos de 5h.

A notícia "ÓTIMA", porém, é que essas oportunidades com rentabilidades brutais aparecem por tempo limitado de cerca de 5h no mercado TODOS OS DIAS e, apesar de ficarem por muitos anos restritas a clientes endinheirados de bancos e corretoras, agora você pode acessá-las com facilidade pela Vitreo. Tratam-se de títulos que pagam IPCA + 7%, que entregam retornos de mais de 100% ou muito mais.

Já te explico de onde vem essa limitação e porque tem muita gente ganhando dinheiro com isso. Mas antes repito: são oportunidades que rendem, em uma parcela grande dos casos, muito mais que carteiras de ações no cenário atual - e podem deixar muitos papéis da Bolsa no chinelo diante do cenário global turbulento.

Afinal, estamos falando de retorno garantido com cobertura do FGC, enquanto ações - embora sejam importantes para diversificar o portfólio - estão suscetíveis a crises e bolhas como as de agora.

Basta olhar para o Magazine Luiza: subiu exponencialmente por 5 anos e, quando analistas afirmaram que ela poderia subir mais ainda com a esperada "guinada do consumo pós-pandemia", ela despencou pressionada pela inflação e a recessão.

Pior ainda é para o bitcoin: até pouco tempo era visto por especialistas como uma reserva de valor similar ao ouro. Alguns chamaram de "ouro digital" e até "moeda do futuro". No entanto, também despencou.

Não estou querendo dizer que são maus investimentos e tampouco que você não deve investir neles. Não é esse o ponto e diversificação é sempre a "chave do sucesso". Estou dizendo apenas que, em tempos de crise, ativos de risco tendem a derreter de forma muitas vezes inesperadas. Já títulos TURBINADOS de renda fixa podem fazer dinheiro pingar na sua conta por meses e anos, seja com cenário bom ou ruim.

Aliás, quando digo turbinados, estou desconsiderando esses "chulés" que você está acostumado a receber por aí: com pagamentos medianos e com prazos minúsculos, que fazem com que a tabela regressiva do imposto de renda abocanhe parte relevante do seu lucro.

Ou seja, é irracional não investir na renda fixa turbinada, principalmente com a perspectiva de a taxa Selic fechar o ano próxima de 14%. Também é irracional não acessar o grupo onde essas oportunidades premium da renda fixa, que nem todos têm acesso fácil, são liberadas todos os dias.

Só nas últimas semanas vi diariamente notícias assim nos e-mails e grupo de WhatsApp do Mallet:

EU QUERO ACESSAR O GRUPO VIP COM OPORTUNIDADES QUE PODEM MULTIPLICAR MEU PATRIMÔNIO MAIS QUE UMA CARTEIRA DE AÇÕES

Mas por que a Vitreo está abrindo para pessoas comuns a renda fixa turbinada que só investidores muito endinheirados tinham acesso?

Funciona assim: todo dia as taxas de juros são revisadas, e títulos com rentabilidade explosiva e de baixo risco - de bancos grandes e confiáveis - são lançados para grupos de “clientes premium” de grandes bancos.

Acontece que por serem ofertas turbinadas e limitadas por horário, o Itaú, Bradesco, Santander e outros costumam oferecer só para os mais endinheirados, a fim de captarem o maior volume de dinheiro nesse curto espaço de tempo. E você, que nem sempre está entre esse grupo de clientes, acaba ficando para trás sem saber.

A Vitreo, por ser a corretora que está democratizando o mercado e por ter uma cartela de clientes menor que a dos conhecidos "bancões", começou a oferecer esses títulos premium para todo mundo e todos os dias. São o "filé da renda fixa" e com garantia do FGC (fique por dentro deles clicando aqui).

Aí talvez você esteja se perguntando: mas qual a pegadinha? Por que não fazer igual aos bancões?

Simples: a Vitreo tem 4 anos, mais de R$ 20 bilhões de recursos sob gestão e, nessa jornada de clientes, vale muito mais a pena fidelizar um público novo oferecendo aquilo que instituições maiores preferem ocultar de você.

LIBERE SEU ACESSO AO GRUPO AGORA CLICANDO AQUI

Caso você esteja curioso para saber qual a oportunidade de renda fixa turbinada que recebeu R$ 5,6 milhões de aportes de pessoas que querem multiplicar o patrimônio em 106% nos próximos 5 anos, saiba que se trata de um CDB do Banco Master prefixado a 15,90% ao ano, com uma taxa de retorno de 15,39%

Entrando no grupo, você vai receber oportunidades parecidas como essa todos os dias. Então não se preocupe pois dias ainda melhores estão por vir.

A equipe do Gabriel Mallet, responsável pela renda fixa da Vitreo, fez uma simulação com um investimento de R$ 10 mil. Ele e seu time geralmente fazem essas análises para você saber com transparência quanto vai retirar ao final do prazo. Confira:

Entrando no grupo gratuito do Gabriel Mallet no WhatsApp, você vai encontrar frequentemente títulos com prazo curto, de instituições seguras, com proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) e com aportes mínimos acessíveis.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sobe, mas perde o protagonismo para o ethereum (ETH); entenda

12 de agosto de 2022 - 20:29

Além de aproveitar a inflação dos EUA mais branda, o que ajudou as criptomoedas em geral, o ETH se beneficiou dos progressos na direção do The Merge

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Magalu (MGLU3) dispara, BC amigo das criptomoedas e outros destaques do dia

12 de agosto de 2022 - 19:07

O mercado financeiro começou a semana olhando aterrorizado para os céus. Já era esperado que os dias fossem marcados pelo avistamento de dragões no ar, mas não se sabia ao certo o tamanho da encrenca que precisaria ser enfrentada.  Com traumas dos episódios recentes, quando a cada mês a ameaça se mostrava maior e mais […]

FECHAMENTO DO DI

Alívio com inflação leva Ibovespa a subir 6% na semana; Magazine Luiza (MGLU3), Hapvida (HAPV3) e Via (VIIA3) disparam após balanço

12 de agosto de 2022 - 18:41

Os indicadores melhores do que o esperado deram um respiro para o Ibovespa nesta semana; dólar caiu quase 2%

SEMANA EM CRIPTO

Ethereum (ETH) rouba a cena e dispara 14%, mas bitcoin (BTC) encerra semana acima dos US$ 24 mil; saiba o que esperar das criptomoedas

12 de agosto de 2022 - 17:56

O otimismo com a atualização do éter, as sanções ao Tornado Cash e o real digital são alguns dos destaque da semana

FEBRABAN TECH 2022

Setor financeiro melhora planos para o metaverso e já fala em criptomoedas como ‘espinha dorsal’ do processo — mas isso vai levar algum tempo; entenda

12 de agosto de 2022 - 17:40

O Febraban Tech 2022 foi realizado entre os dias 9 e 11 de agosto, em São Paulo; confira alguns destaques

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies