🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela o nome da ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-09-20T20:24:48-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Pesquisa Ipec mostra Haddad liderando em SP, Zema em Minas e Castro no Rio; confira

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

20 de setembro de 2022
5:32 - atualizado às 20:24
Urna Eletrônica Central das Eleições SD
Central das Eleições - Seu Dinheiro - Imagem: Shutterstock / Montagem Brenda Silva

RESUMO DO DIA: A pesquisa Ipec (ex-Ibope) divulgada nesta terça-feira (20) mostrou como está a disputa eleitoral nos estados. Em São Paulo, o petista Fernando Haddad segue liderando as intenções de voto, enquanto em Minas Gerais é Romeu Zema (Novo) quem segue na dianteira. No Rio de Janeiro, Claudio Castro (PL) está na frente, embora a distância para Marcelo Freixo (PSB) tenha diminuído. Confira os novos números.

Ipec no Rio: Castro mantém 37% e vê cair distância de Freixo, com 27%

Cláudio Castro (PL) segue na liderança na disputa pelo governo do Rio de Janeiro, mas a distância para Marcelo Freixo (PSB) caiu de 15 para 10 pontos percentuais, segundo pesquisa Ipec (ex-Ibope) divulgada nesta terça-feira (20). 

De acordo com o levantamento, Castro se manteve estagnado em 37% das intenções de voto, enquanto Freixo avançou cinco pontos, para 27%. 

Em terceiro lugar aparece Rodrigo Neves (PDT), com 6% das intenções de voto. Wilson Witzel (PMB) se manteve com 2%. O ex-governador, que sofreu impeachment no ano passado, teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral e está recorrendo no Tribunal Superior Eleitoral.

Os votos brancos e nulos somam 11% e não sabe, 9%. 

Em um eventual segundo turno, Castro tem 45% das intenções de voto — dois pontos a mais do que no levantamento anterior — e Freixo subiu de 31% para 35%. 

A pesquisa ouviu 1.504 pessoas entre os dias 17 e 19 de setembro em 39 cidades fluminenses. A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Ipec em Minas: Zema lidera com 46% e Kalil tem 29%

O candidato à reeleição Romeu Zema (Novo) lidera a disputa ao governo de Minas Gerais com 46% das intenções de voto, segundo pesquisa Ipec (ex-Ibope), divulgada nesta terça-feira (20). 

Em segundo lugar aparece o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD), com 29%. Já Kalil é o candidato apoiado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

O cenário é de estabilidade na disputa mineira. Em relação ao levantamento anterior, Zema oscilou um ponto porcentual para baixo. Já Kalil, perdeu dois pontos percentuais.

Com apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL), Carlos Viana aparece com 4%.

Segundo a pesquisa, em um eventual segundo turno, Zema venceria Kalil por 53% a 33%. Votos em branco e nulos são 8%. Não sabe ou não respondeu, 7%.

O Ipec ouviu 2.000 pessoas entre os dias 17 e 19 de setembro em 101 cidades do Estado. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança utilizado é de 95%.

Ipec em São Paulo: Haddad lidera com 34% e Tarcísio tem 22%

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) segue liderando a corrido ao governo de São Paulo, com 34% das intenções de voto, de acordo com nova pesquisa Ipec (ex-Ibope) divulgada nesta terça-feira (20). 

Em segundo lugar aparece o pelo ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos), com 22%, e o atual governador do Estado e candidato à reeleição, Rodrigo Garcia (PSDB), que tem 18%. Ambos estão tecnicamente empatados no limite da margem de erro. 

Garcia aparece quatro pontos acima do levantamento, do dia 6 de setembro, enquanto Haddad oscilou dois pontos para baixo e Tarcísio oscilou um ponto para cima.

Em um eventual segundo turno, Haddad mantém a liderança: o petista tem 44% ante 34% de Tarcísio e 41% ante 33% de Garcia. Há empate técnico em uma possível disputa entre o governador e o ex-ministro da Infraestrutura. Garcia lidera com 33%, enquanto Tarcísio tem 32%.

A pesquisa foi realizada entre 17 e 19 de setembro e entrevistou 2.000 eleitores presencialmente em 84 municípios. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Ciro defende convergência estratégica em prol do desenvolvimento

O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, falou nesta terça-feira (20) em “fazer uma convergência estratégica” em prol do desenvolvimento do país durante evento em Campinas (SP).  

Segundo ele, a China é um exemplo disso, junto com os Estados Unidos. Ciro aponta que esses países souberam aliar um Estado com uma iniciativa privada forte para alcançar o crescimento.

O candidato disse que é preciso “encerrar a batalha ideológica burra que hoje nos impede de raciocinar com nossa própria inteligência”, em uma crítica a espectros políticos extremos, tanto na direita quanto na esquerda. 

“O mundo que conseguiu êxito civilizatório baniu os extremismos ideológicos e conseguiu fazer uma convergência estratégica. Às vezes estrita, como a chinesa, às vezes pactuada, como a americana”, disse. (Agência Brasil)

Bolsonaro diz que terceira via está 'longe' e assume cenário polarizado com Lula

O presidente Jair Bolsonaro (PL) reconheceu nesta terça-feira (20), que o cenário da disputa pelo Palácio do Planalto está polarizado e afirmou que a terceira via está “longe”.

“Na política, hoje em dia, está polarizado e a terceira via está longe”, declarou o candidato à reeleição durante sabatina promovida pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

“Vocês sabem o que eu fiz e o que o outro cara fez”, acrescentou, em referência ao candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva.

A 12 dias das eleições, Bolsonaro voltou a dizer que o PT “quase quebrou a Petrobras” e, com o dinheiro desviado, seria possível fazer a transposição do Rio São Francisco por sessenta vezes.

Mais uma vez utilizando a estratégia do medo do retorno de Lula, o chefe do Executivo afirmou aos empresários presentes que todos são escravos de suas decisões. “A começar pelo nosso casamento”, emendou. (Estadão Conteúdo)

Bolsonaro na ONU: Ciro e Soraya pedem que TSE barre uso eleitoral de discurso de hoje

As campanhas dos candidatos à Presidência Ciro Gomes (PDT) e Soraya Thronicke (União Brasil) pediram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que proíba o presidente Jair Bolsonaro (PL) de usar em sua campanha imagens do discurso realizado na 77ª Sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU). 

Tradicionalmente, o Brasil abre o evento e Bolsonaro fez o pronunciamento na manhã desta terça-feira (20). Confira o que o presidente falou em Nova York.

Os candidatos também pedem que Bolsonaro seja investigado por abuso de poder político e econômico. O motivo é o possível favorecimento da campanha de Bolsonaro pelo uso de aparato estatal para promover sua candidatura, ferindo a isonomia entre candidatos.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Das urnas para os tribunais: disputa presidencial mobiliza batalhão de advogados a custo milionário

A disputa presidencial não se dá apenas na arena política, mas também nos tribunais. Oito bancas de Direito, que reúnem ao menos 44 advogados, foram contratadas pelos quatro principais candidatos ao Palácio do Planalto. 

Até agora, Jair Bolsonaro (PL), Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB) apresentaram mais de 138 ações ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A briga dos candidatos pode resultar em multas e interferir na campanha dos adversários, retirando propagandas eleitorais do ar.

Na batalha jurídica, somente o ex-presidente Lula, líder das pesquisas de intenção de voto, já gastou R$ 2,9 milhões do fundo eleitoral com advogados. 

A defesa de Bolsonaro, por sua vez, tem Lula como maior foco de sua ofensiva e, até agora, já apresentou 20 ações contra o petista e o PT. 

Terceiro colocado na corrida eleitoral, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) conta com o maior número de advogados no TSE. Ao todo, são 20 profissionais sob a coordenação de Walber Agra. 

Até agora, a campanha de Ciro já desembolsou R$ 500 mil para essa finalidade. Foram 21 ações contra adversários. Deste total, nove foram julgadas favoravelmente a Ciro.

Já a campanha da senadora Simone Tebet (MDB) conta com três bancas advocatícias, ao custo de R$ 700 mil, valor declarado ao TSE até agora. O grupo é coordenado pelo eleitoralista Ricardo Vita Porto e os advogados focam o trabalho em adequar a campanha às regras eleitorais.

*Com informações do Estadão Conteúdo

 

Bolsonaro diz que pesquisas não valem de nada e que vai ganhar no 1º turno

Durante viagem a Nova York, o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar as pesquisas eleitorais para a corrida presidencial no Brasil. 

Ao comentar sobre sua expectativa quanto ao primeiro turno da disputa, Bolsonaro disse que o que tem sentido é que o povo está ao seu lado, mas não respondeu a uma pergunta sobre se entregaria o cargo caso perdesse nas urnas.

“Essas pesquisas não valem de nada. Se você acredita em pesquisas, não vou falar contigo”, respondeu Bolsonaro, ao jornalista da BBC, Leandro Prazeres. 

“Não vou falar em hipóteses. Vamos ganhar no primeiro turno”, emendou, ao ser questionado sobre a possibilidade de ter de deixar o cargo caso perca as eleições.

O presidente desembarcou na segunda-feira (19), à noite, em Nova York. Hoje ele foi o primeiro chefe de Estado a discursar na Assembleia Geral da ONU. Foi a quarta vez que o presidente brasileiro participou do encontro de chefes de Estado. (Estadão Conteúdo)

Confira o que Bolsonaro falou na Assembleia Geral da ONU.

Bolsonaro ataca Lula em discurso na ONU

O presidente Jair Bolsonaro usou seu discurso na abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas para atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Acusando “governos de esquerda”, Bolsonaro relacionou o endividamento da Petrobras entre 2003 e 2015 a má-gestão, loteamento político e desvios de dinheiro ocorridos no período.

“O responsável por isso foi condenado em três instâncias”, disse Bolsonaro, sem citar Lula nominalmente nem fazer a ressalva de que as sentenças foram posteriormente anuladas.

Veja o que mais ele disse.

Ipec: Em segundo turno, Lula abre 19 pontos de vantagem sobre Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ampliou de 17 para 19 pontos porcentuais sua vantagem sobre Jair Bolsonaro (PL) em segundo turno, de acordo com a nova rodada da pesquisa Ipec (ex-Ibope)

Lula aparece com 54% das intenções de voto, contra 35% de Bolsonaro. Na rodada anterior, divulgada em 12 de setembro, Lula tinha 53% das intenções de voto no segundo turno e Bolsonaro, 36%.

Contratada pela TV Globo, a pesquisa Ipec foi realizada entre 17 e 18 de setembro. Ao todo, 3.008 eleitores de 181 municípios foram entrevistados presencialmente. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Confira a agenda dos candidatos hoje

Confira a agenda dos 11 candidatos  à Presidência da República nesta terça.-feira.

  • Ciro Gomes (PDT): às 8h30 concede entrevista online à Rádio Super Notícias de Minas Gerais. Às 11h, participa de convenção da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) em Campinas e às 20h45 transmite live pela internet.
  • José Maria Eymael (DC):  às 9h30 chega no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Depois segue para a Praça Zé Garoto e para as Avenidas Jornalista Roberto Marinho, Rua Salvatori e Avenida Presidente Kennedy em São Gonçalo.
  • Felipe D’Avila (Novo): às 9h, visita a Transportadora Brasil Central, às 11h visita a Empresa Cereal Ouro, às 12h visita a Granja Vivan e às 16h dá uma coletiva de imprensa na Associação Comercial e Industrial de Rio Verde. Todos os eventos ocorrem em Rio Verde (GO).
  • Jair Bolsonaro (PL): sem agenda pública de campanha por viagem ao exterior, Bolsonaro discursa na ONU pela manhã e viaja de volta a Brasília à tarde.
  • Leo Pericles (UP): às 8h tem recepção no Aeroporto Internacional de Brasília, às 10h30 participa de plenária na UNB e realiza a assinatura de cartas compromisso, às 15h faz panfletagem na Rodoviária do Plano Piloto e às 18h faz passeata em Ceilândia.
  • Lula (PT): às 10h tem encontro com representantes do setor de turismo em São Paulo.
  • Padre Kelmon (PTB):  Pela manhã tem agenda interna com padres e pastores apoiadores da campanha, em São Paulo (SP). À tarde, almoça com religiosos e a presença do Padre Ortodoxo que foi eleito Bispo, MONS Nektarios.
  • Simone Tebet (MDB): às 10h visita o  Centro de Operações e Inteligência da cidade de Indaiatuba, em São Paulo. Às 15h participa do encontro Educação Agora para o Brasil no Auditório da Livraria Cultura da Avenida Paulista, em São Paulo, e às 20h participa de sabatina no programa de TV do apresentador Ratinho no SBT.
  • Sofia Manzano (PCB):  às 6h30 visita o  canteiro de obras com Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Fortaleza, às 9h participa do lançamento da plataforma dos jornalistas para as eleições na sede do Sindicato dos Jornalistas do Ceará, às 11h participa da assinatura de documento da categoria docente na sede regional do Sindicato Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes) e às 20h participa de live com Rita von Hunty.
  • Soraya Thronicke (União): às 9h tem gravação de material de programa eleitoral em São Paulo e às 16h se reúne com equipe de Assessoria de Comunicação da campanha eleitoral.
  • Vera Lucia (PSTU): às 7h viaja para Aracaju, às 15h30 grava entrevista virtual com a TV Diamantina (MG) e às 19h30 concede entrevista ao vivo ao canal Jovens Cronistas, via YouTube.
Imposto de renda sobre dividendos é só questão de tempo? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet são a favor da taxação

A cobrança de imposto de renda sobre dividendos foi aprovada na Câmara no ano passado, dentro da reforma tributária, mas está paralisada no Senado, onde a matéria ainda não foi votada.

A previsão é de que a reforma – e a taxação de lucros e dividendos – seja apreciada na Casa em 2023. E, no que depender de quem estiver na presidência da República, a tributação deve passar.

A taxação de dividendos, hoje isentos de IR, é defendida pelos quatro candidatos mais bem colocados nas pesquisas na corrida eleitoral pelo cargo Executivo mais alto do país.

Saiba mais na reportagem da Julia Wiltgen.

Lula vai a 47% no Ipec e aumenta chance de ganhar em primeiro turno

A intenção de voto no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi a 47% na pesquisa Ipec (ex-Ibope).

Com isso, o candidato petista à Presidência da República viu crescer sua chance de vencer ainda em primeiro turno.

Enquanto Lula ganhou um ponto porcentual em relação à rodada anterior do Ipec, o presidente Jair Bolsonaro (PL) permaneceu com 31%.

Ciro Gomes (PDT) vem em terceiro, com 7%, seguido por Simone Tebet (MDB), com 5%, e Soraya Thronicke (União Brasil), com 1%. Os demais candidatos não pontuaram na pesquisa.

Como a margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, Lula teria entre 45% e 49%.

Já a soma dos votos de seus adversários é de 44%.

Contratada pela TV Globo, a pesquisa Ipec foi realizada entre 17 e 18 de setembro. Ao todo, 3.008 eleitores de 181 municípios foram entrevistados presencialmente.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Impactos dos juros

Aperto monetário global é novo entrave para crescimento da economia brasileira

24 de setembro de 2022 - 16:53

Com vários países endurecendo a política monetária, o mundo tende a crescer menos, com impactos sobre o comércio global

Eleições 2022

Líder das pesquisas, Lula decide faltar a debate do SBT e ouve críticas de adversários

24 de setembro de 2022 - 14:08

Candidato Ciro Gomes (PDT) disse que Lula “tem muito a esconder”, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) chamou a decisão de “estratégia”

Eleições 2022

Pesquisa Ipespe/Abrapel mostra Lula oscilando para cima e Bolsonaro estável

24 de setembro de 2022 - 11:41

Pesquisa mostrou que votos brancos e nulos também subiram, assim como o número de eleitores que não souberam ou preferiram não responder

Tax the rich!

Imposto sobre heranças vai aumentar? Saiba quais candidatos à presidência são a favor de tributá-las ou de taxar grandes fortunas

24 de setembro de 2022 - 10:00

A discussão sobre o aumento de impostos sobre os ricos ou os “super-ricos” é tendência mundial, e no Brasil não é diferente. Mas nem todos os candidatos à presidência têm propostas nesse sentido

Banho mais caro

Tarifa de energia elétrica deve subir mais do que toda a inflação projetada pelo Banco Central em 2023, dizem especialistas

24 de setembro de 2022 - 9:47

Reajuste das tarifas chegaria a 5% em 2023, enquanto a projeção do Banco Central para a inflação é de 4,6%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies